Passar entre os carros/Lane Splitting/Filtering ou como lhe queiram chamar
#21

(17-12-2014 às 12:41)Rod Escreveu:  Neste momento, quem me causa mais calafrios, no entre filas é mesmo o pessoal dos secadores, tal é a facilidade de se movimentarem (já tive durante um dia uma scooter 125 nas mãos)  que passam com tal velocidade que arrepia, o problema é o abrandar e parar. Aquilo atinge uma velocidade razoável com muita facilidade, além de que pir vezes, com a nova lei das 125cc há pessoas sem a minima experiência em duas rodas, por vrzes falta experiência ou noção do que se conduz.

E porque é que são "eles" que estão mal?  blink

Deixa-os passar!
Não podes querer a mesma mobilidade de uma scooter 125 no trânsito!



(17-12-2014 às 12:51)xiko_dsg Escreveu:  Já implementavam era cá também o uso das faixas do BUS como no Porto, parte do caminho que faço dava bastante jeito e sempre ficava mais à vontade e não tanto naquela de me arriscar a apanhar uma multa se os senhores da autoridade tiverem acordado com os pés de fora...

Circular na faixa do bus em lx, é tal como furar filas, algo não legal mas tolerado.
Desde que não se abuse com grandes aceleradelas a rasgar ou a ficar parado no semáforo exclusivo do bus (e arrancar mais cedo) a frente dos fogareiros não há grande problema.

Faço-o regularmente... sobretudo porque costumo andar com malas lateriais nesta moto e furar entre carros não é tão apetecivel. Mas sempre sem me esticar muito, e regressando à faixa normal sempre que surge espaço.
Responder
#22

(17-12-2014 às 12:43)dfelix Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:30)carlos-kb Escreveu:  As vezes que me tentaram "trancar", diria que talvez 90% foram condutoras - mulheres

As mulheres por norma facilitam menos. Seja as manobras com carros ou motos.
Só mesmo um numero mais reduzido por conhecimento ou simpatia normalmente facilita.
Mas lá está... não são obrigadas a isso.

Claro que não! Mas uma coisa é não facilitar, seja por descuido, seja por indiferença às motos.... outra é dificultar deliberada e propositadamente, como já me aconteceu umas quantas vezes, tentando posicionar, atravessar diagonalmente o carro, ou apertar o espaço livre, de modo a impossibilitar a passagem do motociclo. Até porque de modo fácil se olha ao condutor(a) da viatura e se verifica se isso é intencional ou não.
Não são obrigados(as) a facilitar.... mas há quem faça mesmo por dificultar!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#23

dfelix, eu nunca disse que eles estavam errados e/ou eu certo ou vice versa...disse que é arrepiante e normalmente até deixo-os passar. Tive um dia de experiência com um secador desses e fiquei com uma noção do que aquilo é capaz e não capaz de fazer.
Responder
#24

(17-12-2014 às 12:43)dfelix Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:30)carlos-kb Escreveu:  As vezes que me tentaram "trancar", diria que talvez 90% foram condutoras - mulheres
As mulheres por norma facilitam menos. Seja as manobras com carros ou motos.
Só mesmo um numero mais reduzido por conhecimento ou simpatia normalmente facilita.
Mas lá está... não são obrigadas a isso.

Por acaso, e ultimamente tenho visto muita mulher a facilitar-me a vida quando vou a ultrapassar entre os carros.... mas aqui lá está, elas ficam "malucas" com o vespão azul.... cool

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#25

(17-12-2014 às 12:43)dfelix Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:35)BroLy Escreveu:  ... e nunca me chatearam.

Até porque se te chatearem têm mais coisas por onde implicar que o circular entre faixas.
smile

Este ano curiosamente a polícia já me mandou parar 3 vezes na zona da Expo ( uma delas foi num sábado à noite numa operação Stop com malta de caçadeiras etc ) e não me chatearam nada ( ia sempre na CBR 250 )

Nessa operação stop o polícia até me pediu para ligar a mota ao relantim e não disse nada.  blink

Eles que vão mas é apanhar na bolha, tem mais que fazer, deveriam era pedir ao António Costa para pavimentar a 2ª Circular como deve de ser, na semana passada logo após o radar do Mcdonnald's há 2 crateras brutais nas 2 faixas mais à esquerda, passei por cima de 1 delas e muito provavelmente empenou ligeiramente a jante da frente, mas isso o " Porco Preto " ( A. Costa ) não vai pagar a reparação.
Responder
#26

(17-12-2014 às 13:16)BroLy Escreveu:  Nessa operação stop o polícia até me pediu para ligar a mota ao relantim e não disse nada.  

Porque é ao ralenti..
Bota isso ás 20k e vais preso sem direito a entrevistas.

(17-12-2014 às 13:16)BroLy Escreveu:  ...passei por cima de 1 delas e muito provavelmente empenou ligeiramente a jante da frente, mas isso o " Porco Preto " ( A. Costa ) não vai pagar a reparação.

Esse está mais preocupado com ciclovias e reabilitação de locais onde os hipsters possam beber gin.

A 2ª Circular está um caos!
E essas crateras vão crescem sempre que chove. Diariamente também me desvio delas.
Tenho acompanhado o crescimento como se fossem minhas filhas.
Responder
#27

(17-12-2014 às 12:55)dfelix Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:51)xiko_dsg Escreveu:  Já implementavam era cá também o uso das faixas do BUS como no Porto, parte do caminho que faço dava bastante jeito e sempre ficava mais à vontade e não tanto naquela de me arriscar a apanhar uma multa se os senhores da autoridade tiverem acordado com os pés de fora...

Circular na faixa do bus em lx, é tal como furar filas, algo não legal mas tolerado.
Desde que não se abuse com grandes aceleradelas a rasgar ou a ficar parado no semáforo exclusivo do bus (e arrancar mais cedo) a frente dos fogareiros não há grande problema.

Faço-o regularmente... sobretudo porque costumo andar com malas lateriais nesta moto e furar entre carros não é tão apetecivel. Mas sempre sem me esticar muito, e regressando à faixa normal sempre que surge espaço.

A questão é essa, é que é tolerado, mas se lhes apetecer lixar-te a vida não podes fazer nada porque não tens razão e isso deixa-me sempre de pé atrás...

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#28

(17-12-2014 às 13:38)xiko_dsg Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:55)dfelix Escreveu:  
(17-12-2014 às 12:51)xiko_dsg Escreveu:  Já implementavam era cá também o uso das faixas do BUS como no Porto, parte do caminho que faço dava bastante jeito e sempre ficava mais à vontade e não tanto naquela de me arriscar a apanhar uma multa se os senhores da autoridade tiverem acordado com os pés de fora...

Circular na faixa do bus em lx, é tal como furar filas, algo não legal mas tolerado.
Desde que não se abuse com grandes aceleradelas a rasgar ou a ficar parado no semáforo exclusivo do bus (e arrancar mais cedo) a frente dos fogareiros não há grande problema.

Faço-o regularmente... sobretudo porque costumo andar com malas lateriais nesta moto e furar entre carros não é tão apetecivel. Mas sempre sem me esticar muito, e regressando à faixa normal sempre que surge espaço.

A questão é essa, é que é tolerado, mas se lhes apetecer lixar-te a vida não podes fazer nada porque não tens razão e isso deixa-me sempre de pé atrás...


Já está em vigor a "experiência-piloto", com a supervisão da ANSR e IMT, de circulação de motociclos nas vias destinadas a transportes colectivos (aka BUS), na cidade do Porto.
A ideia é esta questão ficar devidamente regulamentada, com uma salvaguarda, que é ter de ser expressamente autorizada pelo município em questão.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#29

De facto, quanto ao filtering, não tenho muito a acrescentar ao que o dfelix e outros aqui escreveram. Salvo casos pontuais, prefiro ir no meio dos carros do que na berma. E tenho duas regras:

1) quando o trânsito vai compacto, mas está a andar, evito fazer filtering. Por exemplo, se for compacto, mas se se mantiver a velocidades do tipo 40km/h ou mais, não faço filtering.
2) quando estou a fazer filtering, tento não circular com uma velocidade relativa maior que 10~20km/h em relação aos carros.
3) na medida do possível, tento deixar passar outros motards (ou scootards lol ) que sejam mais experientes e/ou temerários que eu.
4) faixa do BUS, por vezes uso, mas sei que a multa são 120€ e se for apanhado, bem que posso chorar.

Muito cuidado porque há pessoal que nem os espelhos usa, quanto mais anular o ângulo morto. Piscas idem. Porque os carros também podem ter que fazer uma manobra brusca (por exemplo, desviarem-se de um obstáculo repentino). Porque há malta que, quando vai ao volante, tudo é uma prioridade exceto conduzir (telemóvel, música, conversa, pensar nos problemas da vida, etc.).

E muito cuidado porque há tipos que odeiam motas. É uma coisa que não percebo, mas é um facto que há pessoas que odeiam motas. Em vez de pensarem "olha que bom aquele ir de mota, porque assim é menos um carro a congestionar o trânsito e é mais um lugar de estacionamento livre" pensam "olha mais um filho da censored dum otário numa mota! vou mas é f censored -lo!".
Responder
#30

(17-12-2014 às 14:29)quatropiscas Escreveu:  De facto, quanto ao filtering, não tenho muito a acrescentar ao que o dfelix e outros aqui escreveram. Salvo casos pontuais, prefiro ir no meio dos carros do que na berma. E tenho duas regras:

1) quando o trânsito vai compacto, mas está a andar, evito fazer filtering. Por exemplo, se for compacto, mas se se mantiver a velocidades do tipo 40km/h ou mais, não faço filtering.
2) quando estou a fazer filtering, tento não circular com uma velocidade relativa maior que 10~20km/h em relação aos carros.
3) na medida do possível, tento deixar passar outros motards (ou scootards  lol ) que sejam mais experientes e/ou temerários que eu.
4) faixa do BUS, por vezes uso, mas sei que a multa são 120€ e se for apanhado, bem que posso chorar.

Muito cuidado porque há pessoal que nem os espelhos usa, quanto mais anular o ângulo morto. Piscas idem. Porque os carros também podem ter que fazer uma manobra brusca (por exemplo, desviarem-se de um obstáculo repentino). Porque há malta que, quando vai ao volante, tudo é uma prioridade exceto conduzir (telemóvel, música, conversa, pensar nos problemas da vida, etc.).

E muito cuidado porque há tipos que odeiam motas. É uma coisa que não percebo, mas é um facto que há pessoas que odeiam motas. Em vez de pensarem "olha que bom aquele ir de mota, porque assim é menos um carro a congestionar o trânsito e é mais um lugar de estacionamento livre" pensam "olha mais um filho da  censored dum otário numa mota! vou mas é f censored -lo!".

Acho que é por estarem parados no trânsito e o pessoal de mota estar a passar, sem ter de ficar à espera como eles...a meu ver é um bocado ridiculo visto que o facto de eu passar não faz com que andem mais devagar mas pronto...

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)