Situações em trânsito
#51

Mais uma caricata hoje....

A entrar hoje nas forças armadas pelo lado da Prof. Gama Pinto, entro e vou descansado na faixa central (dado que o transito à direita estava mais lento).

Nessa mesma faxa da direita, vinha um Sr. Condutor na sua Passat que se começa gradualmente a aproximar de mim pela direita.

Dei uma buzinadela para o gajo abrir a pestana , caso nao se tivesse apercebido da minha presença.

O otário, continua a chegar-se, olha pra mim e faz me sinal para me chegar para o lado para ele caber....

Entretanto passei para a frente dele e, mais uma vez, lhe indiquei o caminho com o "maior de todos".
 
Já nos semaforos do Jardim Zoológico parou ao meu lado a barafustar, abriu o vidro e bla bla bla bla.

Gentilmente, o mandei para senhora que o pôs no mundo e observar carvalhos...tudo isto calmamente e com um sorriso na cara.

Adoro!

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#52

É o ideal, arranjar chatices com pessoas que conduzem algo 10x mais pesado com problemas de controlo rolleyes lol

Distância, é o que se quer. Não conversas! Ele que fale sozinho e conte à mulher o fdp que encontrou mais uma vez no trânsito.

Mas adora à vontade. Pode ser que alguém filme a tua versão de diversão:

http://youtu.be/4Av8Or603u8
Responder
#53

Por vezes nem é a cena de nos "metermos" com alguém que conduz uma besta de chapa, mas sim com alguém que pode ser mais maluco que nós.

Um dia um amigo meu foi de mota atrás de um carro com um condutor que refilou com ele e pararam na berma da estrada. O meu amigo sai de cima da mota e dirigiu-se ao carro em frente. O condutor do carro sai com uma chave de pneus na mão... Podia ser bem pior. Podia ter uma arma de fogo ou assim...

É preciso muito cuidado...E eu contra mim falo, porque perco as estribeiras muito facilmente...
Responder
#54

O problema é que tudo isso é, pode ser, facilmente evitado.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#55

Repito o que já referi anteriormente (e contra mim falando que também já tive reações idiotas no passado):

Transformar estes "problemas" e estas "bestas" num pequeno ponto visto pelo retrovisor, o mais rapidamente possível. É a melhor solução.

Até porque já diz o ditado... "nunca discutas com um idiota, porque ele faz-te descer ao nível dele e depois ganha-te em experiência".
Responder
#56

Bem sei que por vezes é difícil ignorar, mas quem tem a felicidade de conduzir a mota tem que ter uma tolerância com os tristes que estão presos ao interior de uma viatura. É como quando passam ao pé de um estabelecimento prisional, se o preso vos insultar pelas grades vão lá dentro pedir satisfações ou têm simplesmente pena dele que não sai dali e vocês tem a liberdade toda? blink

"Viver a vida não é esperar que a tempestade passe, é aprender a andar à chuva"
Responder
#57

Um gajo mantêm a tranquilidade....logicamente que partir para outro tipo de confrontos é completamente desnecessário e perigoso.

Mas gosto atempadamente de indicar o caminho a algumas pessoas, só isso.

Não sou gajo de ferver ou nada do género, sou um paz de alma......mas é a tal cena , começar bem o dia com um "Bom dia....oh F#dP censored" e tudo fica bem.

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#58

Hugo pá!
Falta-te cultura rodoviária pá!
Se tu já tivesse visto que eu vi em cidades como Casablanca ou Nápoles guardavas bem os dedinhos todos que tens na mão. Em ambas mãos!

É curioso perceber que, por exemplo, em Nápoles o trânsito é caótico, incivilizado mas que todo se tentam evitar uns aos outros.
As vezes o que vejo por aqui (norte da Europa) é que existe aquela sensação de que aquele que tem o veículo mais potente ou mais caro, que marca um certo status e tal, é que tem mais direito que os outros.
As vezes até utilizam os carros de forma criminosa contra os outros utentes da via, num claro desprezo pela vida dos outros. Sim porque a sua própria vida já não vale nada, acho eu.
Não admira que se criminalizem certas conductas.
Agora ter um accidente em cidades como Nápoles ou Casablanca, e não falo de Atenas porque isso é baixar ao inferno, é meter-se num problema bastante complicado.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#59

(19-03-2017 às 09:55)LoneRider Escreveu:  Hugo pá!
Falta-te cultura rodoviária pá!
Se tu já tivesse visto que eu vi em cidades como Casablanca ou Nápoles guardavas bem os dedinhos todos que tens na mão. Em ambas mãos!

É curioso perceber que, por exemplo, em Nápoles o trânsito é caótico, incivilizado mas que todo se tentam evitar uns aos outros.
As vezes o que vejo por aqui (norte da Europa) é que existe aquela sensação de que aquele que tem o veículo mais potente ou mais caro, que marca um certo status e tal, é que tem mais direito que os outros.
As vezes até utilizam os carros de forma criminosa contra os outros utentes da via, num claro desprezo pela vida dos outros. Sim porque a sua própria vida já não vale nada, acho eu.
Não admira que se criminalizem certas conductas.
Agora ter um accidente em cidades como Nápoles ou Casablanca, e não falo de Atenas porque isso é baixar ao inferno, é meter-se num problema bastante complicado.

Não se trata de falta de cultura ou não....prezo bem pela minha vida ainda para mais sem uma "carcaça" de metal que me proteja.

Tal como referes, o status da Passat carro de serviço da empresa (não era uber nem cabify) indica-me que era pelo menos uma chefia intermédia. Tinha cadeira de criança atrás e faltavam uns 5 minutos para as 9h. 

Ora eu "não tenho horário" , ele possivelmente sendo chefia muito menos, mas se calhar tinha uma reunião e já estava com o fogo na peida...e descarregou ali.

Face a todos estes factores, fiz questão de não o deixar a falar para o boneco ( o que faço na maioria das situações, ficando me por um abanar de cabeça e siga avante). 

Era 6ª feira...estava descansado e a vida segiu.

Numa próxima esforçar-me-ei para fazer "ouvidos de mercador" e andar.....

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#60

mas aqui já ninguem encolhe os espelhos ás viaturas para passar , ou calar os condutores com o acto ???

em 8 anos era o meu divertimento de Alfragide para lisboa ....

agora trabalho ao lado de casa , e não apanho as celebres "bichas" de transito ou a conduzir um enlatado ....

que saudades...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)