Primeira mota - "para partir"
#1

DONO 
- Tipo de CARTA DE CONDUÇÃO: a tirar A
- Altura: 1.89
- Peso: 103kg
- Idade: 28
- Pendura (S/N): Não gosto/Raro
- Será 1ª moto (S/N): Sim

MOTO 
- Estilo preferido: Naked/Adv
- Custo (em euro): 1500 - 2000
- Nova/Usada: Usada

PERCURSO 
- Regularidade (diario, semanal, mensal): Diário
- Tipo de estrada: Tudo
- Numero aproximado de KM: ~40km diários

RESUMO: 
Boas malta,
Já no tópico de apresentação disse que o jeitinho para conduzir não era muito, e a experiência é quase nula. Estou a acabar de tirar a categoria A.
A ideia inicial era comprar uma mota que me durasse algum tempo, neste momento a situação alterou-se pois com as aulas tenho vindo a aperceber-me que mais tarde ou mais cedo vou cair, vou cometer alguns erros. Portanto agora procuro uma mota para aprender aquilo que não deu nas aulas (poucas aulas para quem nunca andou de mota), uma mota que quando tiver um raspão não me faça ter que abrir os cordões à bolsa de novo, quero uma mota "para partir" resumidamente, daí um orçamento baixo. Só depois sim comprar uma mota nova.
Devido à pouca experiência, também não sei ver os negócios das usadas, os factores mais importantes. Agradecia alguma ajuda neste campo

Cumprimentos,
Responder
#2

Boas

Sv650 das primeiras
Cb500 das primeiras
Xj600 diversion ou N

Todas máquinas confiáveis para "partir" por esse preço...
Já não desvalorizam...e sempre consegues obter experiência
Responder
#3

Boa noite.

Yamaha XJ6

Suzuki GS 500

Honda CB500F

Honda CB 500 - das antigas.

Tenho uma Honda CB500 de 1999, é a minha primeira mota e tenciona mantê-la por muitos anos. É I-N-C-R-Í-V-E-L cool
Adoro conduzir a mota e já tenho tido muito bons momentos com ela. Tenho os cuidados normais como guarda-la num sítio abrigado, as revisões normais, lubrifico a corrente de vez em quando e ainda a semana passada fui de Espinho a Faro com ela, andei por lá e voltei [cerca de 1200 kms] e não me deixou mal, nem uma vez.

Aconselho a qualquer um, tem sido uma ótima professora!

Um grande abraço e boa sorte nas escolhas, já sabes que se escolheres Honda ficas sempre melhor servido tong cool Brincadeira ahah
Responder
#4

Boas pessoal,

Primeiro que tudo obrigado pelas sugestões e dicas.
Sinceramente, não tenho nada contra a marca, mas as Suzuki que sugeriram não me dizem nada. Acredito que sejam boas motas, mas parece que não me tansmitem nada, não gosto...

A que mais gostei das sugestões foi a CB 500, e quase decerteza que vai ser essa a escolha. Agora, sobre esta mota especificamente e porque vou comprar usada:
- É normal pedirem ~2000€ (pra cima) por uma mota com 20 anos?
- Há alguns anos de fabrico que devo evitar?
- Quais as características que devo ter mais atenção quando analiso anúncios? (pergunto isto porque vejo CB500 com 20 anos e 40mil Km... estranho. É fácil alterar a kilometragem desta mota?)
- Quais as características que devo ter mais atenção quando for ver a mota?

Perguntas de quem é novato nisto, agradeço as ajudas.

Cumprimentos,

EDIT1: - O que é ser limitada a 25Kw apenas no livrete?
Responder
#5

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  CB500 com 20 anos e 40mil Km... estranho. É fácil alterar a kilometragem desta mota?
Só te posso ajudar com esta: tanto quanto sei os odometros das CB500 (e outras da altura) apenas contam até aos 99.999km... portanto uma mota com 40.000km poder ter esses como pode ter 140.000 ou 240.000 ou... a imaginação é o limite.
Responder
#6

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  - É normal pedirem ~2000€ (pra cima) por uma mota com 20 anos?

Normal é, porque a especulação em torno do preço dos usados, em Portugal, atinge contornos dignos de estudos científicos! No entanto pura e simplesmente não valem isso.
Uma CB500 em 1996 / 1997 custava 5250 euros. Se te pedem 2 mil, mais de 20 anos depois, vê bem o quanto esta mota (não) desvalorizou. É anedótico.
Tive uma de 1996, que vendi em 2007, com 123 mil km, por 1700 euros (ainda não existia esta vaga de loucura em torno do valor dos usados)... e achei que foi justamente vendida por aquilo que ela valia.

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  - Há alguns anos de fabrico que devo evitar?

As primeiras (de 1994 a 1997) eram made in Japan e deram algumas chatices em relação ao tensor da corrente da distribuição. Situação que praticamente em todas foi resolvida ao abrigo das respectivas garantias nos primeiros dois anos.
Os modelos de 1998 adiante, começaram a ser made in Italy, montadas na fábrica da Honda em Atessa. Distinguem-se facilmente por terem disco traseiro, bombas e pinças brembo douradas (as "japonesas" são Nissin) e mais umas pequenas diferenças supérfluas nos comandos, óptica frontal, piscas e manetes... de resto é tudo igual. Ainda assim é sempre preferível optares pelas que têm disco traseiro, precisamente pela maior eficiência de travagem (ou seja, 1998 adiante).

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  - Quais as características que devo ter mais atenção quando analiso anúncios? (pergunto isto porque vejo CB500 com 20 anos e 40mil Km... estranho. É fácil alterar a kilometragem desta mota?)

Aquela que foi minha, vendi-a com 123 mil kms, em 2007, como te disse (estava a marcar 23.000, por já ter "dado a volta" no odómetro analógico).
Há tempos apareceu aqui no fórum um user com dúvidas acerca de uma CB500 que tinha visto num anuncio... colocou o link e eu ao abrir o dito... voilá! Eis que era a minha ex-CB500, que estava à venda em Águeda, anunciada como tendo somente 32 mil kms (jurando a pés juntos o vendedor que eram reais... sim, eu contactei-o só numa de "colher nabos da picara").
Portanto como podes ver, é fácil numa mota com essa idade (ainda mais com odómetro analógico), aldrabar facilmente quilometragens. Acima de tudo atenta nos indícios que a mesma pode dar acerca de como, quando e quanto foi usada.

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  - Quais as características que devo ter mais atenção quando for ver a mota?

Este tópico pode ajudar-te:
https://motonliners.pt/topico-mecanica-c...e-uma-moto

Edit: Se quiseres mesmo uma CB500, mas privilegies um pouco mais de conforto e protecção aerodinâmica, tens a versão S (mais raras), que têm uma pequena semi-carenagem, que pode ajudar em tiradas mais prolongadas.

Honda CB500S

[Imagem: bo3WywT.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#7

(24-07-2019 às 14:21)dNAZkO Escreveu:  - Quais as características que devo ter mais atenção quando for ver a mota?

Pagas um almoço ao Ferro e ele descobre-te tudo sobre a mota. lol

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder
#8

Numa cb500 não consegues ..

Aliás, diria que todas teem mais kms
Responder
#9

(23-07-2019 às 13:08)Velasquez87 Escreveu:  Boas

Sv650 das primeiras
Cb500 das primeiras
Xj600 diversion ou N

Todas máquinas confiáveis para "partir" por esse preço...
Já não desvalorizam...e sempre consegues obter experiência

se tua opção for para diversion, podes ver a minha quando quizer.
Responder
#10

Boas malta,

Estou completamente convencido, será a CB 500 (pós '97), estes dias tem sido só pesquisas sobre esta mota, toda a gente diz que tem tudo para ser uma óptima primeira mota, vai funcionar penso eu.
Agora a minha reticência prende-se mesmo só com os 2000€ por uma mota com mais de 20 anos, que pelo que tenho lido pode ser como jogar à roleta a sua compra, porque não se sabe bem a kilometragem dela.
Para uma pessoa que não percebe nada disto como eu, facilmente pode ser enganado, e passado um mês a mota ter que ir para o estaleiro com falta disto e daquilo. Para evitar esta situação qual é a vossa opinião, pago o almocinho a alguma alma caridosa que perceba do assunto e venha comigo? Ou atiro-me de cabeça com a minha intuição?

Já agora, se tiverem conhecimento de bons negócios de CB500 avisem pff.

Cumprimentos,
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)