[Partida 1 de Abril] Novos motores BMW na "calha".
#1

Mensagem de moderação
Esta era uma partida do dia 1 de abril thumbsup


Boas....

A BMW parece que vai fazer evoluír os seus motores, referentes às gamas F e R. Tendo actualmente uma "F", e sendo a "R" uma das mais fortes opções de futuro, fico satisfeito.  smile

Vamos a ver o que virá aí.... mas a ter um boxer de 4 cilindros e um triple nas "F".... excelente!  bigsmile

_________________________________________________________________________

BMW desenvolve novos motores para as series R e F

31/03/2016
Tiago Teixeira


Em Munique, na sede do construtor germânico, foi desvendado em press-release, que se está a trabalhar afincadamente no desenvolvimento de duas novas unidades motrizes, que irão revolucionar a gama das séries R e F,  naqueles que serão os futuros sucessores dos actuais motores twin que equipam estas duas series da BMW. Virá aí um novo Boxer de 4 cilindros e um novo Inline de 3 cilindros.

O boxer de dois cilindros está presente na história da BMW Motorrad, desde que esta se conhece e é indissociável da mesma. O primeiro modelo saído do génio de Max Friz, a BMW R32, em 1923, já montava aquela que é a concepção de motor há mais tempo presente numa mesma serie de um modelo.
A marca anunciou que está a trabalhar afincadamente em parceria com os italianos da Gilardoni, já na fase final de desenvolvimento do motor boxer de 4 cilindros, que subirá a cilindrada para 1400 centímetros cúbicos, mantendo culassas de 4 válvulas por cilindro e dupla árvore de cames. O novo motor irá ser integralmente refrigerado a água, ao contrário do actual, que usa um sistema misto de refrigeração ar/água.

Estando a actual geração do boxer de 2 cilindros praticamente no seu limite de desenvolvimento, no que concerne a potência e emissões, este novo motor de 4 cilindros, previligiando os melhores atributos da configuração flat twin, que é o seu notável binário a baixos regimes,  baixo centro de gravidade e melhor equilíbrio entre componentes móveis do motor, aliará a possibilidade de explorar regimes de rotação mais elevados,  sem comprometer a fiabilidade do mesmo, traduzindo-se em números finais mais expressivos, no que concerne a potência e velocidade máxima atingida. O flat four possibilitará potências na casa dos 160cv, face aos 125cv do actual dois cilindros.

[Imagem: YSiETLA.jpg]

Entra ainda a questão das emissões, sendo que o novo motor pensa e anticipa o futuro, estando preparado já para cumprir a norma Euro VI (recorde-se que para as motos acabou de entrar em vigor a norma Euro IV no ínicio de 2016).

Segundo o construtor alemão, a primeira unidade do boxer de 4 cilindros deverá sair já em 2018, aquando da renovação da tourer da serie, a BMW R1200 RT, sendo que passará a desginar-se por R 1400 RT.  Até 2020 espera-se que já tenhamos toda a serie R da BMW, uniformizada, montando este novo motor.

[Imagem: KV5iQND.jpg]

Outra das novidades é, nesta senda de renovação das unidades motrizes BMW, a serie F da marca germânica, actualmente montando um twin de 800 de cilindrada, ver também crescer um cilindro, passando a uma configuração de 3 cilindros e aumentando a cubicagem entre 100 a 200 centímetros cúbicos, no seguimento que a Yamaha já possui com o seu Crossplane - CP3.

[Imagem: W870Cc9.jpg]

Este novo triple terá uma configuração dos componentes móveis semelhante ao actual, mantendo a cambota de 360º, biela suplementar e veio de equilíbrio, garantindo uma produção de binário muito interessante para a cilindrada e quase ausência de vibrações. A potência rondará os 120cv e vem também preparado para o cumprimento integral das normas anti-poluição Euro VI. O seu desenvolvimento foi feito em colaboração com austríaca Rotax e a ela será incumbida a respectiva  produção, tal como já acontece actualmente com o twin de 800cc.

Fique atento a www.motociclismo.pt para saber todas as novidades destas renovações que estão a ser levadas a cabo, em Munique e que irão alterar a gama BMW para os próximos anos.


fonte

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#2

thumbsup

Mas ficaria um bocadinho triste se a BMW com isso abandonasse completamente o boxer de 2 cilindros.

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder
#3

Os motores de 2 cilindros estão esgotados...
Por isso é que eles partem tanto.
Nisto só penso é que por aí mais uma vaga de recall!!!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#4

(01-04-2016 às 11:37)carlos-kb Escreveu:  Outra das novidades é, nesta senda de renovação das unidades motrizes BMW, a serie F da marca germânica, actualmente montando um twin de 800 de cilindrada, ver também crescer um cilindro, passando a uma configuração de 3 cilindros e aumentando a cubicagem entre 100 a 200 centímetros cúbicos, no seguimento que a Yamaha já possui com o seu Crossplane - CP3.

'Ta nice! A evolução do "meio cilindro" em falta é capaz de ter um resultado interessante, sim senhor.
Responder
#5

(01-04-2016 às 11:48)cabs Escreveu:  thumbsup

Mas ficaria um bocadinho triste se a BMW com isso abandonasse completamente o boxer de 2 cilindros.

Epa.... Já nas K, que ficaram históricas pelos motores de 4 cilindros (K10) e de 3 cilindros (K75), a ideia actual também é extinguir os actuais 4 cilindros em linha (K13), e ficarem apenas os hexacilíndricos das K16.

Estando o boxer twin no seu limite, é natural que evolua para um 4 cilindros (mais regime e melhor controlo das emissões).

A parte do triple para as F.... sendo a minha configuração "preferida" de motor para moto, agrada-me bastante! Será que num futuro próximo não venha até a ponderar trocar a minha F800ST por uma eventual F1000ST? bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#6

Chasso por chasso?

Ao menos as actuais já fizeram os recall todos!!

Não sei se me submetia ao mesmo processo outra vez!!!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#7

(01-04-2016 às 11:53)LoneRider Escreveu:  Os motores de 2 cilindros estão esgotados...
Por isso é que eles partem tanto.
Nisto só penso é que por aí mais uma vaga de recall!!!

(01-04-2016 às 11:59)carlos-kb Escreveu:  Epa.... Já nas K, que ficaram históricas pelos motores de 4 cilindros (K10) e de 3 cilindros (K75), a ideia actual também é extinguir os actuais 4 cilindros em linha (K13), e ficarem apenas os hexacilíndricos das K16.

Estando o boxer twin no seu limite, é natural que evolua para um 4 cilindros (mais regime e melhor controlo das emissões).

É verdade, bem sei que não deve dar para tirar muito mais sumo daquilo. Não tenho nada contra a evolução, não era isso que queria dizer. Mas podem perfeitamente manter o motor em alguns segmentos, há motas em que o publico alvo não procura necessariamente performances alucinantes. Por exemplo, na RnineT e mesmo na GS (que já tem a S1000 XR) podiam manter...

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder
#8

(01-04-2016 às 11:53)LoneRider Escreveu:  Os motores de 2 cilindros estão esgotados...
Por isso é que eles partem tanto.
Nisto só penso é que por aí mais uma vaga de recall!!!

A grande limitação dos twin acaba por ser o regime de rotação algo modesto, que conseguem atingir. Dentro de parâmetros regulares, para os mesmos, acabam por ser dos motores mais fiáveis de sempre. Não são poucas, as motos de maior fiabilidade de que reza a história, recorrerem a motorizações de 2 cilindros.

Claro, que quando os metem a "rolar" em regimes mais proibitivos, podem dar de si. Mas este fenómeno é mais evidente nas desportivas twin...

Não concordo que os twin estejam acabados... Não acredito, por exemplo, o universo cruiser a prescindir dos seus V2. Ou a Guzzi meter de parte o seu histórico V2 longitudinal. O a KTM produzir tetras, quando só há pouco começou a produzir V2. Neste aspecto acreditaria que mais facilmente a Ducati se viraria para os V4 (como aconteceu com a conterrânea Aprilia).

Mas daí eu dizer que a arquitectura que mais me seduz seja um triple, que vai buscar o melhor dos dois mundos.... o binário (quase) imediato e disponível de um twin.... e a maior capacidade "rotativa" de um tetra.

(01-04-2016 às 11:57)marco.clara Escreveu:  'Ta nice! A evolução do "meio cilindro" em falta é capaz de ter um resultado interessante, sim senhor.

Mas olha que a julgar pela notícia, o "meio cilindro" vai continuar a existir ("mantendo a cambota de 360º, biela suplementar e veio de equilíbrio").... As F passam de um 2,5 para um 3,5 cilindros.  lol

(01-04-2016 às 12:02)LoneRider Escreveu:  Ao menos as actuais já fizeram os recall todos!!

Não sei se me submetia ao mesmo processo outra vez!!!

lol  lol

A minha só fez um  blink ! Mas a julgar pelos pergaminhos da BMW.... ainda mais com motores a "estrear", pode ser que estejam mais uns recalls na calha.  bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#9

(01-04-2016 às 12:16)cabs Escreveu:  É verdade, bem sei que não deve dar para tirar muito mais sumo daquilo. Não tenho nada contra a evolução, não era isso que queria dizer. Mas podem perfeitamente manter o motor em alguns segmentos, há motas em que o publico alvo não procura necessariamente performances alucinantes. Por exemplo, na RnineT e mesmo na GS (que já tem a S1000 XR) podiam manter...

Por acaso, estive a ver o que se diz acerca disto em outros foruns estrangeiros, na net. Parece que a ideia da BMW passará por "regular e uniformizar" novamente todas as series, sendo que:

Serie R - Boxer 4 cilindros
Serie K - Inline de 6 cilindros
Serie S - Inline de 4 cilindros
Serie F - Inline de 3 cilindros
Serie G - Monocilindricas (se bem que aqui existe a probabilidade de com as novas G310, as G650 passarem a 2 cilindros, tendo por base o motor das C650 - scooters)

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#10

Boas.

Pois é. Esta foi uma das mentirinhas de 1 de Abril aqui o fórum. Ao que parece, e a não ser que o autor do tópico (moi même) tenha inconscientemente dotes de vidência, os flat e os Inline twin vão continuar a existir na Gama BMW, pelo menos por agora.

Obrigado ao membros que tinham conhecimento sobre tal e ajudaram a sustentar a coisa.

Entretanto e apesar da coisa aqui não ter "pegado muito" (este pessoal não gosta de BMW's) tong , a mentirinha foi difundida em alguns locais da net redes sociais, e tal como no ano passado, na mentirinha sobre as IPO, a coisa adquiriu contornos maiores, com inúmeras partilhas e comentários rede afora, ainda que houvesse os cépticos que rapidamente se deram conta e prontamente fizeram a referência ao 1° de Abril.

Officer, a ver assim se fazes a anotação sobre a partida de 1 de Abril, senão o fórum continuará a ser acedido e partilhado este tópico, com uma notícia que é completamente falsa.

E desculpem qualquer coisinha. devil

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)