Que moto comprar? Da carta B para a A
#11

Olha para as kawa...as er6-f e z650 e mesmo as vulcan 650, suzuki com bandit 400, sv 650, gsr 600, yamaha com xj 600, honda nc 700s, cmx rebel, cbf....
Responder
#12

Malta, obrigado pelas várias sugestões.

Pelo que verifico, ter uma moto custom, para o meu trajeto diário, não é o recomendável. Portanto deixarei essas de parte para já..

Das restantes, as que mais gosto esteticamente são:

1º Kawasaki ER6F (isto é igual a Ninja 650??)
2º Kawasaki Z650
3º Suzuki SV650
4º Susuki Gsr 600
5º Yamaha XJ XJ6
6º Honda CB650F
7º Suzuki Bandit GSF650

Como podem ver existem várias hipóteses, tenho de as ir ver pessoalmente, com tempo, pois ainda irei tirar a carta, estou a espera das papeladas para ir a exame de código(as 10 questões). 

Uma questão, as motos dão todas para limitar? E as que estão limitadas, dá sempre para "deslimitar"?
Em termos destas que coloquei aqui, fiabilidade, preço/custos de manutenção, consumos, varia muito?
Responder
#13

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  1º Kawasaki ER6F (isto é igual a Ninja 650??)

A ER-6 F é a versão "vestida" da naked ER-6... e no fundo é uma geração anterior ao que actualmente a marca designa por Ninja 650.

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  4º Susuki Gsr 600
Esta já joga num outro patamar em relação ás restantes. A GSR já é do campeonato das Hornet 600, FZ6 ou Z750, sendo os primórdios do segmento "street-fighter" (nakeds com motores directamente derivados de desportivas e "pouco" castrados).

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  6º Honda CB650F

Atenção que a CB650F é uma coisa... e a CBF600S é outra.

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  Uma questão, as motos dão todas para limitar?

Não! As versões limitadas têm estar homologadas pelas marcas e vir já limitadas de fábrica, sendo que no actual escalonamento A2, não podem derivar de modelo com mais do dobro da potência na sua versão "full power". Quer isto dizer que para motos limitadas de (35Kw) 48cv, o seu modelo "base" não pode ter mais do que 96cv (70kw).

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  E as que estão limitadas, dá sempre para "deslimitar"?

Depende do modelo em concreto. Umas dão, outras nem por isso!
No entanto um modelo limitado, apenas pode ser deslimitado mecanicamente / electronicamente, mantendo-se sempre limitado "em livrete". Ou seja, se a mota vier de fábrica limitada a A2, já não é permitido fazer o averbamento ao DUA (como acontecia na anterior legislação das AL), pelo que, mesmo deslimitando, terá de se manter sempre "limitada em livrete". Claro que isto, como deves adivinhar e para todos os efeitos, configura uma situação de ilegalidade.

(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  Em termos destas que coloquei aqui, fiabilidade, preço/custos de manutenção, consumos, varia muito?

Todas elas são máquinas japonesas, que gozam de uma reputada fiabilidade mecânica, no geral. Sendo elas todas muito equiparadas em termos de cilindrada, apenas haverão diferenças de comportamento resultantes das arquitecturas de motor e números de potência. Dessas todas que referes e exceptuando a GSR600 que é mais espevitada e pontuda do lote com uma potência próxima da centena de cv, as restantes acabam a ser mais ou menos parecidas, com a diferença que as bicilíndricas serão um pouco mais disponíveis e a tetracilíndricas um pouco mais performantes.
As diferenças de consumos e manutenção também não são nada por aí além!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#14

Há aqui alguma coisa que me está a falhar... Tens 30 anos, estás a tirar a A, queres limitar a mota para quê?

Edit: quanto às escolhas, se gostas mais da primeira, é essa que tens de comprar.
Relativamente às outras, tive uma GSR 600 e não tenho queixas. Antes de a comprar experimentei uma XJ6N  ER6N e não gostei. É muito pequena.

Edit 2: para completar, achei a XJ6N  ER6N pequena porque o guiador estava mais para trás e ficou muito próximo do banco. É possivel que o dono a tivesse rebaixado.

Edit 3: Estou velho e já confundo as motas...
Responder
#15

(18-06-2020 às 15:50)gonzas Escreveu:  Há aqui alguma coisa que me está a falhar... Tens 30 anos, estás a tirar a A, queres limitar a mota para quê?

Edit: quanto às escolhas, se gostas mais da primeira, é essa que tens de comprar.
Relativamente às outras, tive uma GSR 600 e não tenho queixas. Antes de a comprar experimentei uma XJ6N e não gostei. É muito pequena.

Edit 2: para completar, achei a XJ6N pequena porque o guiador estava mais para trás e ficou muito próximo do banco. É possivel que o dono a tivesse rebaixado.

Eu não a quero limitar. Eu é que vejo algumas limitadas e outras não e não quero comprar uma que esteticamente gosto mais e depois como está limitada, não a posso deslimitar.
Responder
#16

(18-06-2020 às 15:42)carlos-kb Escreveu:  
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  1º Kawasaki ER6F (isto é igual a Ninja 650??)

A ER-6 F é a versão "vestida" da naked ER-6... e no fundo é uma geração anterior ao que actualmente a marca designa por Ninja 650.
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  4º Susuki Gsr 600
Esta já joga num outro patamar em relação ás restantes. A GSR já é do campeonato das Hornet 600, FZ6 ou Z750, sendo os primórdios do segmento "street-fighter" (nakeds com motores directamente derivados de desportivas e "pouco" castrados).
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  6º Honda CB650F

Atenção que a CB650F é uma coisa... e a CBF600S é outra.
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  Uma questão, as motos dão todas para limitar?

Não! As versões limitadas têm estar homologadas pelas marcas e vir já limitadas de fábrica, sendo que no actual escalonamento A2, não podem derivar de modelo com mais do dobro da potência na sua versão "full power". Quer isto dizer que para motos limitadas de (35Kw) 48cv, o seu modelo "base" não pode ter mais do que 96cv (70kw).
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  E as que estão limitadas, dá sempre para "deslimitar"?

Depende do modelo em concreto. Umas dão, outras nem por isso!
No entanto um modelo limitado, apenas pode ser deslimitado mecanicamente / electronicamente, mantendo-se sempre limitado "em livrete". Ou seja, se a mota vier de fábrica limitada a A2, já não é permitido fazer o averbamento ao DUA (como acontecia na anterior legislação das AL), pelo que, mesmo deslimitando, terá de se manter sempre "limitada em livrete". Claro que isto, como deves adivinhar e para todos os efeitos, configura uma situação de ilegalidade.
(18-06-2020 às 15:01)Peixinhu Escreveu:  Em termos destas que coloquei aqui, fiabilidade, preço/custos de manutenção, consumos, varia muito?

Todas elas são máquinas japonesas, que gozam de uma reputada fiabilidade mecânica, no geral. Sendo elas todas muito equiparadas em termos de cilindrada, apenas haverão diferenças de comportamento resultantes das arquitecturas de motor e números de potência. Dessas todas que referes e exceptuando a GSR600 que é mais espevitada e pontuda do lote com uma potência próxima da centena de cv, as restantes acabam a ser mais ou menos parecidas, com a diferença que as bicilíndricas serão um pouco mais disponíveis e a tetracilíndricas um pouco mais performantes.
As diferenças de consumos e manutenção também não são nada por aí além!

Obrigado por todas as respostas e esclarecimentos.
Responder
#17

Uma outra situação, em termos de conforto para o pendura, existem diferenças entre elas?

Raramente andarei com pendura mas a minha esposa pode querer dar um passeio ou outro comigo...
Responder
#18

Já agora, fiquei a matutar no assunto e fui rever os meus mails. A mota que experimentei não era a XJ6N. Era uma Kawasaki ER6N. Estou velho.
Responder
#19

(18-06-2020 às 16:35)Peixinhu Escreveu:  Uma outra situação, em termos de conforto para o pendura, existem diferenças entre elas?

Raramente andarei com pendura mas a minha esposa pode querer dar um passeio ou outro comigo...

A minha mulher não se queixava da GSR... Mas também não andava muito.
Responder
#20

(18-06-2020 às 16:42)gonzas Escreveu:  
(18-06-2020 às 16:35)Peixinhu Escreveu:  Uma outra situação, em termos de conforto para o pendura, existem diferenças entre elas?

Raramente andarei com pendura mas a minha esposa pode querer dar um passeio ou outro comigo...

A minha mulher não se queixava da GSR... Mas também não andava muito.

Por norma elas não se queixam do banco... mas sim da velocidade.

«(toque no ombro)
- Vai mais devagar...
- O quê, amor? Está muito vento, não te oiço!
- Vaaaiii maaaaiiiis devagaaar.
- Não te percebo!!!
- Meeeerdaaa... VAI MAIS DEVAGAR.
- AMORZINHO, NÃO OIÇO NADA MESMO!
- Caraaalhoooo.... VAI DEVAAAGGGGAAAAR COM ESTA MEEEERDAAAA...
- OLLLLHHAAAA, Fazemos assim... NÃO TE OUÇO. Vou acelerar mais para nos despacharmos. QUANDO CHEGARMOS, DEPOIS DIZES-ME O QUE QUERIAS, Ok!!!???»


Vrouuuummmmm.... devil lol bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)