MV Agusta Dragster Blackout - techno cafe racer
#1

A Dragster Blackout surge de uma colaboração entre a  MV Agusta e a Valter Moto Components, um fabricante de equipamentos de competição de elevadas especificações e qualidade, que colabora com o gabinete de competição (Reparto Corse) da marca de Varese.

[Imagem: SMUUEfL.jpg]

O design esteve a cargo da Tecnoart Sersan, que chamou a si a responsabilidade de elaborar os gráficos e o esquema de pintura da Dragster Blackout, que Valter Esposito, fundador da marca, definiu como uma "techno-cafe racer" inspirada no mundo da competição e no “tunning” automóvel.


A forte transformação assenta sobretudo na instalação de equipamentos da Valter Moto Components, designadamente guiador de avanços, poisa-pés, manetes, tampão de gasolina, reservatórios de óleo dos travões, suporte de matrícula e pisca-piscas.


Mas o farol redondo de 7 polegadas, com lâmpadas LED, instalado num suporte que engloba também o recolocado painel de instrumentos, definem um novo carácter para esta mota.

[Imagem: si1bH4Y.jpg]

Também o novo ecrã de 4,3 polegadas instalado no cimo da mesa de direcção, e que está ligado a um pequena câmara colocada na traseira, permite a remoção dos espelhos retrovisores com a vantagem acrescida, para além da estética, de permitir uma visão de 170º para a traseira.

[Imagem: vkAuw8W.jpg]

O escape é assinado pela SC-Project, e é equivalente ao utilizado na moto de Leon Camier, a MV Agusta F4 que milita no campeonato WSBK.

[Imagem: hJcXfHM.jpg]

Pormenores como o logo da MV Agusta maquinados à mão nas tampas do motor também contribuem para refinar o conjunto.

[Imagem: 9pe7vnt.jpg]

A pintura, com um esquema criado por William Melzi da Tecnoart, é inspirada num estilo “Steampunk” congregado num conceito “motion-switch” que confere movimento mesmo quando a moto permanece estática.

Giovanni Castiglioni, CEO da MV Agusta referiu-se à Blackout:

“A MV Agusta é mundialmente conhecida como um fabricante de arte motociclística. E para mim, é um enorme prazer constatar que a nossa marca está a causar tanto interesse de fabricantes tão conceituados como Walt Siegl, Zagato, Deus Ex Machina e Officine GP Design, isto para nomear apenas alguns. Pessoalmente fiquei rendido ao design do meu amigo Valter. A Blackout é uma máquina que me inspira muitas ideias…”

[Imagem: xbbcUun.jpg]

[Imagem: AnUrGJn.jpg]

[Imagem: ELkoows.jpg]

[Imagem: ASX2XQD.jpg]

[Imagem: hN481DA.jpg]

[Imagem: H6Jn4qV.jpg]

Fonte

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#2

Tudo o que penso ao ver as fotos é, haja euros muitos euros. Tudo isso cheira a demasiados euros! lol
Responder
#3

Isto é, provavelmente, algo semelhante ao que faria a uma mota se eu envereredasse pelo Flanelismo...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#4

Numa palavra.... BRUTAL!!!


E agora estes senhores conseguiram-me confundir..... esta Black Out ou a Dragster RR? rolleyes lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

Gosto muito! A mota está com um design espectacular! Oh Suzuki, mete os olhos nisto! lol
Responder
#6

É muito comum os doentes terminais mostrarem sinais de boa saúde pouco antes da sua morte!  lol
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)