Suzete V-strom - Manutenção em cada 6000km
#11

(06-10-2018 às 16:48)Fsantos Escreveu:  Só escrevi o que escrevi em cima porque já liguei a 4 representantes da marca Susuki e todos dizem para fazer as revisões de 6000km em 6000km, fico sem saber se é o manual da Susuki que está errado, ou se os representantes da marca me estão a enganar, ou se não leram o manual da moto... ou sei lá, outro motivo qualquer.

Não quero perder a garantia da moto por decidir por mim fazer as revisões de 12000km em 12000km e o representante não aceitar esta minha decisão.

O manual da moto deve ter uma "tabela" deste tipo. Neste caso esta é a tabela da manutenções para a minha Honda VFR1200F:

[Imagem: DYSpozu.png]
[Imagem: Q4nLkBX.png]

Como podes verificar, a primeira é aos 1000km, depois aos 12 mil e por aí sucessivamente, exceptuando a muda de óleo do motor e filtro, que deverá ocorrer nesse intervalo ou anualmente... e de dois em dois anos, a muda do óleo do cardã, óleo da embraiagem hidráulica e óleo dos travões.

Por mais que qualquer mecânico ou oficina, me diga o contrário, é esta tabela que é regra, mesmo para efeitos de garantia do fabricante (que no meu caso já não existe, visto a mota ter mais de 2 anos).

Claro que eles (no cúmulo do exagero) até poderiam dizer-te que deverias de mudar óleo a cada 1000 km... afinal para eles (stands e oficinas), quantas mais rotinas de manutenção realizarem, mais lucro terão contigo.
Obviamente que fazeres intervalos mais curtos, não prejudica em nada a moto, é um facto... mas face ao que o construtor diz, acaba a ser um "chover no molhado".

(06-10-2018 às 19:26)nunomsp Escreveu:  Por vezes existem "revisões" intermédias que basicamente servem para verificar níveis e pouco mais.

Essas verificações de rotina, qualquer um as poderá fazer em casa, sem necessidade de recorrer a serviços "pagos"... mesmo para os mais leigos, os manuais neste aspecto costumam ser bastante elucidativos de como as fazer.

(06-10-2018 às 19:46)Fsantos Escreveu:  Mas essas revisões intermédias como chamas não vinham no manual da moto? A moto por si quando o nível do óleo está baixo não tem um indicador que avisa o condutor, como nos carros?

A luz de pressão de óleo, existente nas motos, serve para avisar que o circuito de lubrificação está a funcionar com algum problema, que deverá ser de imediato visto e a moto não deverá circular por seus próprios meios. É uma anomalia que poderá indiciar algo grave, e não funcionar como alerta de baixo nível e necessidade de rectificação.
O nível de óleo deverá ser sempre verificado regularmente, de modo visual, seja pelo sistema de vareta ou pelo óculo de verificação, consoante o modelo da moto.

(06-10-2018 às 19:46)Fsantos Escreveu:  Peço desculpa pelas perguntar parvas que estou a fazer em cima, mas na moto que tirei a carta de condução, era uma CB500 de 98, parecia um tanke de guerra e pensava 250kg e tinha indicação do óleo.

A luz do óleo da CB500 serve para aquilo que referi acima... e não para te avisar do nível baixo do mesmo. Aliás, no caso da CB500, tens uma vareta de verificação.
É verdade quea CB500 é um tanque de guerra (tive uma).... mas muito longe desses 250 kg de peso. Aliás, a marca "anuncia" um peso a seco de 170kg, que atestada e com fluídos, terás uma moto na casa dos 190kg (mais coisa menos coisa), em ordem de marcha.

(06-10-2018 às 19:46)Fsantos Escreveu:  Não tenho moto, estou a tentar escolher a minha primeira, mas não quero ser enganado logo na primeira que vou comprar.

Começa por ler mais sobre elas, pois parece-me teres algumas ideias erradas e desfasadas. E não te inibas de perguntar o que queiras, por mais básico ou disparatado que possa parecer. Alguém estará aqui para te ajudar.

(06-10-2018 às 19:46)Fsantos Escreveu:  Penso que a Suzuki que construi-o a moto deve conhecer melhor a moto do que os revendedores das motos da Suzuki.
Costumo dizer que não existe ninguém melhor que os engenheiros da marca, que projectaram e conceberam cada moto, para saber as soluções que patentearam para cada modelo e o que de melhor se adequa, respectivamente. Claro que cada moto acaba a ser uma solução comercial, que é sempre possível melhorar, mas por quem na realidade perceba do assunto.
Não obstante disso, há sempre alguns "chico-espertos" que acham que sabem mais que esses engenheiros, e na maioria das vezes, dotados de uma esperteza saloia, acabam muitas vezes a alterar as características base das motos, seja a nível mecânico, como ciclístico... com resultados prejudiciais, para eles e para a moto.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#12

Plano de revisões da V-Strom 650XA:

Página 50 no link em baixo:
https://www.suzukimoto.pt/data/suzukipt/..._xa_e4.pdf
Responder
#13

Preocupa-te mas é em fazeres mais de 6k ao ano, caso contrário é indiferente se o intervalo de manutenção é de 12 em 12 ou não...

Acho que já foi bem explicada a diferença entre o que vem no manual e o que as oficinas dizem, por isso no teu lugar não me apoquentava muito com isso. Assusta-me sim ser um fator determinante para te fazer pensar numa NC como alternativa! devil
Responder
#14

Pelas contas que fiz vou fazer por volta de 24k km por ano, a diferença é 4 revisões contra 2.

Com o carro fiz 9000km em 5 meses
Responder
#15

Se o problema são as revisões... Continua a ir de carro! lol
Responder
#16

As contas são bonitas...

Debaixo de chuva e de entalado...até é fácil fazê-las pelo caminho  proud

Velasquez87
Responder
#17

(07-10-2018 às 17:34)marco.clara Escreveu:  Se o problema são as revisões... Continua a ir de carro!  lol

Peço desculpa se te ofendi de alguma forma, não sei se és mecânico ou não, mas o problema para mim, é o dinheiro, não posso simplesmente gastar mais dinheiro por caprichos de alguém. Ir de moto é uma forma para ir para lisboa para poupar dinheiro. O carro passa a ser 2 opção.
Responder
#18

Fsantos, não ofendeste nada tal como eu não te queria nem quero ofender a ti. A malta por aqui vai brincando uns com os outros enquanto se vão comentando os temas que surgem. Se deres uma vista de olhos pelo fórum perceberás isso rapidamente. blink

Quanto à tua preocupação, claro que é legítima. Mas acho que a resposta já foi dada entretanto, que é a de que 12k de intervalo entre revisões é a conta certa e mais que razoável para uma mota. thumbsup

Boa escolha!
Responder
#19

(08-10-2018 às 09:35)marco.clara Escreveu:  Fsantos, não ofendeste nada tal como eu não te queria nem quero ofender a ti. A malta por aqui vai brincando uns com os outros enquanto se vão comentando os temas que surgem. Se deres uma vista de olhos pelo fórum perceberás isso rapidamente.   blink

Quanto à tua preocupação, claro que é legítima. Mas acho que a resposta já foi dada entretanto, que é a de que 12k de intervalo entre revisões é a conta certa e mais que razoável para uma mota.  thumbsup

Boa escolha!

Não estou habituado a pessoal do fórum, não tinha entendido que estavas a brincar smile

Seja como for já arranjei um revendedor que faz de 12000km a manutenção da V-Strom, em prencipio vou fechar negócio com eles. smile
Responder
#20

Fazes bem acredita.


Força nisso

Velasquez87
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)