Puxando por ela (R3) NOVO VÍDEO GRAVEI GOPRO NO PEITO
#31

(03-12-2016 às 17:26)michelfpinto Escreveu:  
(03-12-2016 às 16:54)quatropiscas Escreveu:  
(01-12-2016 às 23:08)jhonathan97 Escreveu:  Sendo assim andava sempre a 50km/h.. o que ninguem o faz,, tanto de mota como de carro

Challenge accepted.  devil

Não mintas que é feio!  devil  lol

(03-12-2016 às 18:13)LoneRider Escreveu:  Por incrível que pareça, é a única limitação de velocidade que eu acho adequada em toda a norma. E como tal tento sempre respeitar.

Vamos a Vendas Novas comer uma bifana pela nacional e retomamos esta conversa. cool
Responder
#32

(03-12-2016 às 19:03)quatropiscas Escreveu:  
(03-12-2016 às 17:26)michelfpinto Escreveu:  
(03-12-2016 às 16:54)quatropiscas Escreveu:  Challenge accepted.  devil

Não mintas que é feio!  devil  lol

(03-12-2016 às 18:13)LoneRider Escreveu:  Por incrível que pareça, é a única limitação de velocidade que eu acho adequada em toda a norma. E como tal tento sempre respeitar.

Vamos a Vendas Novas comer uma bifana pela nacional e retomamos esta conversa. cool

Esse não é o único trajecto cheio de "Cinquentas", alguns só porque sim!
Existem imensas estradas limitadas dessa forma em Portugal.
A N1 em vários pedaços a velocidade máxima é de 70 fora das povoações. Quase que arrisco a dizer que desde Pombal até ao no dos Carvalhos se contam pelas mãos em que o limite é superior a 70. Isto sem falar que cada vez que passa por uma povoação é a 50.

Mas isso sobretudo deve-se a uma falta de alternativa real para evitar que o tráfico se aglomere em estradas conflictivas. A única alternativa viável em termos de fluidez em grande parte das nacionais é uma autoestrada que provavelmente é das mais caras ao km da Europa.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#33

Nesse aspeto estou de acordo contigo, Lone. A nossas nacionais estão pejadas de zonas de 50, muitas vezes com o radar à espreita. Uma pessoa que cumpra minimamente, leva eternidades a chegar a qualquer lado. E no Alentejo nem é muito mau. De Lisboa para cima é bem pior. O IC2 entre Leiria e Coimbra, por exemplo (duas capitais de distrito), é praticamente sempre 50. Qualquer apeadeiro é desculpa para um sinal desses.
Responder
#34

(03-12-2016 às 19:23)LoneRider Escreveu:  
(03-12-2016 às 19:03)quatropiscas Escreveu:  
(03-12-2016 às 17:26)michelfpinto Escreveu:  Não mintas que é feio!  devil  lol

(03-12-2016 às 18:13)LoneRider Escreveu:  Por incrível que pareça, é a única limitação de velocidade que eu acho adequada em toda a norma. E como tal tento sempre respeitar.

Vamos a Vendas Novas comer uma bifana pela nacional e retomamos esta conversa. cool

A N1 em vários pedaços a velocidade máxima é de 70 fora das povoações. Quase que arrisco a dizer que desde Pombal até ao no dos Carvalhos se contam pelas mãos em que o limite é superior a 70. Isto sem falar que cada vez que passa por uma povoação é a 50.

Mas isso sobretudo deve-se a uma falta de alternativa real para evitar que o tráfico se aglomere em estradas conflictivas. A única alternativa viável em termos de fluidez em grande parte das nacionais é uma autoestrada que provavelmente é das mais caras ao km da Europa.

A N1 (IC2) de Lisboa ao Porto, desde Vila Franca de Xira até Grijó (e tirando poucos troços), é simplesmente a "maior rua" do país. Durante décadas como a principal via a unir as duas principais cidades do país, gerou um crescimento e aglomeração de polos habitacionais, comércio e serviços, ao longo da mesma. Não esquecer que a ligação por AE de Lisboa ao Porto só foi completada não há muito tempo atrás.... já em plenos anos 90.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)