Mudança do liquido e lavagem do circuito de refrigeração da XJ6 Diversion
#1
O manual da Yamaha especificava que que teria de retirar a pequena carenagem lateral e a superior (acesso a tampa) para fazer a mudança do liquido...fiquei a coçar a cabeça por que raio seria necessário a remoção dessa carenagem lateral que fica atrás do motor...mas pronto, não liguei e mantive essa.
[Imagem: download.jpg]

1. Retirei o parafuso da tampa (segurança)
[Imagem: carenage-parafuso-tampa.jpg]

2. Retirei o bujao da bomba de agua conforme o manual, coloquei um garrafao para apanhar o liquido (nocivo para o ambiente) e em seguida abri a tampa do radiador para que o liquido começasse a verter.
[Imagem: mudas.jpg]
Aspecto do liquido que estava no interior...
[Imagem: agua-velha.jpg]


3. Entretanto já tinha retirado o tubo do deposito do liquido e localizado os parafusos (que para variar eram difíceis de aceder, procedendo em seguida a sua remoção para limpeza.
[Imagem: parafuso-deposito.jpg]
[Imagem: parafuso-deposito2.jpg]
resguardo deposito:
[Imagem: resguardo-deposito.jpg]
deposito:
[Imagem: deposito-sujo.jpg]

4. Fixei o deposito já limpo com um cabo e enchi ate ao limite máximo com uma mistura previamente preparada de agua destilada e vinagre (uma chavena de cafe pequena de vinagre para 5 litros de agua) enchi depois o radiador com a mistura.
[Imagem: deposito-limpo.jpg]
[Imagem: lavagem-interna.jpg]
[Imagem: vinagre-agua.jpg]

5. Coloquei a mota em funcionamento e deixei aquecer ate ligar a ventoinha
[Imagem: quente.jpg]

6. Deixei arrefecer e repeti o processo de drenagem do liquido que ainda apresentava uma cor azulada.

7. Enchi o deposito e o radiador com agua destilada e novamente coloquei o motor em marcha ate ligar a ventoinha e drenei assim que arrefeceu. (repetir as vezes que for necessário ate sair agua limpa)

8. Enchi o deposito com liquido de radiador ate a marca maxima e montei o mesmo e respectivo resguardo. Apertei o bujão de drenagem e coloquei o liquido no radiador com auxilio de um funil.
[Imagem: liquido-novo.jpg]
[Imagem: deposito-montado.jpg]

9. Após este processo coloquei novamente o motor em funcionamento para me assegurar que nao havia fugas de liquido pelo bujão e deixei aquecer ate ligar a ventoinha.

Fim do processo

Usei liquido Arbo G12 a 40%. Se forem fazer o mesmo não esqueçam de não abrir a tampa do radiador com o motor quente. Se tiverem com pressa, é seguro abrir quando o termómetro marcar 50º (mas devagar).
Famel Foguete (1958) 50cc 1990
Famel 76 50cc (1982)1991-1992
Moto Guzzi NTX 750 (1992)1997-1999
Yamaha XJ600S Diversion (1994) 2017-2018
Yamaha XJ6 Diversion (2010) 2018-logo se vê...https://www.facebook.com/PrepperVulcano39
Responder
#2
Atenção, não sou mecânico.

Eu sei que o vinagre é um bom decapante mas não sei como reage à temperatura.

Quem te disse que o vinagre é fixe para limpar o sistema? (não ponho em dúvida, só estou curioso)

Depois, e aqui varía um bocado de construtor para construtor, não havia no teu piano um para fuso de dreno da água que fica nos cilindros!?
É que o sistema frio, o diafragma ao encontrar-se fechado, não permite a drenagem das camisas de água no bloco.
Normalmente é normal (pelo menos nas Asinhas de Franga) haver um parafuso que drena os cilindros em caso de mudança do líquido refrigerante.
Aquilo que eu quero dizer é que é normal que a água com vinagre saísse suja, porque ao abrir o diafragma se diluía com o restante líquido de refrigeração existente dentro do bloco de cilindros, dando assim a falsa ideia de que o sistema estaba bué sujo.

Existem dois elementos importantes que não tocaste e que merecem, pelo menos uma inspecção visual.
A Bomba de Água, se bem eu desaconselho porque as vezes exigem alguma ferramenta específica e juntas novas, mas sobre tudo o diafragma, que é fácil de desmontar, é por a "cozer" num tacho para ver se este se "encolhe" (abre) acima dos 85°C.

Atenção que alguns dos valores anunciados variam de construtor para construtor.


Vá pá, não seja floco de neve, fizeste bem, entendeu-se perfeitamente que sabes o que estas a fazer e as minhas palavras vão única e exclusivamente no sentido de chamar à atenção de que não é igual para todas as motas e que um tutorial como o teu é uma boa ajuda se fizermos o trabalho de documentação e prévio estudo primeiro (tal como o fizeste)

Eu tenho que mudar o fluido de travões à Maria das Curvas e, estou mesmo a pensar em fazer um tutorial ao processo para pôr aqui no vespeiro.
Conto com o teu espírito crítico! thumbsup V
I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#3
Faltou a menção às cervejas e às alcagoitas durante todo o processo.

Está muito bom.
[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#4
Bom tópico. thumbsup
[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#5
(10-03-2019 às 09:08)LoneRider Escreveu: Atenção, não sou mecânico.

Eu sei que o vinagre é um bom decapante mas não sei como reage à temperatura.

Quem te disse que o vinagre é fixe para limpar o sistema? (não ponho em dúvida, só estou curioso)

Depois, e aqui varía um bocado de construtor para construtor, não havia no teu piano um para fuso de dreno da água que fica nos cilindros!?
É que o sistema frio, o diafragma ao encontrar-se fechado, não permite a drenagem das camisas de água no bloco.
Normalmente é normal (pelo menos nas Asinhas de Franga) haver um parafuso que drena os cilindros em caso de mudança do líquido refrigerante.
Aquilo que eu quero dizer é que é normal que a água com vinagre saísse suja, porque ao abrir o diafragma se diluía com o restante líquido de refrigeração existente dentro do bloco de cilindros, dando assim a falsa ideia de que o sistema estaba bué sujo.

Existem dois elementos importantes que não tocaste e que merecem, pelo menos uma inspecção visual.
A Bomba de Água, se bem eu desaconselho porque as vezes exigem alguma ferramenta específica e juntas novas, mas sobre tudo o diafragma, que é fácil de desmontar, é por a "cozer" num tacho para ver se este se "encolhe" (abre) acima dos 85°C.

Atenção que alguns dos valores anunciados variam de construtor para construtor.


Vá pá, não seja floco de neve, fizeste bem, entendeu-se perfeitamente que sabes o que estas a fazer e as minhas palavras vão única e exclusivamente no sentido de chamar à atenção de que não é igual para todas as motas e que um tutorial como o teu é uma boa ajuda se fizermos o trabalho de documentação e prévio estudo primeiro (tal como o fizeste)

Eu tenho que mudar o fluido de travões à Maria das Curvas e, estou mesmo a pensar em fazer um tutorial ao processo para pôr aqui no vespeiro.
Conto com o teu espírito crítico! thumbsup V
Nepia lone. Nem todas têm esse parafuso. A 07 pelo menos não tem.
Gostava só de acrescentar: Mudem o liquido a cada 2 anos, tenham a certeza que o líquido que usam é para blocos de alumínio e que a relação é a que manda no manual (julgo que a yamaha use 50% em todas as motas), e escusam de ter este trabalho.
Responder
#6
Boas;
Tanto trabalho para quê? Falta de sarna para te coçares?
O líquido de refrigeração deve ser mudado regularmente.
Usar vinagre? Para quê? Havia sinais de corrosão no sistema? Usa-se vinagre em sistemas muito corroídos e negligenciados, principalmente em motores com bloco de ferro.
Neste caso, foi algo completamente desnecessário.

Lone, deixa-te de picuinhices!!
Não há sinais de líquido de refrigeração no óleo nem de óleo no líquido de refrigeração? Então está tudo bem com a bomba de água.
A moto aquece normalmente e a ventoinha liga à temperatura pré-definida pelo construtor? Então está tudo bem com o termostato.

Não tenho grande informação acerca desse anti-congelante, mas preferia ter usado um anti-congelante de marca conceituada. Na generalidade, deterioram-se menos e deixam menos depósito no sistema.
Responder
#7
Já que se fala nisto! Aos entendidos, que eu nao percebo muito.

Se eu for ver uma mota e reparar que o deposito de expansão tem agua de cor castanha? será sinonimo de ferrugem no bloco? É um negocio que mais vale esquecer ou nao é situação para grande alarme?
Responder
#8
Boas;
É sinal de que deves olhar para ela com bastante atenção e sinal de que não teve uma manutenção muito cuidada.
Convém verificar o estado do radiador e eventualmente contar com algumas despesas, nomeadamente a bomba de água.
Há muita gente que nem sequer usa água destilada no circuito e a situação é ainda pior quando usam águas calcárias.
Responder
#9
(10-03-2019 às 17:11)Johnny_1056 Escreveu: Boas;
É sinal de que deves olhar para ela com bastante atenção e sinal de que não teve uma manutenção muito cuidada.
Convém verificar o estado do radiador e eventualmente contar com algumas despesas, nomeadamente a bomba de água.
Há muita gente que nem sequer usa água destilada no circuito e a situação é ainda pior quando usam águas calcárias.
X2
Eu só compraria uma mota assim se tivesse a muito bom preço, tipo 500€.
Responder
#10
Bom tópico.

Obrigado pela partilha.
Responder
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)