O que os portugueses pensam do Brasil?
#21

(06-08-2018 às 17:45)vindaloo Escreveu:  
(06-08-2018 às 17:23)carlos-kb Escreveu:  Tenho seguro de danos próprios num dos meus carros actuais, que comprei novo, há cerca de 1 ano e meio. Consegui negociar um seguro que com uma franquia fixa de 600 euros (o que corresponde a cerca de 2%, sendo o valor do carro de sensivelmente de 32 mil euros), umas das cláusulas é que o valor do veículo enquanto novo, se mantém pelos primeiros dois anos, em caso de perda total, independentemente da tabela de desvalorização.

Esse é um bom seguro e um bom compromisso.

Mas não deve ser muito barato! (também depende do teu histórico) thumbsup

Epa... aquilo que especifiquei aqui e no geral, é o "peixe que me foi vendido" aquando da escolha do seguro e comparação com outras propostas(simulações) obtidas. A coisa assim no papel parece muito bonita, engraçada e vantajosa para o cliente.

Mas já várias vezes me interroguei é.... se eu (estando o carro ainda dentro desses dois anos em que o valor comercial não altera), acabasse hoje, por qualquer motivo (coberto) por ficar sem ele, como seria o desenrolar dos acontecimentos e a coisa seria assim tão simples, com o receber o valor dele novo menos a respectiva franquia?

E aqui para nós, que ninguém nos ouve... duvido muito que a coisa fosse tão linear e eles não arranjassem uma série de micro-cláusulas despercebidas ou de interpretação dúbia, no contrato, para fugir com o rabo à seringa! confused

Aliás... é um bocado este receio que me impede de mandar o carro por uma ribanceira abaixo e ir buscar um dos novos (que entretanto já saíram).  lol

Ahhh... pago pouco acima de 500 euros anuais... numa dessas seguradoras que tu dizes que não têm ninguém para dar a cara nos momentos chave (coisa que acredito que também viesse a acontecer).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#22

(06-08-2018 às 19:34)carlos-kb Escreveu:  
(06-08-2018 às 17:45)vindaloo Escreveu:  
(06-08-2018 às 17:23)carlos-kb Escreveu:  Tenho seguro de danos próprios num dos meus carros actuais, que comprei novo, há cerca de 1 ano e meio. Consegui negociar um seguro que com uma franquia fixa de 600 euros (o que corresponde a cerca de 2%, sendo o valor do carro de sensivelmente de 32 mil euros), umas das cláusulas é que o valor do veículo enquanto novo, se mantém pelos primeiros dois anos, em caso de perda total, independentemente da tabela de desvalorização.

Esse é um bom seguro e um bom compromisso.

Mas não deve ser muito barato! (também depende do teu histórico) thumbsup

Epa... aquilo que especifiquei aqui e no geral, é o "peixe que me foi vendido" aquando da escolha do seguro e comparação com outras propostas(simulações) obtidas. A coisa assim no papel parece muito bonita, engraçada e vantajosa para o cliente.

Mas já várias vezes me interroguei é.... se eu (estando o carro ainda dentro desses dois anos em que o valor comercial não altera), acabasse hoje, por qualquer motivo (coberto) por ficar sem ele, como seria o desenrolar dos acontecimentos e a coisa seria assim tão simples, com o receber o valor dele novo menos a respectiva franquia?

E aqui para nós, que ninguém nos ouve... duvido muito que a coisa fosse tão linear e eles não arranjassem uma série de micro-cláusulas despercebidas ou de interpretação dúbia, no contrato, para fugir com o rabo à seringa! confused

Aliás... é um bocado este receio que me impede de mandar o carro por uma ribanceira abaixo e ir buscar um dos novos (que entretanto já saíram).  lol

Ahhh... pago pouco acima de 500 euros anuais... numa dessas seguradoras que tu dizes que não têm ninguém para dar a cara nos momentos chave (coisa que acredito que também viesse a acontecer).

Eu no meu carro, o valor é 34.000 e sem franquia pago 568,14 € (ainda estou a digerir que foi deste mês....) e até consegui na Zurich... mas mesmo tendo o mediador a dar a cara estou certo de que me vão lixar se um dia precisar deles!

Eu infelizmente já experimentei ter um carro novo ao fim de 2 semanas de o ter comprado, e sem culpa nenhuma (até porque estava fora do carro) andei 3 meses a chatear-me com eles.

...
Responder
#23

Pois na teoria e no papel quando um gajo desembolsa do belo tem sempre inumeras vantagens, ate realmente precisar deles. Porque se for preciso sacam logo de alineas sobre obrigacoes que um gajo nem sabia que tinha so para dizer que o fodido é sempre o mesmo!  lol
Responder
#24

Infelizmente já mandei um carro para a sucata, e graças a ter cobertura de danos próprios (na Zurich) recebi exatamente aquilo que era o valor comercial do carro na data do sinistro (entre valor do salvado + indemnização).

A minha experiência com seguradoras low cost diz-me que aí o caso seria diferente. Já tive uma que, quando precisei dela, cancelou a minha apólice "logo" no meio de um processo de sinistro, no qual felizmente, e mesmo tendo resolvido a coisa sem seguradora a apoiar-me, não fui responsável.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 3 Visitante(s)