[Primeira mota] 125 cc ou maior?
#11

Ok, penso que já tenho uma ideia do que falas. Mas fica combinada essa explicação Luís. smile
Abraço

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#12

(22-05-2017 às 22:08)vindaloo Escreveu:  Engraçado conseguires manter o contacto com os teus ex alunos.

Eu não faço já puto de ideia de quem foram os meus instrutores, se passar por eles na rua já não os conheço...

Bem ou mal, sempre vi a escola de condução como um meio para atingir um fim, e não deixou nem saudades nem más recordações.

Ainda hoje mantenho contacto com o meu instrutor de mota e por vezes ainda vejo o de carro. Mas como estou "pelo meio", é normal lol
Responder
#13

Eu tive dois instrutores.... eram irmãos e os donos da escola de condução.

Ele, um gajo obeso e enorme, que de tão grande, só conseguia dar aulas de condução num Ford Maverick e com o banco todo puxado atrás....
.... Ela, uma gaja com tudo no sítio, com um um corpinho todo xpto e aquele ar bonitinho e compostinho de "menina que não parte um prato" (que nunca tive possibilidade de saber se era apenas aparência ou não lol).... e as aulas eram dadas num Corsa.

As aulas de mota (que foram apenas duas, visto eu já andar de 50cc), foram dadas a solo.... do tipo "vai dar uma volta até te fartares, e se a polícia te vir e mandar parar, diz que te perdeste do carro de instrução bigsmile ".  

Findo o período de instrução e aprovação no exames, nunca mais os vi.... e nem sei se essa escola de condução ainda existe.
Responder
#14

Boas

Tens a melhor 125 do mercado, que foi também uma das opções que coloquei em cima da mesa na altura de aquisição agora recentemente mas não queria dar tanto €€ por uma 125.
 É uma mota que tem umas suspensões e travões brutais que permite umas curvas à séria (um amigo meu tem uma e aquilo curva mesmo nas horas!)

Anda com ela, experimenta-a nesse ambiente em que agora a vais utilizar e depois tiras as tuas conclusões smile

Boas curvas
Responder
#15

(22-05-2017 às 20:36)chiconess Escreveu:  (...)

Encontrei um bom negócio e comprei uma KTM Duke 125, e estou maravilhado com ela. Dou umas voltas nela quase todos os dias para treinar (em ambiente fechado  angel), e simplesmente ADORO. Não vejo a hora de poder andar com ela numa base diária...

Mas aqui é que vem o problema... Moro em Oeiras e trabalho na Expo. Ir e voltar todos os dias do trabalho são mais de 60km, quase sempre em auto estrada e tenho medo de 125cc ser curto e não me sentir seguro. De malta que conheco e percebe diz que o ideal seria uma 250cc/300cc. São igualmente boas para começar e sempre tem um bocadinho mais de punho como margem de segurança. 

(...)

Se já a tens fica com ela por uns tempos. Muda é o percurso que isso em AE é perigoso.
Não necessariamente por ti mas mais pelos "empurrões" (dos outros) a que se propicia.

Marginal com ela. Ou por "dentro", por Paço de Arcos e Caxias até ao Estádio onde podes reentrar na Marginal evitando assim a zona normalmente mais complicada da chegada ao Alto da Boa-Viagem.
Pois, se tens horários "9 to 5" e tendo em conta as filas habituais da "hora de ponta" na A5,  nem deves perder assim muito tempo ao não usares a AE. E até te divertes bem mais ;-)

Boas curvas,
\/

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)