Radares em Cascata
#1

Citar:Radares que detetam quem trava e depois acelera testados em Espanha

[Imagem: image.aspx?brand=JN&type=generate&guid=4...0201165030]

Se viajar para o país vizinho, saiba que haverá novos radares nas estradas para detetar os condutores que carregam demasiado no acelerador. O novo método espanhol consiste em saber quem reduz a velocidade repentinamente na passagem por um radar fixo e depois acelera assim que passa por ele.

Os novos radares estão a ser testados em diferentes cidades de Espanha nos últimos meses e a experiência poderá ser (em breve) alargada a todo o país. Uma das "técnicas" mais usadas pelos condutores para fugir às multas de excesso de velocidade pode estar prestes a terminar. A Direção-Geral de Trânsito de Espanha quer desincentivar a prática de "travar" e "acelerar" aquando da aproximação de um radar, revela a rádio "Cadena Ser".

A instalação de "radares em cascata" visa punir aqueles que reduzem repentinamente a velocidade quando se aproximam de um radar fixo e depois aceleram após a passagem do mesmo. Assim, cada vez que um condutor acelerar depois do radar fixo, o radar móvel trata de registar o excesso de velocidade, para depois punir o infrator com uma multa.

A experiência começou em Navarra e, consoante os resultados, a Direção-Geral de Trânsito vai determinar se suprime os radares móveis ou se os mantém nas estradas espanholas. Uma das principais vantagens dos novos aparelhos, além da segurança rodoviária, é para os cofres do Estado espanhol. Os radares móveis são mais baratos do que a instalação e manutenção dos radares fixos.

No que toca à margem de erro, calculada em todos os radares, estes aparelhos têm uma tolerância de sete quilómetros por hora, em estradas em que a velocidade máxima é de 100 km/hora em Espanha. O valor é semelhante ao praticado em Portugal nos radares fixos.

De facto, os números de "tolerância" nos dois países podem revelar-se importantes para os condutores portugueses. Uma análise de agosto de 2019 da Direção-Geral de Trânsito de Espanha estimava que mais de 43 mil portugueses tinham sido apanhados por excesso de velocidade neste país.
Graças à rede do Sistema Europeu de Informação sobre Veículos e Cartas de Condução (EUCARIS), qualquer condutor é punido caso cometa uma infração num país europeu. Os valores por excesso de velocidade nas autoestradas espanholas podem variar entre 100 e 600 euros. Esta continua a ser uma das principais causas de infração automóvel em Portugal, Espanha e na Europa.

Fonte: JN
Responder
#2

Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor
Responder
#3

(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

Ser multado por um gajo de helicoptero é outro nivel, por este andar qualquer dia um gajo ainda é multado por alguem num caça F 16! lol
Responder
#4

(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

Não é nada que me espante com os temas da privacidade de hoje em dia.

Cheira-me a abertura de precedente... pelo menos até nova legislação.
Responder
#5

(04-02-2020 às 09:56)marco.clara Escreveu:  
(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

Não é nada que me espante com os temas da privacidade de hoje em dia.

Cheira-me a abertura de precedente... pelo menos até nova legislação.

Pelo que tenho entendido não assenta jurisdiprudencia (acho que é assim que se escreve), assim que poderão haver futuras sentenças no futuro que contradiga esta do tribunal de Madrid.

Actualmente a lei prevê uma multa de 900€ para o proprietário que não facilite a identificação do autor da infração.
Mais que nova legislação e se os recursos ganhos ganharem volume, prevejo um endurecimento da norma.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#6

Sobre a notícia...

É pá Marco, não te chateies mas o JN publica alguns detalhes que não são de todos correctos.

Primeiro dizer que as competências de "tráfico" estão transferidas na Comunidade Foral de Navarra. Esta tem uma policía própria, Policía Foral, e embora tenha que obedecer a norma estatal, pode criar um modo autónomo de actuar.
Os "radares en cascada" foram uma técnica da autoria da Polícia Foral e não da DGT (Dirección General de Tráfico). Ao ver os resultados a DGT tentou implementar a coisa para não baixar a receita.

Mas o problema é que sentenças como a que publiquei tem vindo a assentar precedentes que está a fazer a DGT pensar em retirar os radares móveis de circulação.
Responder
#7

(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

A malta que tem ido de mota a rasgar pano para Jerez na altura do motogp...realmente dizem que as estradas andam limpas de radar...pudera...multados do ar...é mesmo outro nível.
Responder
#8

Não temos radares em cascata, mas temos multas em cascata...nos túneis de benfica. Já houveram uns felizes contemplados.
Responder
#9

(04-02-2020 às 09:15)Nfilipe Escreveu:  
(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

Ser multado por um gajo de helicoptero é outro nivel, por este andar qualquer dia um gajo ainda é multado por alguem num caça F 16!
Para isso era preciso que andasses de Suzette...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#10

(04-02-2020 às 14:37)nelsonajm Escreveu:  
(04-02-2020 às 09:15)Nfilipe Escreveu:  
(04-02-2020 às 07:53)LoneRider Escreveu:  Por outro lado...

https://www.motorpasion.com/industria/la...-conductor

Ser multado por um gajo de helicoptero é outro nivel, por este andar qualquer dia um gajo ainda é multado por alguem num caça F 16!
Para isso era preciso que andasses de Suzette...

mai nada e de preferencia numa gsxr! bigsmile
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)