Ondamil - o fim de uma era!
#1

Boas...

Hoje desloquei-me à Milmotor (concessionário Honda - Ondamil e BMW - Motomil), no Feijó (Almada), no sentido de indagar alguma info sobre a próxima revisão da minha moto. Ao que me foi dito que a Milmotor irá já no próximo mês perder a representação Honda... ou seja, a Ondamil deixará de existir, ficando apenas a concessão BMW (Motomil).

Desde há muito que sou cliente deles, pelo bom serviço e qualidade, que me prestavam enquanto possuidor de BMW e assim sempre tencionei continuar, após o meu regresso à Honda.
No entanto, com esta perda da representação da marca japonesa, a coisa complica-se para os proprietários Honda que queiram continuar clientes da Ondamil.
Como me foi dito, poderão continuar a fazer assistência a Honda, mas sem ser de modo oficial e com algumas contingências ao nível do fornecimento de peças originais.

Os agentes oficiais Honda na zona de Lisboa, ficam assim actualmente:

Motorway - Campolide
Linhaway - Parede
Lopes & Lopes - Mem Martins
Wingmotor - Estefânea

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#2

O_O F###!! Não fazia ideia...
E na margem cool...concessionário oficial era o único!
Responder
#3

Se as restrições forem só ao nível dos prazos para entrega de peças, diria que é algo com que se consegue viver relativamente bem, prezando a qualidade do serviço que (teoricamente) não deveria mudar...
Responder
#4

Esperemos que o “teoricamente” se mantenha, sim blink
Responder
#5

(20-11-2018 às 23:01)marco.clara Escreveu:  Se as restrições forem só ao nível dos prazos para entrega de peças, diria que é algo com que se consegue viver relativamente bem, prezando a qualidade do serviço que (teoricamente) não deveria mudar...

Marco.... curiosamente com quem falei lá hoje, quando me referiu que deixariam de representar a Honda, assistir motos da marca de modo oficial e que poderia haver essa limitação na obtenção de peças (aliás, o que me disseram taxativamente foi mesmo "- A Honda Motor já não nos disponibiliza peças."), senti que havia ali algo como se estivessem mesmo de "pé atrás" com a marca.

E acredito que isso seja mesmo das duas, uma... ou a Honda retirou-lhes a concessão de modo coercivo, por algum motivo... ou então a BMW Portugal exige que a representação seja exclusiva só deles e sem outras marcas à mistura (incluindo nas oficinas). think

Por outro lado, a abertura recente de um novo concessionário Wingmotor junto à Estefânea, também pode não ser alheio a este facto.  wtf

Edit: Entretanto fui verificar em relação à Santogal, em Alfragide, cujo stand Honda (Santomar) também estava "junto" ao concessionário BMW (S-Drive) e partilhavam oficinas... e adivinha... no site da Honda, a Santomar já não aparece na listagem de concessionários moto oficiais. rolleyes

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#6

(20-11-2018 às 23:35)carlos-kb Escreveu:  
(20-11-2018 às 23:01)marco.clara Escreveu:  Se as restrições forem só ao nível dos prazos para entrega de peças, diria que é algo com que se consegue viver relativamente bem, prezando a qualidade do serviço que (teoricamente) não deveria mudar...

Marco.... curiosamente com quem falei lá hoje, quando me referiu que deixariam de representar a Honda, assistir motos da marca de modo oficial e que poderia haver essa limitação na obtenção de peças (aliás, o que me disseram taxativamente foi mesmo "- A Honda Motor já não nos disponibiliza peças."), senti que havia ali algo como se estivessem mesmo de "pé atrás" com a marca.

E acredito que isso seja mesmo das duas, uma... ou a Honda retirou-lhes a concessão de modo coercivo, por algum motivo... ou então a BMW Portugal exige que a representação seja exclusiva só deles e sem outras marcas à mistura (incluindo nas oficinas). think

Por outro lado, a abertura recente de um novo concessionário Wingmotor junto à Estefânea, também pode não ser alheio a este facto.  wtf

Edit: Entretanto fui verificar em relação à Santogal, em Alfragide, cujo stand Honda (Santomar) também estava "junto" ao concessionário BMW (S-Drive) e partilhavam oficinas... e adivinha... no site da Honda, a Santomar já não aparece na listagem de concessionários moto oficiais.  rolleyes

tudo o que está a acontecer é como em tudo... "nem tudo é o que parece" 
neste caso foi a própria Honda que lhes tirou a concessão porque a Honda está a acabar com stands multimarca e quer só exclusividade. 
eles (motomil+ondamil) tiveram de optar... ou bmw ou honda...obviamente que as margens de lucro são actualmente maiores na BMW ... 

não há mais nada a acrescentar de transcendente e não é preciso mais comentários, é mesmo isto!

todos os multimarca com honda vão deixar de existir nesse formato!

(desta vez a bmw não tem nada a ver com o assunto)
Responder
#7

honestamente é uma triste realidade, quem sai a perder é o cliente.
Os fabricantes que também operam no sector automovel têm importado todos os conceitos que não deviam para o mundo das duas rodas, e para mim a BMW é o demónio neste meio, packs, leasings, preços avultados, digam o que disseram todas estas "trends" tiveram inicio na casa bavara e espalhou-se a outras marcas. Esta dos concessionarios é so mais uma...

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#8

(21-11-2018 às 02:25)Liquid_Fire Escreveu:  honestamente é uma triste realidade, quem sai a perder é o cliente.
Os fabricantes que também operam no sector automovel têm importado todos os conceitos que não deviam para o mundo das duas rodas, e para mim a BMW é o demónio neste meio, packs, leasings, preços avultados, digam o que disseram todas estas "trends" tiveram inicio na casa bavara e espalhou-se a outras marcas. Esta dos concessionarios é so mais uma...

Não percebo o porquê de a BMW ser o "demónio"... A existir algum está no público alvo que procura aquilo que as marcas oferecem. Cabe a cada um saber o que quer ter e o que pode ter, e perceber a diferença entre as duas coisas.

E neste caso em concreto que se comenta, ao nível de representação em regime de exclusividade, parece-me que a postura demoníaca vem do suposto pináculo da perfeição dos fabricantes de motas, e não da marca das ventoinhas...
Responder
#9

Não vejo aqui nenhum drama de extraordinário. 
Questões, se realmente for isso, de representação de marcas. Cada uma a lutar pelo seu espaço e de acordo com as suas orientações, não vejo que exista aqui algo de muito mau, mas eu só vejo as coisas boas bigsmile 

No entretanto abriu o wingmotor no "centro" de Lisboa. Se calhar há aqui uma "compensação", mas sendo o que vai fechar na amrgem sul, a localização acaba por ter impacto.
Responder
#10

Concordo em parte com o liquid fire. 

Certos modelos dependem de packs para serem atrativos...e isso custa bastante dinheiro...além do mais um gajo fica casado, se optar por tal, e de x em x tempo reforça os laços de casamento.

Por outra lado temos o Marco e o Carlos para comprovar que nem sempre é assim. Não se casaram...o Carlos foi um namoro que já teve fim...e o Marco também terá, como tudo na vida, (vai ver a luz...eu bem vi na serra  lol) mas espero que não seja para já...espero que dure  blink

Velasquez87
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)