[Primeira mota] Moto usada/2 cilindros/500-700cc/3000-4000€
#11

Mas se queres um twin.... e se não gostas da SV...., não queres subir um pouquinho a cilindrada? E com o teu orçamento consegues ir buscar uma BMW F800S (com 4000 euros já encontras unidades de 2006). É um pouquinho mais potente (85cv), mas nada que a torne inconduzível, mesmo por um iniciante.

E ficas com um moto com soluções "exclusivas", ao nível do motor, ciclística e transmissão, com umas prestações interessantes e uma economia assinalável, face ao restante, no mercado.  blink

[Imagem: 2727197237_dc2343a3ac.jpg]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#12

(20-11-2014 às 13:39)carlos-kb Escreveu:  Mas se queres um twin.... e se não gostas da SV...., não queres subir um pouquinho a cilindrada? E com o teu orçamento consegues ir buscar uma BMW F800S (com 4000 euros já encontras unidades de 2006). É um pouquinho mais potente (85cv), mas nada que a torne inconduzível, mesmo por um iniciante.

E ficas com um moto com soluções "exclusivas", ao nível do motor, ciclística e transmissão, com umas prestações interessantes e uma economia assinalável, face ao restante, no mercado.  blink

[Imagem: 2727197237_dc2343a3ac.jpg]
Obrigado pela sugestão. Sem dúvida que será uma moto muito interessante. E do que estive a ver, como bem referiste os consumos são bastante bons tendo em conta o animal.

Mas considero as BMW sobrevalorizadas no mercado de usados. Para o segmento, acho 4000€ demasiado por uma moto com 8 anos. Por 4000€ vou buscar uma ER6 ou uma XJ6 de 2010.
Mais depressa esticava o orçamento para uns 5000 e pouco para ir buscar uma F800 R de 2009/2010 (Acho essa moto fantástica  cool )

Mas também não queria dar tanto para uma primeira moto, dai que queria gastar uns 3000 e tal, e depois daqui a uns anos logo trocava novamente.
Responder
#13

Não falei na F800R logicamente por ser mais recente, e consequentemente, mais cara, nas unidades que se encontram em mercado, derivado de serem de anos mais recentes. Mas se queres uma naked e podes esticar o orçamento.... why not? A F800R tem o mesmo motor twin de 2 cilindros "e meio" lol da ST/S/GT/GS. Em relação às outras estradistas da serie F, para mim, apenas peca por ter uma transmissão convencional por corrente.

As BMW são sobrevalorizadas.... é verdade.... mas isso funciona no acto da compra.... e no acto da venda (para quando a queiras trocar blink ).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#14

(20-11-2014 às 15:06)Fat Mike Escreveu:  
(20-11-2014 às 13:39)carlos-kb Escreveu:  Mas se queres um twin.... e se não gostas da SV...., não queres subir um pouquinho a cilindrada? E com o teu orçamento consegues ir buscar uma BMW F800S (com 4000 euros já encontras unidades de 2006). É um pouquinho mais potente (85cv), mas nada que a torne inconduzível, mesmo por um iniciante.

E ficas com um moto com soluções "exclusivas", ao nível do motor, ciclística e transmissão, com umas prestações interessantes e uma economia assinalável, face ao restante, no mercado.  blink

[Imagem: 2727197237_dc2343a3ac.jpg]
Obrigado pela sugestão. Sem dúvida que será uma moto muito interessante. E do que estive a ver, como bem referiste os consumos são bastante bons tendo em conta o animal.

Mas considero as BMW sobrevalorizadas no mercado de usados. Para o segmento, acho 4000€ demasiado por uma moto com 8 anos. Por 4000€ vou buscar uma ER6 ou uma XJ6 de 2010.
Mais depressa esticava o orçamento para uns 5000 e pouco para ir buscar uma F800 R de 2009/2010 (Acho essa moto fantástica  cool )

Mas também não queria dar tanto para uma primeira moto, dai que queria gastar uns 3000 e tal, e depois daqui a uns anos logo trocava novamente.

É verdade, já ponderaste uma XJ6 Diversion? Pelo que tenho visto, falam muito bem delas.
Responder
#15

OFFICER Escreveu:É verdade, já ponderaste uma XJ6 Diversion? Pelo que tenho visto, falam muito bem delas.

É tetracilíndrica! lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#16

Eu sei que ele referiu bi-cilindrica, mas porque não uma tetra?
Responder
#17

(20-11-2014 às 15:41)carlos-kb Escreveu:  Não falei na F800R logicamente por ser mais recente, e consequentemente, mais cara, nas unidades que se encontram em mercado, derivado de serem de anos mais recentes. Mas se queres uma naked e podes esticar o orçamento.... why not? A F800R tem o mesmo motor twin de 2 cilindros "e meio"  lol da ST/S/GT/GS. Em relação às outras estradistas da serie F, para mim, apenas peca por ter uma transmissão convencional por corrente.

As BMW são sobrevalorizadas.... é verdade.... mas isso funciona no acto da compra.... e no acto da venda (para quando a queiras trocar blink ).
Porque tenho receio de a danificar. Deixar ir ao chão e outras coisas.
Quanto menos dinheiro gastar na moto, menos aperto no coração me vai dar quando partir o pisca, amolgar o escape ou o depósito, partir o retrovisor, e essas coisas.  lol

Já agora, posso estar a fazer uma pergunta parva, mas porque mencionaste "2 cilindros e meio"?

(20-11-2014 às 15:56)OFFICER Escreveu:  É verdade, já ponderaste uma XJ6 Diversion? Pelo que tenho visto, falam muito bem delas.
Já ponderei (gosto bastante da XJ6n) mas tenho ideia que gasta considerável mais (uns 6l/100kms?) que as típicas dois cilindros (3,5-4 litros/100kms). A manutenção também será mais cara (velas ?). E para um recém encartado, talvez uma 2 cilindros seja mais manobrável a baixa velocidade.

Pelo menos é a ideia que tenho. Admito que posso estar redondamente enganado.
Responder
#18

Estás ligeiramente enganado. Para teres ideia, eu tenho um dinossauro a que chamo mota e faço consumos de 4.5 litros (é uma XJ 600 S Diversion).

O carlos-kb faz consumos de 4.5/5 na F800ST dele, certo Carlos?

Agora, vamos a outros dados:

XJ6 (todas desde 2010) http://www.spritmonitor.de/en/overview/53-Yamaha/685-XJ_600.html?constyear_s=2010&constyear_e=2014&powerunit=2

Suzuki SV650 (todas) http://www.spritmonitor.de/en/overview/4...owerunit=2

F800 (todas) http://www.spritmonitor.de/en/overview/6...owerunit=2

A XJ6 marca consumo médio de 5.39L, as SV650 tem consumo de 5.20L e as F800 consumo de 4.5L. Como vês, a diferença de uma tetra para bi, não é assim tanta.

Quanto a manutenção, actualmente nestas motas arrisco a dizer que a grande diferença é ter que comprar mais duas velas lol
Responder
#19

Fat Mike Escreveu:Mais depressa esticava o orçamento para uns 5000 e pouco para ir buscar uma F800 R de 2009/2010 (Acho essa moto fantástica  cool )

Mas também não queria dar tanto para uma primeira moto, dai que queria gastar uns 3000 e tal, e depois daqui a uns anos logo trocava novamente.

Quando andei à procura da minha "naked" essa F800R aparecia à venda "aos pontapés" e por valores relativamente pouco comuns para BMW, de tão "baixos", o que me deixou de pé atrás. E depois de ler um bocado sobre ela deixei-a mesmo de parte.

Mesmo em questão de estética não acho que fique a dever nada à beleza e isto agora já num registo mais pessoal, claro. blink

Fat Mike Escreveu:Porque tenho receio de a danificar. Deixar ir ao chão e outras coisas.
Quanto menos dinheiro gastar na moto, menos aperto no coração me vai dar quando partir o pisca, amolgar o escape ou o depósito, partir o retrovisor, e essas coisas.  lol

Não vás por aí. Uma naked relativamente recente tem o centro de gravidade bastante baixo o que é bem mais importante do que o peso.

Temos praticamente a mesma altura e peso e digo-te, de n00b1e para n00b blink , que segurar estas motas até ao "ponto de não retorno" é relativamente fácil. Depois desse "ponto" nem o Arnie "I'll be back!..." Schwarzenegger o consegue por isso também não é por aí.

Desde que haja umas botinhas apropriadas, daquelas com sola de borracha que se segurem bem no chão, e um bocadinho da mioleira a funcionar a coisa faz-se. blink

Fat Mike Escreveu:É verdade, já ponderaste uma XJ6 Diversion? Pelo que tenho visto, falam muito bem delas.

Já ponderei (gosto bastante da XJ6n) mas tenho ideia que gasta considerável mais (uns 6l/100kms?) que as típicas dois cilindros (3,5-4 litros/100kms). A manutenção também será mais cara (velas ?). E para um recém encartado, talvez uma 2 cilindros seja mais manobrável a baixa velocidade.

Pelo menos é a ideia que tenho. Admito que posso estar redondamente enganado.


Tens aqui os consumos da minha "tetra" tendo em conta que a minha condução é 95% em cidade, com 95% de factor divertimento e os restantes 5% em factor "cagaço". Ou seja esticadelas,(zinhas) porque as avenidas são curtas, de 2ªs são algo frequentes e hipermilling nunca entra em consideração.

[Imagem: Screenshot_2014_11_20_16_29_54_01.png]

E descarta ali o consumo max e min porque numa reparação que tive as médias foram todas à viola entre o que que deposito tinha à chegada e depois o que lá estava quando a fui buscar. smile

Quanto à maneabilidade...
Bem...

Ali o amigo Rod bem se vê ás aranhas com a sua R1 atrás da minha CB(zinha) de cada vez que chegamos a um semáforo e eu começo a "furar" caminho por entre os carros quase como se estivesse montado num aspirador daqueles semi-portáteis... blink

Ou seja, bi, tri ou tetra, e dentro da minha "noob1ce" mais do que assumida, quanto a mim conta muito pouco para a maneabilidade. Bem mais importante será a adequação da mota à pessoa em termos físicos, o equilíbrio do conjunto e a elasticidade de motor onde quanto mais linear melhor para n00b1es como nós. blink

O resto é só uma questão de prática, nada que uns meses a passear em Lx no meio da barafunda não resolvam... blink

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder
#20

Fat Mike Escreveu:Porque tenho receio de a danificar. Deixar ir ao chão e outras coisas.
Quanto menos dinheiro gastar na moto, menos aperto no coração me vai dar quando partir o pisca, amolgar o escape ou o depósito, partir o retrovisor, e essas coisas.  lol

É verdade que elas não foram feitas para cair.... e tão verdade é também que um iniciante terá à priori, maiores probabilidades de espetar com ela no chão.
Ainda assim depende tabém do cuidado e esmero de cada um.
Senão, todos começariam com uma CG125.  smile

Fat Mike Escreveu:Já agora, posso estar a fazer uma pergunta parva, mas porque mencionaste "2 cilindros e meio"?

lol Foi apenas uma pequena brincadeira, relacionada com as características peculiares do dito motor BMW/Rotax que equipa a serie F da BMW. Atrás quando referi que é um motor de soluções exclusivas, não o fiz em vão. A concepção deste motor sai daquilo que é o comum num twin em linha "tradicional", e é isso que lhe dá a exclusividade, comportamento e sonoridade tão característica. Apesar de trabalhar com dois êmbolos, à semelhança dos demais, a diferença reside em que, neste motor, os mesmos estão sincronizados e trabalham "ao mesmo nível", ao passo que num outro qualquer motor comum, os êmbolos trabalham desfasados e alternados (um em cima e o outro em baixo), para proporcionar o contra-balanço à cambota. No twin das F800 o contrabalanço é conseguido recorrendo a uma terceira biela, ligada a um veio de equilíbrio horizontal. Este sistema permite assim reduzir de maneira muito substancial as comuns vibrações naturais de um motor de 2 cilindros, e dando-lhe uma sonoridade completamente diferente.
Daí que, por brincadeira, um motor de 2 cilindros, mas com 3 bielas, charmar-lhe de dois cilindros e "meio".   lol

[Imagem: BMW_F800_balance_3.jpg]

[Imagem: 09BMW_F800GS_engine_imge.jpg]

[Imagem: motor01.jpg]

Quer a Ducati, como a Yamaha já recorreram a este sistema de equilibrio do motor. A Triumph e a Norton também conceberam motores usando sistemas semelhantes.

Fat Mike Escreveu:
OFFICER Escreveu:É verdade, já ponderaste uma XJ6 Diversion? Pelo que tenho visto, falam muito bem delas.
Já ponderei (gosto bastante da XJ6n) mas tenho ideia que gasta considerável mais (uns 6l/100kms?) que as típicas dois cilindros (3,5-4 litros/100kms). A manutenção também será mais cara (velas ?). E para um recém encartado, talvez uma 2 cilindros seja mais manobrável a baixa velocidade.

Pelo menos é a ideia que tenho. Admito que posso estar redondamente enganado.

A questão de um 4 cilindros de 600cc, ainda mais de cariz utilitário, não é tanto o que gasta a mais (que no fundo acaba por não gastar), mas a falta de carácter destes motores, com um binário relativamente contido (na casa dos 55/60Nm), com a agravante da sua entrega ocorrer a regimes de rotação mais elevados, tornado a moto pouco entusiasmante nos principais e mais utilizáveis médios regimes.
E neste campo, uma qualquer SV ou ER-6 é francamente mais divertida que uma 4 cilindros tipo XJ6 ou CBF.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)