MV Agusta Lisboa
#11

(05-01-2015 às 14:57)Johnny_1056 Escreveu:  tenta saber um pouco mais do preço dos consumíveis e eventuais peças de substituição. blink

Os consumíveis são na sua generalidade OEM. A MV Agusta não fabrica óleos, velas, pastilhas, filtros e transmissões secundárias. Acaba por ser o mesmo que as outras...

Peças "não consumíveis" ou específicas, sim que acabam por ser mais caras em certas marcas, e por não haver mercado "paralelo" ou after-market. Mas quantas vezes se trocam? Não me parece que para quem queira mesmo uma Meccanica Verghera, seja este o motivo para a meter de parte.
Não conheço (naturalmente) os valores praticados pela MVA, no que concerne a este tipo de componenetes.... mas tenho o "meu" exemplo, na BMW, que se faz cobrar bem por peças que não de desgaste. E não é esse facto que faz com que certos modelos da marca alemã não vendam que nem pãezinhos quentes.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#12

motas vendem-se como pãeszinhos?
eu devo como media 7 paposecos por semana
10 motas tive eu até já hoje
:p

Load ""
Responder
#13

(05-01-2015 às 14:57)Johnny_1056 Escreveu:  Carlos_kb, além do preço de aquisição, tenta saber um pouco mais do preço dos consumíveis e eventuais peças de substituição. blink

O 10W40 100% sintético não deve ser mais caro só por ser para uma MV... e as velas devem ser as mesmas NGK de outras motos equivalentes.
Com vantagem de levar menos uma que as rivais tetracilindricas.  bigsmile

O filtro de óleo será muito mais caro? Quanto mais? 10, 20, 100 euros mais?
(E podes sempre meter um hi-flo que pelo que ouvi dizer neste fórum, são fantásticos!)  lol

Esse argumento das peças e dos consumíveis foi o que mais ouvi antes de ter uma Triumph...
Aliás, já tinha mais de 100 mil km marcados na minha e ainda me vinham com a conversa de que as peças eram caras, que demoravam tempo a chegar, que as motos davam problemas, bla bla bla...
Palhaçada! Sobretudo quando a base de argumentação é "o amigo do amigo que teve uma"!
wtf

Já precisei comprar peças de electrónica para a BMW e confesso que até achava que ia pagar muito mais caro!
Por outro lado já me pediram 15 euros por uma simples fichas plástica que é comum a todo o catálogo!
Mas o problema da BMW é mesmo fazer motos de merda, porque aquilo que substituí nem é suposto alguma vez ter avariado!  lol

E.. o que entendes por peças de substituição?
Provavelmente espetá-la contra um rail é capaz de sair mais carro de reparar que numa japonesa.
(a ideia de um gajo decidir entre duas motos pelo facto de se poder espetar, parece-me um bocado estranho...)

Mas, a conclusão que já cheguei quanto a isto é que... não há ciência exacta.
E se um gajo não se arrisca um pouco, nunca abre os horizontes a determinadas coisas inexplicáveis que as motos menos comuns e mais exóticas podem oferecem.
Num nível extremo estás a dizer que "Honda é Honda" e aí não há hipótese.
lol



(05-01-2015 às 15:33)7pires Escreveu:  10 motas tive eu até já hoje

E tirando a nc30.. nenhuma de jeito... lol
Responder
#14

andas lá proximo!

todas juntas faziam uma:
nc30 boa peso e tamanho
vfr800 motor de injeção, 34cm2 a mais
duvile, as malas e aerodinamia
f800s consumos e contakm
ninja250 o peso
cbr600 fiabilidade e o curvar
dax o tamanho

Load ""
Responder
#15

Boas;
Dfelix, Hi-Flo com MV Agusta deve dar um resultado espectacular. lol

Tudo bem que os consumíveis são iguais para todas, mas todos nós sabemos que as despesas duma moto não se resumem só a isso. Há sempre qualquer m#rdice para substituir e por aquilo que já vi não sai barato. Depois também não estou para ficar "pendurado" por falta de material.

Dei o exemplo que dum amigo que tem uma Brutale R, quando vi a moto fiquei deslumbrado, ainda mais quando me disse o preço. Comparativamente a uma Yamaha Fz1 é muito mais refinada, mais bonita, mais tudo; mas... depois surge a outra face da moeda e garanto que já não tem nada de espectacular.
Continuo a achar que quem lhe dá esfregas, mais cedo ou mais tarde vai ter que as pagar.

Ou então sou eu que estou mal habituado, só tenho motos problemáticas e estão sempre a precisar de mais qualquer coisa. confused
Responder
#16

(05-01-2015 às 17:54)Johnny_1056 Escreveu:  Ou então sou eu que estou mal habituado, só tenho motos problemáticas e estão sempre a precisar de mais qualquer coisa. confused

Tu gostas de motos velhas...
E as motos velhas são mais exigentes que as recentes em termos de peças que avariam do nada.

Por muito que se critique as electrónicas de hoje em dia, na realidade são muito mais fiáveis que as electrónicas simples de antigamente.
(Mesmo nas Hondas o rectificador avaria!)



Eu era gajo para viver confortavelmente com uma Brutale 800.
E esfregar-lhe com 220k em 5 anos como fiz com a Speed Triple! (que na altura também toda a gente dizia que davam problemas)
Responder
#17

Boas;

Dfelix, não sejas assim!! Não gosto só de motos velhas!! bigsmile
No geral, até vou estando satisfeito com a fiabilidade do que tenho em casa, mas aparece sempre qualquer coisa e nunca preguei com 220K numa moto.
A ZZR 1100 com 100K estava pior que o chapéu dum pobre e nem dessa posso dizer mal.

Infelizmente, como as coisas andam, vou demorar muito tempo até gastar uma moto. Já não me lembro de andar de moto a sério. redeye

Também era gajo para viver confortavelmente com uma MV. Poucas chatices devia ter pelo motivo anterior.
Responder
#18

atão e as cbrs vfrs yzf´s?
já não sao motores infernais e duraveis?
disapointed

tou ficar velho para as modernices, brutales e tal e coiso e fiaveis

Load ""
Responder
#19

Eu também vivia confortavelmente com uma "marreca" ali na garagem... ao lado do meu "aquecedor a óleo".

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#20

(05-01-2015 às 15:38)dfelix Escreveu:  Com vantagem de levar menos uma que as rivais tetracilindricas.  bigsmile

No caso das 675 / 800.... se forem as 1000 / 1090 usam o mesmo número.

(05-01-2015 às 15:38)dfelix Escreveu:  Já precisei comprar peças de electrónica para a BMW e confesso que até achava que ia pagar muito mais caro!

Depende! Um modulador de ABS, que nas BM's com travagem assistida por servo-freio dão raia como tudo, e a marca não assume que já é anomalia comum demais.
Depois faz-se cobrar em cerca de 1500 euros pela sua substituição.  confused

(05-01-2015 às 15:38)dfelix Escreveu:  Mas o problema da BMW é mesmo fazer motos de m****, porque aquilo que substituí nem é suposto alguma vez ter avariado!  lol
Precisamente o caso de um sistema ABS! Só na BMW tenho conhecimento de darem raia.... tanto que há quem opte por o "desactivar", ao invés de mandar reparar.

(05-01-2015 às 15:38)dfelix Escreveu:  E tirando a nc30.. nenhuma de jeito...  lol
Não sejas tanto assim.... o Pires também teve uma VFR800 Fi... ou uma F800S! O problema é que, as que foi buscar, estavam tão escafiadas que ficavam longe de serem o primor estético e/ou mecânico.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)