Por onde se começa a restaurar uma mota?
#31

É possível fazer dessa forma, mas no alumínio vai dar um efeito espelhado.

Se quiseres ter um efeito polida, mas sem ser espelhado, mas igualmente com brilho, vais ter que dar ao braço e esfregar tu próprio.

A minha CB 350 foi polida manualmente no motor e prefiro o aspeto mais vintage que dá.
Responder
#32

A escova vai limpar.
Uma primeira passagem com uma destas de aço e salta tudo. Só que em alguns tipos de fundição fica as manchas se for aplicada força pois é bastante abrasiva.

Para não ficar com esse efeito há umas de latão.
Só que essas ficam depiladas rapidamente.

Para ficar polido (efeito espelhado) usa-se umas pontas pontas que parece um tampax!
E aplica-se uma massa própria.

Enviado do meu LG-D855 através de Tapatalk

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#33

Caro Lone, para removeres a grande parte da ferrugem aconselho-te a fazê-lo quimicamente e peça a peça pois obtens resultados imediatos e sem destruição de outros elementos como seria de prever com decapagem mecânica.

Podes utilizar os da wurth que são isentos de ácidos (com ácidos seria mais rápido mas tb mais perigoso).

Podes usar ácido muriatico, é simples fácil e indolor desde que não lhe toques.

Agora a sério, as vantagens de utilizar os removedores comerciais em vez dos ácidos, é que os removedores após a remoção deixam uma película protectora que impede que a oxidação comece logo a aparecer. Com ácidos tens obrigatoriamente que passar as peças por bastante água, antes que a peça fique seca já vai ter pontos de corrosão.

A CIN tinha o Remocin (à base de ácido) até à bem pouco tempo, mas foi descontinuado. Era muito bom, removia e fazia posterior protecção. É natural que se arranje umas garrafas em revendedores.
Responder
#34

Jacto de vidro...perfeito, rapido, barato...já o fiz muitas vezes e recomendo...depois, anodizas as peças, se quiseres até a anodizaçãi pides fazer em casa, é barato e muito facil.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#35

Boas;
Nas peças de aço podes bem usar a sugestão do Dfelix, no alumínio é melhor usar um processo mais cauteloso.
Se o motor está completo e o problema é meramente desgaste interno e elevado consumo de óleo, eu pessoalmente sou sempre a favor de manter o motor de origem. No fim de reparado fica como novo, logo para mais 100 000!!
Responder
#36

Johnny pá!

O motor está completo e trabalhava até os ratos terem destruído o sistema eléctrico.

Suponho que para além dos consumíveis, terá que se rectificar cilindros e cabeça/distribuição, guias das válvulas e ver o desgaste de outras peças como os carretos da caixa.

Sobre a limpeza estou à procura de um produto que me permita ser eu a limpar e "puxar o lustro a essas peças"
Sobre um meio mecânico se for a boina para puxar o brilho.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#37

Fazes bem em recuperar a tua Honda clássica. Sempre é da marca "certa"!!! bigsmile

[Imagem: kkGQIKb.jpg]
Responder
#38

Boas;
Então deixa-te de ideias, repara o motor!!
Para quê arranjar outro motor que pode também estar gasto quando podes reparar o teu decentemente e ficas com a moto completa como veio do Japão ou de Itália!!
Matching numbers!!
Responder
#39

(08-09-2017 às 22:55)dfelix Escreveu:  Eu tive um problema do género ao restaurar um mini moke.

É que ainda por cima o fundo do autocolante é prateado...

Consegui numa casa na Malveira que um habilidoso reproduzisse um muito idêntico com duas camadas sobrepostas em vinil.

Portanto...nada é impossível.

Enviado do meu LG-D855 através de Tapatalk

esta conversa me interessa quando deixo de ver uma Motoesa para ver uma Maxi Puch que é como chamava no Brasil.

[Imagem: tLIarf8.jpg]

a parte que aparece cinzenta do emblema "PUCH" é assim em prateada, como se a impressão fosse em fita de alumínio.
ainda tens o contacto do Sr. na Malveira?
obrigado
Responder
#40

(13-09-2017 às 18:54)LoneRider Escreveu:  Johnny pá!

O motor está completo e trabalhava até os ratos terem destruído o sistema eléctrico.

Suponho que para além dos consumíveis, terá que se rectificar cilindros e cabeça/distribuição, guias das válvulas e ver o desgaste de outras peças como os carretos da caixa.

Sobre a limpeza estou à procura de um produto que me permita ser eu a limpar e "puxar o lustro a essas peças"
Sobre um meio mecânico se for a boina para puxar o brilho.

LoneRider não sei se tens tempo, mas com relação a polimentos há um farto material dos Zucas, alguns de nada serve e até mesmo há aqueles que todos nós já sabemos.
entretanto um dia destes fui ao MaxMat e vi quites de polimentos com umas tais barras azuis e umas brancas muito mencionadas nestes videos.
a pouco tempo comprei pelo ebay uma veo flexível para berbequim muito interessante.
esta fixa tem em uma extremidade um mandril como no berbequim e assim podemos acoplar escovas neste e assim facilitar as manobras de polimento mecânico.

[Imagem: LezJl06.jpg]

há destes para os mini berbequins também conhecidos como drill ou para os normais, o qual comprei no ebay.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)