R7 2021

(19-05-2021 às 19:50)dfelix Escreveu:  E nestes troço em que termina a curva a medir a travagem da seguinte não dá espaço para motos mais potentes sair.

E nao só, ai é que está a grande vantagem dos 2 cilindros! Com 4 as coisas sao bem diferentes. Pelo menos tem sido a conclusão a que cheguei, agora que ando com uma mota de 2 cilindros.
Responder

(19-05-2021 às 20:06)Nfilipe Escreveu:  
(19-05-2021 às 19:50)dfelix Escreveu:  E nestes troço em que termina a curva a medir a travagem da seguinte não dá espaço para motos mais potentes sair.

E nao só, ai é que está a grande vantagem dos 2 cilindros! Com 4 as coisas sao bem diferentes. Pelo menos tem sido a conclusão a que cheguei, agora que ando com uma mota de 2 cilindros.

Se tens essas sensações com um paralel twin, experimenta um V4...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder

Tudo isso é verdade e vocês obviamente que têm muito mais experiência.

Reparem no seguinte: isto não é uma "R", mas tem "R" no nome e já houve uma "R7" aguerrida em tempos.

Todos nós olhamos para a Aprilia RS 660 ou até para uma Ducati SuperSport e apesar de não serem "R" têm um aspecto especial e valorizante.

Outra coisa: até a Kawasaki chama "Ninja" à 650 mas se repararem só usa a letra "R" para as genuínas.
Responder

Eu tenho uma XR600R. Tem montes de erres.
Responder

(19-05-2021 às 21:55)LoneRider Escreveu:  
(19-05-2021 às 20:06)Nfilipe Escreveu:  
(19-05-2021 às 19:50)dfelix Escreveu:  E nestes troço em que termina a curva a medir a travagem da seguinte não dá espaço para motos mais potentes sair.

E nao só, ai é que está a grande vantagem dos 2 cilindros! Com 4 as coisas sao bem diferentes. Pelo menos tem sido a conclusão a que cheguei, agora que ando com uma mota de 2 cilindros.

Se tens essas sensações com um paralel twin, experimenta um V4...

Por acaso nao me importava de andar e andar bem com o V2 da suzuki sv para experimentar e comparar com o parallel twin da cb. Se a diferenca é assim grande ou nao. Mas as naked nao me apelam muito e a versao com carenagem da suzuki sv nao é especialmente bonita.

Unico V4 para a minha carteira seria uma vfr750. Mas para o preço, acho que existem melhores opcoes para o uso vou dando a mota. E a proxima gostaria que tivesse uma posicao de costas mais direitas.
Responder

(19-05-2021 às 22:20)gonzas Escreveu:  Eu tenho uma XR600R. Tem montes de erres.

thumbsup  aí talvez não exista risco de confusão.
Responder

A questão é que quando se fala de uma MT-07, a recepção é boa porque estamos a falar uma moto barata e onde as especificações não entusiasmam ninguém. Depois na prática o conjunto surpreende muita gente. É uma verdadeira underdog.

Mas pegar numa MT-07 e vesti-la de desportiva ou superdesportiva, ainda que se melhores as suspensões e travões e tal, não lhe dá automaticamente o mesmo estatuto que uma MT-07.

A esta R7 exige-se muito mais que a uma MT-07.

É que não estamos a falar da receita aplicada à Tenere 700. A Tenere 700 é uma moto nova, onde apenas o motor é o mesmo CP2 que vem da MT-07, e mesmo esse foi mexido.
Responder

(19-05-2021 às 22:20)Nfilipe Escreveu:  Por acaso nao me importava de andar e andar bem com o V2 da suzuki sv para experimentar e comparar com o parallel twin da cb. Se a diferenca é assim grande ou nao. Mas as naked nao me apelam muito e a versao com carenagem da suzuki sv nao é especialmente bonita.

O V2 nativamente oferece vantagens mas o L2 é mais barato de produzir.
Por essa razão muitos construtores adoptaram o L2 e mexeram com a ordem de explosões para ficar parecido ao V2.
A Yamaha foi quem soube promover o crossplane no seu marketing.
Mas não é algo que lhes seja exclusivo.

O V2 das Suzuki SV sempre foi uma motorização bastante... desembaraçada.
Mesmo há 15/17 anos atrás conseguia ser mais competente que muitas rivais com L4 600cc derivados de desportivas na casa dos 100cv.
Só que a ficha técnica tinha sempre maior influencia no momento da compra.
Sobretudo numa época em que não havia oferta de motos para test drive como há hoje.

O L2 da CB sempre foi algo mais .. utilitário e fofinho.

Por acaso sempre achei as SV650S muito giras.
Sobretudo as gerações com aquela pseudo-treliça em traves rectas ao invés do tradicional tubo redondo actual ou tubo achatado das primeras.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder

(20-05-2021 às 10:51)Almareado Escreveu:  A questão é que quando se fala de uma MT-07, a recepção é boa porque estamos a falar uma moto barata e onde as especificações não entusiasmam ninguém. Depois na prática o conjunto surpreende muita gente. É uma verdadeira underdog.

Mas pegar numa MT-07 e vesti-la de desportiva ou superdesportiva, ainda que se melhores as suspensões e travões e tal, não lhe dá automaticamente o mesmo estatuto que uma MT-07.

A esta R7 exige-se muito mais que a uma MT-07.

É que não estamos a falar da receita aplicada à Tenere 700. A Tenere 700 é uma moto nova, onde apenas o motor é o mesmo CP2 que vem da MT-07, e mesmo esse foi mexido.


Sim, tiveram mais cuidado na Tenere. Concordo com o teu comentário.
Responder

(20-05-2021 às 14:03)dfelix Escreveu:  
(19-05-2021 às 22:20)Nfilipe Escreveu:  Por acaso nao me importava de andar e andar bem com o V2 da suzuki sv para experimentar e comparar com o parallel twin da cb. Se a diferenca é assim grande ou nao. Mas as naked nao me apelam muito e a versao com carenagem da suzuki sv nao é especialmente bonita.

O V2 nativamente oferece vantagens mas o L2 é mais barato de produzir.
Por essa razão muitos construtores adoptaram o L2 e mexeram com a ordem de explosões para ficar parecido ao V2.
A Yamaha foi quem soube promover o crossplane no seu marketing.
Mas não é algo que lhes seja exclusivo.

O V2 das Suzuki SV sempre foi uma motorização bastante... desembaraçada.
Mesmo há 15/17 anos atrás conseguia ser mais competente que muitas rivais com L4 600cc derivados de desportivas na casa dos 100cv.
Só que a ficha técnica tinha sempre maior influencia no momento da compra.
Sobretudo numa época em que não havia oferta de motos para test drive como há hoje.

O L2 da CB sempre foi algo mais .. utilitário e fofinho.

Por acaso sempre achei as SV650S muito giras.
Sobretudo as gerações com aquela pseudo-treliça em traves rectas ao invés do tradicional tubo redondo actual ou tubo achatado das primeras.

Pelo que dizes, realmente parece interessante. Pode ser que um dia possa meter as mãos numa e testar isso por mim próprio. Alias o V2 da suzuki, ja que se fala em ordenhar a vaca... e aproveitar o motor. Esse mesmo da Sv, equipou depois a V strom e mais tarde a gladius e se calhar algo mais que nao sei. Sempre gozou de boa fama, esse V2. E a suzuki TL1000s também tem um V2 que parece do crl.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: Liquid_Fire, 1 Visitante(s)