Novos esquemas de cores para 2019
#51

(20-07-2018 às 09:32)vindaloo Escreveu:  
(20-07-2018 às 09:23)dmanteigas Escreveu:  Em relação às suspensões, a GT permite afinar pre carga dianteira e traseira (a traseira remotamente), alem disso na traseira permite também afinar a força amortecedora de recuo e na dianteira a força amortecedora de recuo e a força amortecedora de compressão. Algo que eu já perguntei aqui a ver se alguém me ensina como mexer nesta m**** mas ninguém me ajuda  lol

Eu se estivesse na minha primeira mota 'grande' só mexia nisso quando o banco tivesse a forma do meu rabo.

Em tão poucos km, não tens ainda mecanizada em ti a reacção da mota nos diferentes contextos. Ainda te falta meter a roda a 200 numa curva larga e apanhares um ressalto, encadeares uma serie de contra curvas rapidas e apertadas, pendurares-te até os dentes nos travões numa curva, teres de corrigir a meio de uma curva por aí fora.

Andares a inventar, pode-te criar uma reacção inesperada na mota que te pode provocar dissabores. Além disso não vais estar efectivamente a colher benefícios uma vez que não tens amostra que chegue para saber interpretar a tua mota.

Dá tempo ao tempo. E deixa-te de paneleirices.

Não é paneleirices pah... eu ando regularmente com pendura e malas (laterais e top case) e tenho de encontrar dois pontos de afinação diferentes, um para quando ando sozinho e outro para quando ando com pendura. Tenho mexido "empiricamente" e noto bastante diferença no que mexi quando ando com pendura, mas basicamente pouco mais fiz do que aumentar a pre carga da mola traseira e dianteiras e puramente ao calhas, portanto o aprender a mexer na suspensão é imperativo se de hoje para amanhã me der na telha de pegar na mota e ir até Roma ver o Papa.


@carlos obrigado pelos links, vou dar uma vista de olhos. O manual da Tracer também tem o que é o "normal", mas eles não definem para eles o que é esse normal... se é com malas, sem malas, se é para alguém com 70, 80 ou 100kg... e não tendo eu experiência para perceber o impacto na condução de meter mais um ou menos um clique em cada um dos parametros queria perceber o impacto e depois ir experimentando até chegar ao setting ideal. Prefiro não seguir o conselho do vindaloo e esperar por me espetar numa curva antes de mexer na suspensão  devil
Responder
#52

overthinking, das-lhe demais nisso, vai masé andar de mota pá!  lol e sim concordo com o vindaloo completamente.
Responder
#53

se te esbradalhares ao comprido numa curva, culpa antes a tua falta de habilidade, isso da suspensao nao pega!  devil lol
Responder
#54

(20-07-2018 às 09:55)Nfilipe Escreveu:  se te esbradalhares ao comprido numa curva, culpa antes a tua falta de habilidade, isso da suspensao nao pega!  devil lol

apanhaste-me  lol

agora vou ter que arranjar outra desculpa... pneus?
Responder
#55

Manteigas pá!

Eu punha o setting de origem e centrava-me essencialmente com a pré carga da mola.

À extensão e compressão do hidráulico só servem para a velocidade de reacções da suspensão e a pré carga é o setting mais relacionado com o peso.

Se o teu problema é o peso, o melhor é volta a pôr o setting de origem, que por norma é o melhor compromisso para todo o tipo de pisos, e trabalhas a nível da pré carga para que não tenhas a sensação de que estes sentado a bordo de um pudim flan!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#56

(20-07-2018 às 11:12)LoneRider Escreveu:  Manteigas pá!

Eu punha o setting de origem e centrava-me essencialmente com a pré carga da mola.

À extensão e compressão do hidráulico só servem para a velocidade de reacções da suspensão e a pré carga é o setting mais relacionado com o peso.

Se o teu problema é o peso, o melhor é volta a pôr o setting de origem, que por norma é o melhor compromisso para todo o tipo de pisos, e trabalhas a nível da pré carga para que não tenhas a sensação de que estes sentado a bordo de um pudim flan!


E com pendura mais malas, como mexo na pré-carga da mola dianteira e traseira? A traseira funciona por cliques (vai até 21 cliques de dureza) enquanto as dianteiras é por medição da distância. Mas há algo que eu não percebo muito bem nesta relação pré-carga dianteira/pré-carga traseira.

No manual diz que o "normal" para a traseira é 14 cliques (sendo 21 o máximo de dureza) ou seja, pouco mais de metade do valor médio. Para a dianteira, o normal é 14 mm sendo o mais leve 19mm e o mais duro apenas 4mm, ou seja, bem menos de metade do valor médio o setting "normal"! Imaginando que coloco a traseira com 17 ou 18 cliques quando ando com pendura e mala, qual seria o setting correto para a dianteira para terem um comportamento harmonioso? à volta de 10mm? Ou é testar até encontrar o melhor compromisso?
Responder
#57

(20-07-2018 às 09:40)dmanteigas Escreveu:  E onde é que eu ou alguém comparou a GT a algum desses modelos? Aliás, algo que eu disse desde inicio é que no catalogo da Yamaha falta uma "Tracer 1000" com base na MT-10 para competir com esses topo de gama.

Foi o que interpretei quando se misturou tudo no mesmo saco lá atrás.

Concordo contigo quanto ao faltar uma Tracer 1000 com essas características.
Aliás, ao longo do ano passado muito se especulou sobre o que seria a Tracer GT, com a generalidade da imprensa a apostar num novo produto baseado na plataforma MT-10 precisamente como sendo resposta ás XR e SuperDuke GT...
O que não se concretizou.

(20-07-2018 às 09:40)dmanteigas Escreveu:  Deve vender mais MT-07 e MT-09 a Yamaha na Europa Ocidental que a BMW o seu segmento de nakeds no mundo inteiro, por exemplo.

São "budget bikes" destinadas ás massas.
Seria estranho se assim não fosse!

(20-07-2018 às 09:40)dmanteigas Escreveu:  Não fossem as GS/GSA e a BMW era quase um fabricante "menor" com menos de 100k de motas vendidas por ano.

A GS é indiscutivelmente a galinha dos ovos de ouro da BMW.
Porém, foi com a introdução das F800 que a marca alargou horizontes e fidelizou muitos novos clientes.

Não tenho dados suficientes que me permitam achar que 100k de Yamaha vendidas seja mais lucrativo que 100k de BMW vendidas para os respectivos construtores.

(20-07-2018 às 09:40)dmanteigas Escreveu:  Havendo motas da mesma gama que custam 10k e que, para o uso que se dá a estas motas, não são 40, 50 ou 60% melhores (não há nenhuma a 13k, a pure fica a 14k preço base sem nenhum pack), então sim, a de 14/16k é para "ricos" no sentido em que quem compra uma nineT é porque o dinheiro não entrou sequer na equação. Porque se entrasse, era XSR900/Z900RS todos os dias da semana sem sequer pestanejar. 

O que é que entendes pelo "uso que se dá a estas motas"? think

OK.
Vou tentar acompanhar o teu raciocínio...

Alguém gastar 12.600 euros numa Tracer GT é algo perfeitamente legitimo!
Afinal, quem compra uma moto deste género é porque se farta de fazer quilómetros no dia-a-dia. Ou a viajar!
Uma moto para motociclistas a sério!

Mas... dar 14.000 por nineT é uma extravagância para ricos.
Afinal, trata-se de um bibelot que só serve para ir ao café! E tirar fotos para o instagram.
Uma moto para posers!

Já gastar 13.000 numa Z900RS é perfeitamente legítimo!
Certo..
Responder
#58

(20-07-2018 às 09:46)dmanteigas Escreveu:  Não é paneleirices pah... eu ando regularmente com pendura e malas (laterais e top case) e tenho de encontrar dois pontos de afinação diferentes, um para quando ando sozinho e outro para quando ando com pendura. Tenho mexido "empiricamente" e noto bastante diferença no que mexi quando ando com pendura, mas basicamente pouco mais fiz do que aumentar a pre carga da mola traseira e dianteiras e puramente ao calhas, portanto o aprender a mexer na suspensão é imperativo se de hoje para amanhã me der na telha de pegar na mota e ir até Roma ver o Papa.

Imperativo?

Olha... ainda ontem à noite estive no tasco, e a malta estava a trocar impressões sobre viagens de mota...

Há 3 semanas, um grupo fez um churrasco no sabado ao almoço e depois de 2 grades decidiram carregar tendas e sacos cama numa mochila de campismo e arrancaram para o norte da Holanda às 15h. 4 gajos, 1 numa R1 de 99 já com mais de 100k km e uma cbr900 de carquejos.

Paragens só para abastecer e sempre a dar lume. Comer em áreas de serviço, chegaram la às 9 da manhã de domingo para verem a corrida. Bilhetes de candonga.

Arrancaram à chuva, acho que puseram uma capa na mochila dos penduras que durou... os primeiros 6km.

Dormiram numa berma de estrada dentro das tendas, ligaram ao chefe na 2ª de manhã com uma treta qualquer e na 3ª feira apresentaram-se para trabalhar.

Certo que não levaram malas laterais nem top case, mas nem imagino como é que conseguiram fazer a viagem sem regularem a pré carga ou darem um acerto de suspensão.

Considera o seguinte... se a suspensão não estiver a babar e a entortar a mesa, ou a roda de trás a roçar na cave de roda... é para dar gatilho! O resto... são paneleirices.


Responder
#59

vindaloo pah, obrigas-me a dar-te explicações sempre longas...

Se eles fazem isso têm a minha admiração, mas eu tipicamente quando pago gosto de usufruir de tudo aquilo a que tenho direito... sendo a afinação das suspensões um desses "direitos", porque motivo me devo contentar com algo menos que isso? Afinal, parte do marketing da GT é ter melhores suspensões que a versão normal. Suspensões bem afinadas para as diversas situações são mais seguras e mais confortáveis e acredito eu mais duráveis também. Então porque motivo não devo ter interesse em aprender e preocupar-me com isto? Eu ando com a mota na mesma agora com elas afinadas como tiverem de ser, mas tendo a opção de aprender mais sobre o assunto com quem percebe e começar eu a mexer... se isto fosse um assunto menor, as motas de gama alta não vinham com afinação eletrónica logo desde os 0kms!
Responder
#60

Imprima, dobra e guarda na carteira.

[Imagem: 182b76dceb02761485a3ebec6e7171fd.jpg]

Apesar de daqui a uns tempos já te habituaste e nem sequer te lembras mais do assunto...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)