Mudanças a martelo
#11

Na XJ6 se a engrenagem não fizer barulho é pq que algo esta errado.

O problema não é a mota ou o óleo (pese embora influencie, óbvio)...aquelas caixas são tipicamente "matraquilheiras" e tens um "sweet spot" para engrenar mto mto curto.

Também era algo que me fazia confusão no inicio, mas agora com perto de 70k, já lhe apanhei o jeito.
Responder
#12

Muitos modelos da yamaha dos anos 90 sao bem conhecidas por ter caixas assim. É verdade que nao é defeito mas feitio.

Mas nao conseguir meter o ponto morto ja nao me parece normal.
Responder
#13

O ponto morto da minha é entre a 1ª e 2ª lol

Não há qualquer dificuldade em encontrar o gajo.
Responder
#14

Se a embraiagem não faz bem o seu trabalho o mais provável é que as mudanças entrem de forma errática.

A mudança de óleo (para um óleo mais adecuado) ajuda a suavizar a mecânica mas não repara ou minimiza os efeitos de uma avería.

O que acontece pode não ser só responsabilidade da embraiagem.

Mas como o Filipe disse é muito bem, o primeiro a fazer é perceber se a embraiagem trabalha bem a quente.
Ou seja, quando a mota está parada (a quente) e com a primeira engatada, existe transmissão de força?
A Mota quer andar mesmo com a mota embraiada?
Quando soltas a embraiagem o precesso é progressivo?
A força transmitida é constante ou as vezes parece que a mota acelera em vão?
Responder
#15

(31-07-2019 às 14:35)RicardoF Escreveu:  Boas malta.

Uma opinião/ajuda:
A frio as mudanças da XJ entram na boa sem stress, mas assim que a moto aquece começam a entrar a martelo e até com alguma força.
Isto deverá ser apenas afinação de cabo de embraiagam, ou será algo mais internamente?
Relembro que piora quando a moto aquece...até pra encontrar o ponto morto é um sacrificio depois...

(31-07-2019 às 15:21)pmp Escreveu:  Boas,

Na minha não sinto que seja necessário fazer muita força ou que as mudanças entrem a martelo, mas tenho a mesma dificuldade em encontrar o ponto morto com a mota quente.
Podes ver aqui a minha pergunta e as respostas que se seguiram. Parece que é feitio e não defeito.

(31-07-2019 às 15:46)dmanteigas Escreveu:  Trocaste o óleo recentemente? Na minha BN125 também começa a acontecer isso com o envelhecimento do óleo. Muda o óleo e vê se ajuda.

(31-07-2019 às 18:25)rruella Escreveu:  este tópico me interessa bastante.

(31-07-2019 às 21:59)MagJet Escreveu:  É o óleo. Ou a falta dele.

(31-07-2019 às 23:35)Nfilipe Escreveu:  Ui... a minha xt fazia isso, provavelmente tens o cesto da embraiagem danificado e só lá vai trocando o cesto mas recomendo que vejas a afinação da manete da embraiagem, se tiveres muita folga não consegues meter o ponto morto! Outra coisa poderia ser o oleo mas duvido um pouco... se entra bem a frio e a quente é o que é, era igual na minha xt. Era uma merda de tal maneira que antes de parar a mota tinha que procurar o neutro em andamento, com o motor bem quente só assim e é quando conseguia, outra maneira é com ela parada e com a embraiagem apertada, das uma aceleradelas, sobes bem a rotação e procuras o neutro.

(01-08-2019 às 10:16)OFFICER Escreveu:  Experimenta usar um óleo diferente (de preferência melhor), por norma se é a quente é porque o óleo altera com a temperatura, assim como a dilatação dos metais.

(01-08-2019 às 10:20)dmanteigas Escreveu:  
(31-07-2019 às 23:35)Nfilipe Escreveu:  Ui... a minha xt fazia isso, provavelmente tens o cesto da embraiagem danificado e só lá vai trocando o cesto mas recomendo que vejas a afinação da manete da embraiagem, se tiveres muita folga não consegues meter o ponto morto! Outra coisa poderia ser o oleo mas duvido um pouco... se entra bem a frio e a quente é o que é, era igual na minha xt. Era uma merda de tal maneira que antes de parar a mota tinha que procurar o neutro em andamento, com o motor bem quente só assim e é quando conseguia, outra maneira é com ela parada e com a embraiagem apertada, das uma aceleradelas, sobes bem a rotação e procuras o neutro.

Ou seja... entre bem a frio, fica mais "dura" a quente e deduzes que o problema é na manete da embraiagem ou o cesto da embraiagem? wtf

Eu não percebo muito de mecânica, mas tendo em conta que é um problema que sempre aconteceu regularmente nas minhas 125 com o envelhecimento do óleo, creio que será muito mais provável que o óleo com a degradação do uso e consequentemente ficando menos viscoso com o tempo, esteja já num estado em que não lubrifica convenientemente a caixa e portanto a mesma fica mais rija conforme este aquece. Se fosse um problema de cesto de embraiagem ou afinação da embraiagem, a mota estar fria ou quente seria indiferente.

(01-08-2019 às 13:41)Nfilipe Escreveu:  O mesmo problema com os mesmos sintomas na minha mota eu nao deduzo, tenho a certeza que era o cesto da embraiagem, até porque mudei o óleo eu próprio para descartar essa possibilidade, até para um mais grosso, pensando que podia ajudar mas continuou na mesma. Quanto ao problema desta mota poderá ser isso ou não mas os sintomas sao muito semelhantes.

Eu não sou um estudioso da matéria mas na altura li o suficiente com problemas semelhantes para chegar a conclusão que era o cesto da embraiagem, com o aquecimento os componentes dilatam, os próprios discos de embraiagem comportam-se de maneira diferente a quente e se o cesto de embraiagem tiver danos por dentro, a quente as mudanças começam a entrar a porrada e achar o neutro é bastante difícil! Como também ja disse, e sei que assim é, muita folga na manete da embraiagem é suficiente para ter problemas em encontrar o neutro. O óleo também poderá ser a causa mas até nada mais fácil que começares por ai e pela afinação da manete. Começas pelo simples e barato e vais descartando possibilidades, até pode ser uma peça que puxa o cabo lá dentro com folga, mas poderá ser mesmo o cesto! E nao te prendas nos kms que a mota tem, até porque podem nao ser reais mas ainda que sejam, nao é preciso muito para danificar o cesto, é nao mudar o óleo na altura devida e nao saber usar a caixa como deve ser.

Boas camaradas,
tambem tenho o mesmo problema que penso não ser problema mas sim feitio. Segundo me informei, pode ser simplesmente uma questao de oleo. Não que sejam de ma qualidade mas sim ter haver com o tipo de oleo usado. Os oleos minerais e semi-sinteticos sao melhores em termos de embraiagem e os sintenticos melhores em termos de protecao de motor. Eu uso oleo sintetico, não sei se é vosso caso. Tanto que agora vou experimentar o semi-sintetico para ver se melhora este comportamento das mudanças.
Responder
#16

(01-08-2019 às 13:41)Nfilipe Escreveu:  O mesmo problema com os mesmos sintomas na minha mota eu nao deduzo, tenho a certeza que era o cesto da embraiagem, até porque mudei o óleo eu próprio para descartar essa possibilidade, até para um mais grosso, pensando que podia ajudar mas continuou na mesma. Quanto ao problema desta mota poderá ser isso ou não mas os sintomas sao muito semelhantes.

Eu não sou um estudioso da matéria mas na altura li o suficiente com problemas semelhantes para chegar a conclusão que era o cesto da embraiagem, com o aquecimento os componentes dilatam, os próprios discos de embraiagem comportam-se de maneira diferente a quente e se o cesto de embraiagem tiver danos por dentro, a quente as mudanças começam a entrar a porrada e achar o neutro é bastante difícil! Como também ja disse, e sei que assim é, muita folga na manete da embraiagem é suficiente para ter problemas em encontrar o neutro. O óleo também poderá ser a causa mas até nada mais fácil que começares por ai e pela afinação da manete. Começas pelo simples e barato e vais descartando possibilidades, até pode ser uma peça que puxa o cabo lá dentro com folga, mas poderá ser mesmo o cesto! E nao te prendas nos kms que a mota tem, até porque podem nao ser reais mas ainda que sejam, nao é preciso muito para danificar o cesto, é nao mudar o óleo na altura devida e nao saber usar a caixa como deve ser.

Só por curiosidade, e sendo que para já me parece o pior cenário, quanto ficou essa brincadeira?



(01-08-2019 às 21:58)LoneRider Escreveu:  Se a embraiagem não faz bem o seu trabalho o mais provável é que as mudanças entrem de forma errática.

A mudança de óleo (para um óleo mais adecuado) ajuda a suavizar a mecânica mas não repara ou minimiza os efeitos de uma avería.

O que acontece pode não ser só responsabilidade da embraiagem.

Mas como o Filipe disse é muito bem, o primeiro a fazer é perceber se a embraiagem trabalha bem a quente.
Ou seja, quando a mota está parada (a quente) e com a primeira engatada, existe transmissão de força?
A Mota quer andar mesmo com a mota embraiada?
Quando soltas a embraiagem o precesso é progressivo?
A força transmitida é constante ou as vezes parece que a mota acelera em vão?

Vou começar por aí sim. Já andei de volta da embraiagem..vendo se no cavalete a roda girava e tal...mas foi a frio.
Sendo que os sintomas aparecem a quente..é mais que mandatório afinar a embraiagem a quente e ver o que acontece.

Depois digo os resultados.



(01-08-2019 às 22:54)Vulcano39 Escreveu:  Boas camaradas,
tambem tenho o mesmo problema que penso não ser problema mas sim feitio. Segundo me informei, pode ser simplesmente uma questao de oleo. Não que sejam de ma qualidade mas sim ter haver com o tipo de oleo usado. Os oleos minerais e semi-sinteticos sao melhores em termos de embraiagem e os sintenticos melhores em termos de protecao de motor. Eu uso oleo sintetico, não sei se é vosso caso. Tanto que agora vou experimentar o semi-sintetico para ver se melhora este comportamento das mudanças.

Partilha as conclusões a que chegares. Temos que desmistificar isto.


Obrigado malta

[Imagem: Io6W8QU.jpg]
Responder
#17

Pode ser que ajude sim.
No fórum das Hornet também partilham essa ideia...

Depois diz se ajudou fazendo a troca para um semi, ou qual foi a resolução thumbsup
Responder
#18

Eu só mencionei o cesto da embraiagem porque falas da dificuldade em meter ponto morto! É certo que nas mais variadas marcas e modelos sempre existiu e sempre irá existir caixas de velocidades suaves e outras que parece que entra a cacetada, até ai tudo certo! Como já mencionei é feitio e nao defeito! Pior ainda, quando uma pessoa nao tem experiência e conhecimento desse tipo de caixas de velocidades e pensa realmente que aquela merda quando mete as mudanças parece dar cabo de alguma coisa! Ao inicio quando comecei a andar na 600cc que comprei, também entre a primeira e segunda mandava umas bordoadas de tal maneira que por vezes até sentia a vibração pela perna! lol e iria jurar a pés juntos que aquela merda parecia tudo menos saudável e iria dar cabo da caixa mas com o passar do tempo também aprendi a usar melhor a caixa e como meter as mudanças de uma forma menos abrupta, sem parecer que qualquer coisa iria se desintegrar lá dentro!

Agora vejamos uma coisa, uma coisa é uma caixa agressiva e outra coisa é dificuldade em meter o ponto morto! e isso nao é problema da caixa, porque se fosse, com o motor frio acontecia também, é um problema de embraiagem! dai eu falar do cesto da embraiagem! A xt que tinha esse problema, já por outro lado tive uma yamaha thundercat que também tinha uma caixa agressiva mas nunca tive qualquer problema em meter o ponto morto! A xt vendi-a sem me dar o trabalho de reparar isso.

Mais uma vez e voltando a bater na mesma tecla, tudo bem que existam caixas agressivas mas quando se torna difícil achar o ponto morto quando o motor está quente, algo nao está bem. Custa me a crer que alguém aceite como feitio a dificuldade de meter o ponto morto quando o motor aquece.
Responder
#19

Já usei Yamalube semi-sintético e Yamalube 100% sintético, e o 100% sintético deixa a caixa incomparavelmente mais suave. Já usei Motul 5100 e Motul 7100 e o Motul 7100 deixa a caixa muito mais suave. Não sei de onde vem essa teoria de que o oleo mineral e semi-sintético são melhores para a caixa, mas pelo menos em termos de suavidade o padrão que encontro é sempre o oposto...
Responder
#20

(02-08-2019 às 16:14)dmanteigas Escreveu:  Já usei Yamalube semi-sintético e Yamalube 100% sintético, e o 100% sintético deixa a caixa incomparavelmente mais suave. Já usei Motul 5100 e Motul 7100 e o Motul 7100 deixa a caixa muito mais suave.

Tss tss... não usaste ainda o Amsoil. Segundo a pandilha de admins do grupo do facebook da CB, o melhor óleo à face da terra.

[Imagem: images?q=tbn:ANd9GcSBKDKs6yFSsA6jXIrK7LO...Fbu3pya-zl]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)