Primeira Moto 125cc
#21

(30-06-2015 às 12:07)Furras Escreveu:  e numa nacional com um pouco de transito dificilmente se circula a velocidades superiores...

(30-06-2015 às 12:07)Furras Escreveu:  e para a utilização cidade+nacionais chega perfeitamente, claro que não podem contar com grandes performances...

Para cidade.... totalmente de acordo. Mas em nacionais.... depende das mesmas. Por isso disse nacionais mais "abertas". Mete uma 125 4t numa nacional para o Alentejo ou na nacional para o Algarve... Ou num IP2/IP3/IP4, etc.... Medo.... muito medo!  lol

Com a agravante que uma moto a 100 Km/h, numa destas vias, ninguém respeita, e só não te fazem umas razias e não te empurram para fora, se não calhar.

Depois a limitação de uma 125 não é só ao nível da velocidade, mas também do respectivo poder de aceleração / reprise. Com um binário tão baixo, fazer uma ultrapassagem, se o outro condutor for "manhoso" e quiser brincar contigo, basta um "cheiro" de acelerador no carro, que te deixa de "calças nas mãos".

E já nem falamos de pendura.... que aí ela não anda mesmo.... mas vai-se arrastar!

Tudo isto leva a que se fartem dela em pouco tempo.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#22

(30-06-2015 às 12:30)carlos-kb Escreveu:  
(30-06-2015 às 12:07)Furras Escreveu:  e numa nacional com um pouco de transito dificilmente se circula a velocidades superiores...

(30-06-2015 às 12:07)Furras Escreveu:  e para a utilização cidade+nacionais chega perfeitamente, claro que não podem contar com grandes performances...

Para cidade.... totalmente de acordo. Mas em nacionais.... depende das mesmas. Por isso disse nacionais mais "abertas". Mete uma 125 4t numa nacional para o Alentejo ou na nacional para o Algarve... Ou num IP2/IP3/IP4, etc.... Medo.... muito medo!  lol

Com a agravante que uma moto a 100 Km/h, numa destas vias, ninguém respeita, e só não te fazem umas razias e não te empurram para fora, se não calhar.

Depois a limitação de uma 125 não é só ao nível da velocidade, mas também do respectivo poder de aceleração / reprise. Com um binário tão baixo, fazer uma ultrapassagem, se o outro condutor for "manhoso" e quiser brincar contigo, basta um "cheiro" de acelerador no carro, que te deixa de "calças nas mãos".

E já nem falamos de pendura.... que aí ela não anda mesmo.... mas vai-se arrastar!

Tudo isto leva a que se fartem dela em pouco tempo.

O teu parecer sobre as 125cc está correto e coerente, agora os outros pareceres(mais favoráveis as 125), também estão.
No meu caso, dava-me um jeitá-so ter uma 125, o meu trajecto casa-trabalho-casa, n206 ida25km+volta25km, poupava uma fortuna em gasolina(a minha está a fazer 8Lts/100km dead e seria certamente um trajecto menos duro para o físico.
Já começa a soar a cliché mas a resposta certa há questão das 125 é "depende da utilização" eheheh

Em caso de dúvida, acelere...
Responder
#23

As opiniões acerca das 125cc são coerentes e correctas, mas no fim de contas tudo depende do utilizador.
Já tive oportunidade de comprar moto maior por duas ocasiões sérias e acabei por não o fazer porque a 125 tinha inúmeras vantagens, principalmente numa utilização a sete dias por semana. Obviamente AE e IP´s não são seguros para andar com ela em viagens maiores, mas as nacionais fazem-se bem. Então se forem daquelas que é só curvas, a moto envolve-se melhor com o restante transito.
Os consumos são espectaculares e o imposto baixíssimo.
E o "fartar-se" de uma 125cc é muito relativo. Eu já me fartei da minha, deixei de me fartar, e tornei a fartar-me. No entanto, não me vejo a abdicar dela e ainda consigo divertir-me bastante. Mas já vi muita gente a fartar-se da sua 125cc, trocá-la na semana seguinte por uma maior e hoje em dia, nem anda de 125 nem de "grande", estando esta a apodrecer na garagem. E uns poucos ainda tiveram o desplante de dizer que tinham saudades da antiga quando a nova pregava partidas. Isso eu acho estranho e esquesito, porque gastaram rios de dinheiro só para ter a peça a adornar a garagem.

No fundo é mesmo isso, tudo depende do utilizador e da sua utilização rotineira.
Não é nenhum handicap. Muitas delas são extremamente versáteis e divertidas, a preços mais baixos.

Suzuki Vanvan
N2
 Picos
 Firewatcher
Passeata raiana
Responder
#24

A Hyosung Comet 125 é linda, esteticamente dá 10 - 0
à CBF 125!
Não sei é se será tão fiável e, certamente, não aguentará o mesmo valor de mercado que a Honda.
Se o valor de venda daqui a uns 4 / 5 anos não for problema, siga para a Hyosung! blink

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)