[Primeira mota] Sou maçarico, preciso de ajuda
#11

Para primeira mota eu apontava mais para baixo mas há quem compre uma R6 para primeira mota! por isso vale de tudo! lol

Mas sendo a primeira mota e sendo tu inexperiente, basta te escorregar o pé, ainda que caia parada lá tens uma despesa, quanto mais cara mais despesa tens.
Responder
#12

Boas pá! a CBF600SA também foi a minha primeira mota, e não desilude. Competente, muito versátil. tanto faz uma deslocação pequena, como viagens Grandes. Super fiável, e muito, muito fácil de conduzir.

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#13

(02-02-2019 às 22:51)Rufio Escreveu:  Ao rondar o mercado dos usados há outra mota que me chama a atenção...a BMW F800ST. É muita fruta para primeira mota?

Acredita que ontem, quando li o teu formulário, foi logo a mota que me passou pela cabeça. Ajusta-se aquilo tudo o que pretendes, com a excepção do orçamento que tens disponível.

A ST só será muita fruta, mediante a tua postura. Mas não vejo porque não possa perfeitamente prestar-se a ser uma boa escola.

Tive uma ST durante 8 anos, que vendi em Agosto de 2017, e é uma mota que deixa saudades em muitos aspectos. Apesar de declarar "só" uma potência máxima na casa das 9 dezenas de cv, tem um motor extremamente disponível e com prestações assinaláveis, sobressaindo o elevado torque de 87Nm logo às 5000rpm.

A F800ST acaba mesmo a ser uma moto que sai um pouco do usual, com soluções interessantes e que não se encontram em mais nenhuma moto daquele segmento e cilindrada (tipo de motor, quadro / motor portante, monobraço, transmissão por correia, etc.). É muito bem construída e no seu tempo já vinha de origem com malha de aço, travagem brembo, ABS, computador de bordo ou amortecedor de direcção, a par de um equipamento disponível de extras, só ao nível das outras "grandes".
É assim uma sport-tourer "light", que se presta a uma utilização muito abrangente e polivalente... e apesar de se mexer mesmo muito bem nos mais variados territórios, depois faz tudo isso com uma economia assinalável de combustível (médias de 4.5 lt/100km numa utilização regular).

A questão é que não são motos propriamente baratas. Mesmo as primeiras de 2007, ainda se encontram no mercado a valores na casa dos 4.5k a 5k euros.
Tens a irmã "S" (F800S), que acaba no fundo por ser uma ST semi-carnenada, menos equipada e com uma posição um pouco mais radical, mas com exactamente o mesmo motor, ciclística e construção da ST. E estas S encontram-se a preços, na generalidade, inferiores à ST.

[Imagem: bmw-f800-s.jpg]

Se conseguires esticar um pouco o orçamento... força nisso!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#14

Pena ser feia que doí ...... devil

"Dá-me só 10 Minutos!"
Responder
#15

E uma hayabusa?
Responder
#16

(03-02-2019 às 16:17)sat_ON_fire Escreveu:  Pena ser feia que doí ...... devil

Se ainda hoje a BMW não consegue fazer motas bonitas devil ... quanto mais há 12 anos atrás troll !

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#17

(03-02-2019 às 08:34)Tiago Rosado Escreveu:  Boas pá! a CBF600SA também foi a minha primeira mota, e não desilude. Competente, muito versátil. tanto faz uma deslocação pequena, como viagens Grandes. Super fiável, e muito, muito fácil de conduzir.

Obrigado pelo feedback da Honda.
Faz muita diferença se a CBF é de injecção ou carburador?
De injecção são as motas a partir de 2007, tendo nesse ano ambas as versões certo?


(03-02-2019 às 13:36)carlos-kb Escreveu:  
(02-02-2019 às 22:51)Rufio Escreveu:  Ao rondar o mercado dos usados há outra mota que me chama a atenção...a BMW F800ST. É muita fruta para primeira mota?

Acredita que ontem, quando li o teu formulário, foi logo a mota que me passou pela cabeça. Ajusta-se aquilo tudo o que pretendes, com a excepção do orçamento que tens disponível.

A ST só será muita fruta, mediante a tua postura. Mas não vejo porque não possa perfeitamente prestar-se a ser uma boa escola.

Tive uma ST durante 8 anos, que vendi em Agosto de 2017, e é uma mota que deixa saudades em muitos aspectos. Apesar de declarar "só" uma potência máxima na casa das 9 dezenas de cv, tem um motor extremamente disponível e com prestações assinaláveis, sobressaindo o elevado torque de 87Nm logo às 5000rpm.

A F800ST acaba mesmo a ser uma moto que sai um pouco do usual, com soluções interessantes e que não se encontram em mais nenhuma moto daquele segmento e cilindrada (tipo de motor, quadro / motor portante, monobraço, transmissão por correia, etc.). É muito bem construída e no seu tempo já vinha de origem com malha de aço, travagem brembo, ABS, computador de bordo ou amortecedor de direcção, a par de um equipamento disponível de extras, só ao nível das outras "grandes".
É assim uma sport-tourer "light", que se presta a uma utilização muito abrangente e polivalente... e apesar de se mexer mesmo muito bem nos mais variados territórios, depois faz tudo isso com uma economia assinalável de combustível (médias de 4.5 lt/100km numa utilização regular).

A questão é que não são motos propriamente baratas. Mesmo as primeiras de 2007, ainda se encontram no mercado a valores na casa dos 4.5k a 5k euros.
Tens a irmã "S" (F800S), que acaba no fundo por ser uma ST semi-carnenada, menos equipada e com uma posição um pouco mais radical, mas com exactamente o mesmo motor, ciclística e construção da ST. E estas S encontram-se a preços, na generalidade, inferiores à ST.

Se conseguires esticar um pouco o orçamento... força nisso!

Obrigado pela ajuda. Entre a CBF ou a F800ST prefiro de caras a BMW, acho-a muito bonita.
No mercado dos usados existem duas ST abaixo dos 5.000€ não muito longe de minha área de residência.
Com um orçamento a rondar os 4.000 acho que não será por aí que não farei negócio.

Outra coisa que ainda também não tenho muito bem a noção são os custos associados à mota. Manutenções, IUC, seguros...faz muito diferença entre CBF e a F800? O IUC da BMW é mais do dobro que na Honda ou vi mal?
Responder
#18

Outra coisa que ainda também não tenho muito bem a noção são os custos associados à mota. Manutenções, IUC, seguros...faz muito diferença entre CBF e a F800? O IUC da BMW é mais do dobro que na Honda ou vi mal?
[/quote]

Yap! apartir de 750cc sao 127€ +/- ....o da CBF fica-te pelo 56 +/- ....

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#19

[/quote]

Obrigado pelo feedback da Honda.
Faz muita diferença se a CBF é de injecção ou carburador?
De injecção são as motas a partir de 2007, tendo nesse ano ambas as versões certo?

[/quote]

Recomendo sempre de injecção. Tendem a ser mais económicas. E pessoalmente são mais bonitas. As de injecção têm as entradas de ar nas carenagens laterais... e o motor também difere
[Imagem: MZsNAnp.png]

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#20

Boa noite pessoal

Venho cá dar o feedback da minha situação, sei que estavam todos desejosos de saber bigsmile

Chegou finalmente o dia de comprar mota. Na semana passada passei no exame de condução na XJ6 com 20 anos que não me deixava à vontade por ser bruta e pesada para este tenrinho. Só a apreciava em estrada aberta.

Nestes últimos tempos corri stands, olx, custojusto, etc...pensei em diversas motas, alterei várias vezes o orçamente estipulado.
Pensei em todos os vossos conselhos e decidi comprar uma mota amada por todos sem excepção

A minha primeira montada é uma Benelli BN251 tong

É de abril do ano passado, tem 4800km (já está em fim de vida) e ficou-me por 2600 €.
Não é o que tinha pensado inicialmente mas decidi começar por uma coisa mais básica que permita erros de novato mas que se desenrascasse minimamente bem em AE.

Eu sei que não vale nada e deita fumo pelo escape, perde parafusos mas é super fácil de conduzir para alguém sem experiência como eu.
Hoje fiz cerca 100km nela e cheguei a casa com um sorriso de orelha a orelha.

Pronto, agora já podem desancar aqui o tenrinho dead
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)