Primeira mota carta A2 - Hyosung GD250R
#1

DONO 

- Tipo de CARTA DE CONDUÇÃO: A2
- Altura: 1,80
- Peso: 70
- Idade: 22
- Pendura (S/N): Sim
- Será 1ª moto (S/N): Sim

MOTO 

- Estilo preferido: Desportiva
- Custo (em euro): 2500
- Nova/Usada: Usada

PERCURSO 

- Regularidade (diario, semanal, mensal): Uso diário
- Tipo de estrada: Cidade 
- Numero aproximado de KM: 30 diários 

RESUMO: 

Bem malta, tenho andado a ver algumas motas dentro do meu orçamento e apaixonei-me pela Hyosung GD250R, existe uma á venda no mercado, usada de 2017 praticamente nova, o único motivo pelo qual ainda não fui buscar a mota são os 28.000KM que a mota tem em apenas 2 anos, parece-me demasiado para os anos que a mota tem.

[Imagem: 6000000001.jpg]
Responder
#2

Alguém que lhe deu uso.
Não conheço a mota em questão mas, de forma genérica, trinta mil quilómetros numa mecânica actual é pouco.
Ou seja, se a mota aparenta ter sido bem cuidada, tens mota para fazer mais kms sem grandes problemas.
Responder
#3

Sendo que na 07 tenho 64.000km em 4 anos, acho que ando a usar demasiado a mota
Isso só significa que quem teve a Mota ou usava bastante a Mota em lazer ou usava como veículo diário, de qualquer forma não é de estranhar.
Agora a Mota em questão não comprava, com 2500€ já compras uma cbr600f. São antigas, mas motas de guerra.

Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk

V
Responder
#4

(20-06-2019 às 12:28)pedromt07 Escreveu:  Sendo que na 07 tenho 64.000km em 4 anos, acho que ando a usar demasiado a mota
Isso só significa que quem teve a Mota ou usava bastante a Mota em lazer ou usava como veículo diário, de qualquer forma não é de estranhar.
Agora a Mota em questão não comprava, com 2500€ já compras uma cbr600f. São antigas, mas motas de guerra.

Enviado do meu SM-G935F através do Tapatalk

Acredito que a fiabilidade da yamaha e da hyosung não seja de todo a mesma ahaha, quanto á cbr 600f, gosto mas não quero começar por ai
Responder
#5

(20-06-2019 às 05:16)LoneRider Escreveu:  Alguém que lhe deu uso.
Não conheço a mota em questão mas, de forma genérica, trinta mil quilómetros numa mecânica actual é pouco.
Ou seja, se a mota aparenta ter sido bem cuidada, tens mota para fazer mais kms sem grandes problemas.
Sim, sem dúvidas, a mota segundo o dono não tem um único risco e as revisões sempre feitas atempadamente. Inclusive tenho mais 2 amigos com esta mota apesar de um deles já ter tido que refazer o motor com muito menos quilometragem que esta muito provavelmente devido ao mesmo não ter muita preocupação com a manutenção da mota.
Responder
#6

28 mil kms em 2 anos parece-te muito? Da 14 mil kms por ano, o que não é nada de especial. 20 mil em menos de um ano meti eu numa 125cc a usar 90% em viagens casa trabalho em dias que não chovesse torrencial. Preocupa-te mais com aquelas que têm 10 anos e 20 mil kms feitos, principalmente se o odômetro for analógico...
Responder
#7

(20-06-2019 às 19:02)dmanteigas Escreveu:  28 mil kms em 2 anos parece-te muito? Da 14 mil kms por ano, o que não é nada de especial. 20 mil em menos de um ano meti eu numa 125cc a usar 90% em viagens casa trabalho em dias que não chovesse torrencial. Preocupa-te mais com aquelas que têm 10 anos e 20 mil kms feitos, principalmente se o odômetro for analógico...
Pois, se calhar estou mesmo com uma visão errada, penso que pelo preço ( negociei até aos 1800) não arranjo nada a este preço/qualidade. A estética da mota é o que mais gosto mesmo
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)