[Personalidades do Motociclismo] Shozo Kawasaki
#11

(03-04-2019 às 11:31)Johnny_1056 Escreveu:  Algo que muito admiro na cultura japonesa.

Aquele departamento de design bem que poderia absover a sério a cultura e aplicar um valente seppuku...

[Imagem: 200.gif]

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#12

Boas;

Carlos-kb, também tenho algum fascínio pela história das marcas e dos que desempenharam papéis fulcrais. Infelizmente, no mundo automóvel as coisas há muito que se desvaneceram, resta saber quanto tempo resistirá no das motos...

Dfelix, não vás por aí!! Todas as marcas andam a produzir m#rda, e muita pior que a Kawasaki.
Toda a gente critica a H2, eu adoro a moto. Só tenho pena de não encontrar uma a preço de saldos porque o dono não aguentou mais olhar para ela. smile
Responder
#13

Isto da estética da H2 faz lembrar um bocado a história da Hayabusa.

Na altura quando saiu toda a gente achava a mota horrível, e hoje...

... continuam a achar! lol

O que vale é que "quem feio ama bonito lhe parece"!

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#14

Eu acho que a K1 era bonita, que a Vultus tem detalhes estéticos interessantes, gostaria de ter uma DN-01 na garagem, assim que sou suspeito se disser que sempre gostei esteticamente da H2 e da Hayabusa.

Ainda há bem pouco tempo estive a olhar para uma H-SX e gosto bastante da sua estética e da sua ergonomia!
Não é, como é evidente, ainda um caso sério de amor como foi no caso da VFR (quando as lançaram), mas reconheço a H-SX como uma excelente candidata a substituir a Dorothy na garagem.

A marca é uma das que sempre fez as coisas à sua maneira, com um caminho próprio e modelos que mudaram muito o Motociclismo. Quando tomei consciência desta "doença", Capacete das Penas Voadoras (nome Apache para Scott Russel) tinha acabado de ser campeão do mundo montado numa ZXR.
Desde então relacionei a Kawazaki como um construtor que vendia motos a sério, brutas, com muita personalidade e carácter.
A confirmar isso estão vários modelos que marcaram um antes e depois na história como as H1, a Z900 e a primeira ZX-10 Tomcat que tão bem conheci...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#15

(03-04-2019 às 13:41)LoneRider Escreveu:  ...
A marca é uma das que sempre fez as coisas à sua maneira, com um caminho próprio e modelos que mudaram muito o Motociclismo. Quando tomei consciência desta "doença", Capacete das Penas Voadoras (nome Apache para Scott Russel) tinha acabado de ser campeão do mundo montado numa ZXR.

Nesse ano houve SBK no Estoril e tudo, sabias??
Na 1ª manga passou na recta entre as curvas 1 e 2 aos murros no depósito porque tinha queimado a embraiagem.
Eu estive lá!! devil


(03-04-2019 às 13:41)LoneRider Escreveu:  ...
Desde então relacionei a Kawazaki como um construtor que vendia motos a sério, brutas, com muita personalidade e carácter.
A confirmar isso estão vários modelos que marcaram um antes e depois na história como as H1, a Z900 e a primeira ZX-10 Tomcat que tão bem conheci...
Por isso mesmo, rendeste-te às evidências e gostas de corta-relvas e motores de rega... bigsmile
Responder
#16

Em 93 tinha 14 anos e era tão tenrinho, tão tenrinho que só de ler as revistas já tinha o suficiente.
Se bem que por aquela altura já queimava a gasolina da M70 numas incursões pelo caminhos la da parvonia (até ao dia em que encontrei o meu pai à minha espera).
Se gostaria de lá ter estado?
Acho que seria espectacular.

Gosto da marca que tenho na garagem, sempre tive motas fiáveis, sempre curti bué as motas que tive e que actualmente tenho, mas não deixo de olhar para as outras marcas, tive o prazer de andar em quase todas as que pude e no fundo até dou por mim a gostar de motas de outras marcas, como um certo piano que usa cachecol (pouco sabem o que quero dizer com isto).

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#17

(03-04-2019 às 12:25)Johnny_1056 Escreveu:  Dfelix, não vás por aí!! Todas as marcas andam a produzir m#rda, e muita pior que a Kawasaki.

Só que umas mais que as outras...
E a Kawasaki anda a correr atrás da própria cauda há uns 15 anos!
As ZXR então sofrem duma crise de identidade aguda!
Algumas gerações pareciam autenticas experiências científicas que certamente envolveu cruzamentos genéticos com peixes de fundo.

Quando a identidade duma marca nos últimos 20 anos define-se pela cor verde alface... isso diz muito.

E é uma pena.
Não quero com isto dizer que fazem más motos. Muito pelo contrário.
Mas não custava muito fazê-las um pouco mais atractivas.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#18

Boas;
Lone, não fiques triste. Nesse ano também houve um momento alto relacionado com a tua amada Honda, o Alex Vieira fez a apresentação mundial da RC45!! blink

Dfelix, actualmente podem não ser as que mais aprecie, mas não estão assim tão más, principalmente os porta-estandartes da marca. Só de me lembrar o que foi o "biodesign" da Yamaha no tempo das ThunderAce, ThunderCat e afins... Ou alguns trabalhos do Terblanche... Há quantos anos a Honda não lança uma moto com design emblemático??
Pelo menos ainda consigo olhar para 3 ou 4 motos da Kawasaki.
Responder
#19

(03-04-2019 às 15:26)Johnny_1056 Escreveu:  Só de me lembrar o que foi o "biodesign" da Yamaha no tempo das ThunderAce, ThunderCat e afins... Ou alguns trabalhos do Terblanche... Há quantos anos a Honda não lança uma moto com design emblemático??
Pelo menos ainda consigo olhar para 3 ou 4 motos da Kawasaki.

Curiosamente, sempre achei a Thundercat, no seu tempo, um dos bons exemplos de design... e a sua irmã Thunderace um belo trambolho sem o mínimo interesse estilístico.

Também por curiosidade, e em relação à Honda, esta história do "Neo Café Coiso" está a ter uma enorme receptividade no capítulo estético.

Também já achei algumas Kawa (especialmente a H2) mais intragáveis, Estranhei (como quase todos), e não que as ache bonitas (longe disso), mas aos poucos vai entranhando.

O certo é que sobre a estética (e não obstante de algumas opiniões quase unânimes), a avaliação de cada um, vale o que vale!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#20

Johnny pá!

Podes não gostar.
Respeito.
Nem todos são obrigados a ter bom gosto! devil

Mas a VFR foi, no seu momento um exercício de estética que assentou precedentes (é aqui que tu dizes: Exactamente, o princípio do declínio! lol).

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)