Primeira moto - ajuda dos mais experientes
#41

(18-11-2018 às 21:30)ruimlneves Escreveu:  Obrigado a todos pela ajuda.

Comprei ontem a NC750X.

Acabaste a comprar aquilo que sempre quiseste. Nada mal nisso. Desejo-te toda a sorte do mundo com ela. É uma moto bastante competente em ambiente urbano... Mas algo limitada fora dele.

Eu há três modelos de motos que jamais compraria, porque entre outras razões distintas a cada um deles, a principal razão comum é também serem motos que se vêem aos pontapés.

A primeira é a PCX... A segunda a R1200GS... E a terceira é a NC750X.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#42

(18-11-2018 às 23:50)carlos-kb Escreveu:  
(18-11-2018 às 21:30)ruimlneves Escreveu:  Obrigado a todos pela ajuda.

Comprei ontem a NC750X.

Acabaste a comprar aquilo que sempre quiseste. Nada mal nisso. Desejo-te toda a sorte do mundo com ela. É uma moto bastante competente em ambiente urbano... Mas algo limitada fora dele.

Eu há três modelos de motos que jamais compraria, porque entre outras razões distintas a cada um deles, a principal razão comum é também serem motos que se vêem aos pontapés.

A primeira é a PCX... A segunda a R1200GS... E a terceira é a NC750X.

Exato, preferes comprar futuros exemplares de museu! E ainda dizem que a malta escolha as motas numa perspectiva emocional e não racional... o carlos anda aqui à procura de investimentos  devil


Rui, compraste a mota que provavelmente mais se adequa à tua utilização. Pode-se dizer que é provavelmente a melhor citadina do mercado, com baixo consumo, razoável proteção aerodinâmica e pneus com largura suficiente para andar todo o ano e potência suficiente para não te deixar envergonhado na transição entre semáforos.

Eu nunca compraria uma NC, porque quando sou racional sou racional ao máximo (citadinas é 125cc - custo de aquisição, consumo e manutenção não há igual).

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#43

(19-11-2018 às 10:39)dmanteigas Escreveu:  
(18-11-2018 às 23:50)carlos-kb Escreveu:  Acabaste a comprar aquilo que sempre quiseste. Nada mal nisso. Desejo-te toda a sorte do mundo com ela. É uma moto bastante competente em ambiente urbano... Mas algo limitada fora dele.

Eu há três modelos de motos que jamais compraria, porque entre outras razões distintas a cada um deles, a principal razão comum é também serem motos que se vêem aos pontapés.

A primeira é a PCX... A segunda a R1200GS... E a terceira é a NC750X.

Exato, preferes comprar futuros exemplares de museu! E ainda dizem que a malta escolha as motas numa perspectiva emocional e não racional... o carlos anda aqui à procura de investimentos  devil

Prefiro comprar a moto que quero mesmo comprar. Simplesmente isso! As razões estão no tópico de apresentação dela. E uma dessas razões é também ser uma moto rara e pouco vista (tal como a anterior já era).
Para além dos motivos racionais (que os há sempre), acabei a comprar uma moto que sempre adorei desde que ela foi lançada... queres melhor exemplo de "perspectiva emocional"? (*)

Se é investimento? Epa, talvez! Tendo em conta que por norma as VFR são francamente sobrevalorizadas no mercado de usados, pode ser que daqui a meia década, a consiga vender por valores próximos ou pouco abaixo do valor porque a comprei há 1 ano e 3 meses. bigsmile
Olha o caso da minha ex- BMW F800ST, que a tive durante 8 anos e acabei a vendê-la por cerca de 2500 euros menos do que o preço por que a comprei (desvalorização de 300 euros anuais... nada mau).

(*) Gostava tanto, que um certo "espanhol", sabendo dessa minha afinidade a esta mota e sem me conhecer de lado algum, veio a Lisboa uma vez e disponibilizou-me a sua VFR1200F, que acabei a não testar pelo simples facto de a coisa coincidir com um jantar aonde se meterem copos à mistura. smile

_________________________________________________

Mas já agora...

[Imagem: 5qBlmSG.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#44

Esta eu sei...

É como ter uma igual a tantas outras...e ver muitas outras tantas nos espelhos  bigsmile

Discordo de uma coisa que referes Carlos, a valorização em usada da VFR. Ou muito me engano ou a BMW foi por ser BMW...e na VFR não irá acontecer isso (recuperar essa muito valor dela, mesmo sendo usada) mas espero estar enganado e que seja "peanurs" quando isso acontecer smile

Velasquez87
Responder
#45

(19-11-2018 às 14:13)Velasquez87 Escreveu:  Discordo de uma coisa que referes Carlos, a valorização em usada da VFR. Ou muito me engano ou a BMW foi por ser BMW...e na VFR não irá acontecer isso (recuperar essa muito valor dela, mesmo sendo usada) mas espero estar enganado e que seja "peanurs" quando isso acontecer smile

Velasquez... não comprei a moto a pensar em quanto poderei vendê-la no futuro. Mas claro que se a puder vender por um preço maior, tanto melhor. smile
Mas isso dependerá também de como e a quem vendes (particular, retoma, etc.).

Concordo que ter o logo BMW foi benéfico, no caso concreto da F800ST. No entanto, a Honda também sempre foi uma marca bastante valorizada no mercado de usados português. E mais concretamente em relação às VFR, as RC36 e 46 (750 e 800), basta ver os valores porque andam a generalidade delas, muitas com mais de 15 ou até 20 anos. Chegam-se a pedir de 3,5 a 4 mil euros por exemplo, por uma 800Fi de 2000, ou seja, uma mota com 18 anos.

As 1200, ainda é cedo... mas começo a verificar que mesmo as de 1ª geração (2010 adiante), chegaram a um patamar de preço mínimo e daí não baixam muito (8500€), mesmo em particulares. E digo-te isto, porque desde há muito que tenho seguido os valores pedidos por elas  (ok, tendo em conta que valores anunciados, não quer dizer que efectivamente sejam valores reais de venda).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#46

Carlos pa... ter uma Tracer 900GT igual a tantas outras é espetacular smile

É garantia de que onde quer que vás vais ter sempre pessoas a olhar e admirar a mota. Inclusive já presenciado por membros deste forum  tong

Mas em relação ao mercado de usados, e desconhecendo a realidade das VFRs, não há melhor investimento que MT's, NC's... motas que não desvalorizam praticamente

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#47

(19-11-2018 às 15:18)dmanteigas Escreveu:  Carlos pa... ter uma Tracer 900GT igual a tantas outras é espetacular smile

Tracer GT? Qué isso? Ahhh... aquelas Tracer armadas ao "pingarelho"!!! lol devil

Não há (ainda) muitas Tracer GT... porque são ainda muito fresquinhas no mercado... logo, logo, começas a tropeçar nelas (ou então não, até porque são mais caras que a versão standard). proud

(19-11-2018 às 15:18)dmanteigas Escreveu:  Mas em relação ao mercado de usados, e desconhecendo a realidade das VFRs, não há melhor investimento que MT's, NC's... motas que não desvalorizam praticamente

O fenómeno das MT 07 e 09 é um pouco em linha com o que acontecia nos anos 90 e década de 2000 com as CB500 e Hornet 600 respectivamente (sim, eu tive uma CB500... que na época era tão igual a tantas e tantas outras também angel) . As MT acabam a ser utilitárias fiáveis e robustas, com boas prestações (na sua categoria) e preços acessíveis.
Curiosamente e em muitos casos, ainda hoje se pedem valores obscenos quer por uma CB500 como por uma Hornet 600, por exemplo.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#48

Rui pá!

Parabéns pelo meio Jazz!

Eu não sou ninguém para criticar essa mota, apenas não tenho uma porque não tenho necessidade de ter uma.
Reconheço nela umas qualidades urbanas difíceis de igualar. É uma excelente mota a meias distancias interurbanas com economia e fiabilidade.
Deixa-te andar por aqui porque embora pareça hostil, o pessoal está sempre disposto a ajudar.
Tens o PianoMan e um outro que ainda não saiu do armário que são proprietários e estão bué contentes com ela, que te podem servir de referência para futuras ajudas.
Agora falta as fotos migo.

Manda para cá umas pelingrafias do animal!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)