Nova Africa Twin
#51

Ola

Mau Mau Mau!!!! mas quem é a alma que se atrave a dizer mal de uma YAMAHA mais a mais a um gajo que tem nao 1 mas 7 maquinas com motores de 5 valvulas, que ja rebentou 2 deles que tem um com 140.000km que respira saude, um de corrida a gastar 25W50 (o unico que se la aguenta), e que ainda assim com todos estes defeitos, e por ser tao masoquista, nao os troca pela melhor maquina do mundo???? quem é essa alma????? alem de tudo isto este mesmo gajo teve uma super tenere mais arraçada que um demonio, que paso as "pasas do Algarve" e que so se foi porque nao sei bem porque é daquelas coisas que a gente faz na vida e nao entende, mas pronto, é daquelas maquinas que esta na mira...

Bem malta pros poucos que me conhecem pessoalmente sabem do que falo, sou um eterno apaixonado (masoquista) dos motores velhos, aliaz a maquina mais nova que tenho é de 95 o seja tem so 20aninhos. alem de velhos, yamaha, que como alguem disse um dia quando a Yamaha começou a fazer motores a 4 tempos nao percebeu que estes nao gastam oleo entao vai de meter oleo por todo o lado la pelas casa japonesa durante muitos anos seja de 2 o de 4 tempos a palavra oleo estava na ordem do día, mas tambem digam-me que prazer tem fazer uma viagem de mota sem ter de desmontar alguma coisa no meio do caminho, o ter de cada 500km ver o oleo, sem essas coisas nao sei viajar, mais nao sei andar de mota, pra mim as motas tem de ser velhas, grandes, das que tremem nas curvas e abanam nas rectas e se gastarem oleo entao esta a mistura perfeita... alguem um dia ouvi comentar que o que mais queria era que alguma marca de pneus nao deixa-se de fazer pneus finos, o que eu peço é que a Cepsa nao deixa de fabricar o 25W50...

Abraço
LOBO
Responder
#52

Ola

Parece que assustei a malta...

Um abraço
LOBO
Responder
#53

(26-05-2015 às 15:12)lobo do Asfalto Escreveu:  Ola

Parece que assustei a malta...

Um abraço
LOBO

E nem sequer te viram a escavacar material!!! devil
Responder
#54

Aqui ninguem disse mal dos pianos.
Aqui só se ouve os pianistas a falarem mal das outras marcas!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#55

Então toma lá...


(26-05-2015 às 10:27)lobo do Asfalto Escreveu:  mas quem é a alma que se atrave a dizer mal de uma YAMAHA mais a mais a um gajo que tem nao 1 mas 7 maquinas com motores de 5 valvulas, que ja rebentou 2 deles que tem um com 140.000km..

A minha pior experiencia foi uma Yamaha FZ6.
Desde problemas electrónicos, suspensões que morrem aos 20 mil km, a pinhões de ataque saltarem em andamento..
Tive todos os problemas que imaginei ter numa moto. Curiosamente nunca gastou uma gota de óleo!
Foi comprada nova com zero kms. E o momento mais feliz foi num acidente ficou decladarada como perda total!
smile
Responder
#56

(26-05-2015 às 17:34)dfelix Escreveu:  A minha pior experiencia foi uma Yamaha FZ6.
Desde problemas electrónicos, suspensões que morrem aos 20 mil km, a pinhões de ataque saltarem em andamento..
Tive todos os problemas que imaginei ter numa moto. Curiosamente nunca gastou uma gota de óleo!
Foi comprada nova com zero kms. E o momento mais feliz foi num acidente ficou decladarada como perda total!
smile

Epa..... não devias dizer isso.... toda a gente sabe que as japonesas não avariam nem dão problemas! tong
Tens a certeza que era uma yamaha? Ou não seria uma europeia camuflada com autocolantes com 3 diapasões?! lol

Agora a sério.... essa do pinhão de ataque saltar, a Fazer 600 de um amigo meu (e habitué nas voltas aqui do pessoal, o Vitor), o pinhão estava completamente solto do veio dentado e só não saltou porque não tinha espaço entre o final do veio e a tampa de plástico de protecção. Mas ao rodar, encostou à tampa e começou a "comê-la" por dentro. Ele só deu conta quando começou a ver uma marca esquisita circular do lado de fora, e foi averiguar o que era... e mal tira a tampa, fica com o pinhão e a corrente na mão! wtf

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#57

(26-05-2015 às 17:45)carlos-kb Escreveu:  Agora a sério.... essa do pinhão de ataque saltar, a Fazer 600 de um amigo meu (e habitué nas voltas aqui do pessoal, o Vitor), o pinhão estava completamente solto do veio dentado e só não saltou porque não tinha espaço entre o final do veio e a tampa de plástico de protecção.

Se me permites a puntualizar, não como reparo, mas como aviso para os navegantes.
Quando a mota esta fria o Pinhão de ataque deve ter folga, oscilar e sentir-se solto em relação ao veio secundario da caixa.
Isto é assim porque com a fricção e a temperatura el e tem espaço para dilatar e ajustar-se ao veio.
Não é defeito, é feitio.
Convem é, numa inspecção visual, verificar que está la o parafuso ou a anilha que o impede de saltar fora.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#58

(26-05-2015 às 18:00)LoneRider Escreveu:  Quando a mota esta fria o Pinhão de ataque deve ter folga, oscilar e sentir-se solto em relação ao veio secundario da caixa.

Mas é suposto o pinhão ter um freio! lol
Estando lá o freio... é suposto que ele funcione. É para isso que foi inventado.
Se não está lá o freio... é porque alguém se esqueceu. No meu caso, alguém na fábrica, pois a moto tinha 6 meses.
dead
Responder
#59

(26-05-2015 às 17:45)carlos-kb Escreveu:  
(26-05-2015 às 17:34)dfelix Escreveu:  A minha pior experiencia foi uma Yamaha FZ6.
Desde problemas electrónicos, suspensões que morrem aos 20 mil km, a pinhões de ataque saltarem em andamento..
Tive todos os problemas que imaginei ter numa moto. Curiosamente nunca gastou uma gota de óleo!
Foi comprada nova com zero kms. E o momento mais feliz foi num acidente ficou decladarada como perda total!
smile

Epa..... não devias dizer isso.... toda a gente sabe que as japonesas não avariam nem dão problemas!  tong
Tens a certeza que era uma yamaha? Ou não seria uma europeia camuflada com autocolantes com 3 diapasões?!  lol

Agora a sério.... essa do pinhão de ataque saltar, a Fazer 600 de um amigo meu (e habitué nas voltas aqui do pessoal, o Vitor), o pinhão estava completamente solto do veio dentado e só não saltou porque não tinha espaço entre o final do veio e a tampa de plástico de protecção. Mas ao rodar, encostou à tampa e começou a "comê-la" por dentro. Ele só deu conta quando começou a ver uma marca esquisita circular do lado de fora, e foi averiguar o que era... e mal tira a tampa, fica com o pinhão e a corrente na mão!   wtf

Boas;
Não tenho a certeza, mas acho que a FZ6 vem de Belgarda! lol
Independentemente disso, nada justifica o calvário que o Dfelix passou.
Sinto até uma certa vergonha pela sucata que a moto dele foi.

O aperto do pinhão de ataque deve ser verificado aos 10 000km, ninguém o deve ter feito. Mas está na Check List do Manual de Serviço da moto.
Responder
#60

(26-05-2015 às 18:20)dfelix Escreveu:  
(26-05-2015 às 18:00)LoneRider Escreveu:  Quando a mota esta fria o Pinhão de ataque deve ter folga, oscilar e sentir-se solto em relação ao veio secundario da caixa.

Mas é suposto o pinhão ter um freio!  lol
Estando lá o freio... é suposto que ele funcione. É para isso que foi inventado.
Se não está lá o freio... é porque alguém se esqueceu. No meu caso, alguém na fábrica, pois a moto tinha 6 meses.
dead

Eu estava a generalizar David!
É obvio que no teu caso algo correu mal.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)