MotoCross, Enduro ou Dual Purpose?
#21

(11-02-2016 às 19:25)ChicoMPM Escreveu:  
(11-02-2016 às 18:22)LoneRider Escreveu:  Olá!
Estão a falar da Artax?
A Artax é uma CRF250L, aquilo a que tu chamaríamos uma Dual Propose. Uma moto de enduro civilizada.
Ela é de uma grande família do Off Road, mas sem aqueles genes radicais que a tornam desconfortável no dia a dia, mas que inevitavelmente, a limitam no monte. Quer dizer...
A diferença da CRF250L para a CRF250x está nos materiais empregues, chassis em alumínio, suspensões multi reguláveis, motor com pozinhos e electrónica radical. A CRF250L é mais tranquila, gosta de monte porque mantém a mesma geometria de construção, curte bue a cidade e conduz-se com mais facilidade.
Para fazer o raio de 50 em cidade e fazer uma visita aos pinhais sem grandes exigências então a CRF250L é a tua Mota.
Como alternativa, no mesmo segmento mas com melhor equipamento, mas não tão versátil, tens a KTM 250 ou 350 FreeRide.

Ahah, troquei os nomes, então não é mesmo uma moto que queira.. a moto tem limitações em termos de OffRoad e eu queria uma coisa robusta nesse aspecto e que se safasse na estrada, além de não gostar muito to look dessas Dual Purpose :/ E em termos de Suzukis, sugeres alguma coisa? Não sei porque mas sempre gostei da marca.

Olha lá as limitações a que me referia na CRF250L era comparativamente há versão "para negra" CRF250X!
É eu acho que andas a dar muitos tiros no escuro.
Se procuras uma "pata negra" para um uso diário fora do seu contexto, vais ter muito dinheiro para gastar em manutenção.
São motos que mudam o óleo a cada 3000km com um calendário de manutenção exigente, material caro, uma posição de condução nada apta para a estrada, pouca velocidade de ponta, consumos elevados e só tiras verdadeiro partido dela no mato!

Uma Dual Propose como a CRF250L oferece um bom comportamento no mato ( que nunca chegará a ser o comportamento de uma "pata negra") aliado a uma versatilidade no dia a dia!

O Carlos falou na AJP, que é uma máquina fiável e acessível, uma Dual Propose com muitos genes do mato, bem equipada e com muito bom feed dos seus proprietários.
Só peca pela falta de acessórios no mercado de acessórios.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#22

concordo com o lone, a ajp acho que é das marcas que consegue fazer uma mota com capacidade de DP e enduro sem perder quaisquer das caracteristicas blink a PR5 seria a melhor, ou então esperas pela PR7 mas essa será um preço algo alto blink
Responder
#23

(11-02-2016 às 19:44)n00b1e Escreveu:  
(11-02-2016 às 19:15)ChicoMPM Escreveu:  É uma moto bonita e interessante, porém eu desconfio sempre de marcas que não conheço, tenho de dar uma vista de olhos, quais são os preços dessas Enduro? Não consegui ver no site, mas estava a contar com uma coisa entre os 5000-6000

Isso tem a ver com a "velha tradição" cá do sitio...
As coisa boas que por cá (ainda) se fazem são normalmente mais conhecidas e apreciadas fora de portas.
No entanto e como o @Carlos já te disse, faz uma busca no U-Tube e Google pela AJP e pode ser que tenhas uma boa surpresa blink

Modelos AJP

Só mais um pequeno aparte....

5 a 6K euros por uma mota para quem não tem experiência é d'homem, caragú!... blink :-D

Corta lá isso para dois terços ou mesmo metade para começar já que tão importante como a mota vai ser o teu equipamento de protecção e ainda os primeiros "concertos" na menina já que as motas, e ainda mais as "cabras de mato" no seu ambiente natural, nem sempre "caiem de pé", ao contrario do que muitos dos clips no U-Tube mostram... blink


Tens razão, mas os 5k, 6k que eu disse vão ser pagos em prestação, porque eu não sou rico e estou muito longe disso ahah, a não ser que aparecesse uma usada a um preço decente, no entanto as enduro estão todas por volta desse preço, pelo menos novas... mas prefiro comprar uma decente e que dure uns anitos, do que comprar uma Keeway e estar completamente toda partida passado uns meses como já aconteceu á moto do meu amigo eheh, mas também ele não tinha cuidados com a moto.. eu pelo menos estimo as minhas coisas tong
Responder
#24

(11-02-2016 às 20:40)pedromt07 Escreveu:  concordo com o lone, a ajp acho que é das marcas que consegue fazer uma mota com capacidade de DP e enduro sem perder quaisquer das caracteristicas  blink a PR5 seria a melhor, ou então esperas pela PR7 mas essa será um preço algo alto  blink

Poisss, realmente pensando bem.. não devo gastar muito na minha primeira moto.. será que a 2000-3000 já arranjo umas decentes?
Responder
#25

(11-02-2016 às 19:52)LoneRider Escreveu:  
(11-02-2016 às 19:25)ChicoMPM Escreveu:  
(11-02-2016 às 18:22)LoneRider Escreveu:  Olá!
Estão a falar da Artax?
A Artax é uma CRF250L, aquilo a que tu chamaríamos uma Dual Propose. Uma moto de enduro civilizada.
Ela é de uma grande família do Off Road, mas sem aqueles genes radicais que a tornam desconfortável no dia a dia, mas que inevitavelmente, a limitam no monte. Quer dizer...
A diferença da CRF250L para a CRF250x está nos materiais empregues, chassis em alumínio, suspensões multi reguláveis, motor com pozinhos e electrónica radical. A CRF250L é mais tranquila, gosta de monte porque mantém a mesma geometria de construção, curte bue a cidade e conduz-se com mais facilidade.
Para fazer o raio de 50 em cidade e fazer uma visita aos pinhais sem grandes exigências então a CRF250L é a tua Mota.
Como alternativa, no mesmo segmento mas com melhor equipamento, mas não tão versátil, tens a KTM 250 ou 350 FreeRide.

Ahah, troquei os nomes, então não é mesmo uma moto que queira.. a moto tem limitações em termos de OffRoad e eu queria uma coisa robusta nesse aspecto e que se safasse na estrada, além de não gostar muito to look dessas Dual Purpose :/ E em termos de Suzukis, sugeres alguma coisa? Não sei porque mas sempre gostei da marca.

Olha lá as limitações a que me referia na CRF250L era comparativamente há versão "para negra" CRF250X!
É eu acho que andas a dar muitos tiros no escuro.
Se procuras uma "pata negra" para um uso diário fora do seu contexto, vais ter muito dinheiro para gastar em manutenção.
São motos que mudam o óleo a cada 3000km com um calendário de manutenção exigente, material caro, uma posição de condução nada apta para a estrada, pouca velocidade de ponta, consumos elevados e só tiras verdadeiro partido dela no mato!

Uma Dual Propose como a CRF250L oferece um bom comportamento no mato ( que nunca chegará a ser o comportamento de uma "pata negra") aliado a uma versatilidade no dia a dia!

O Carlos falou na AJP, que é uma máquina fiável e acessível, uma Dual Propose com muitos genes do mato, bem equipada e com muito bom feed dos seus proprietários.
Só peca pela falta de acessórios no mercado de acessórios.
Eu sei que estou a dar tiros no escuro, afinal de contas sou um novato xD, mas estava mesmo a pensar numa Enduro.. e para fazer 3000 km ia demorar uns tempinhos, não me estou a ver a fazer grande viagens..
Responder
#26

Pensa!
Quantos km vais fazer num dia?
30? 40?
Imagina que 50 (que nao é muito difícil)

Ao fim de um mes tinhas 1500km feitos.
Ao fim de 2 meses 3000.....

Depois se tens uma "pata negra" vais ter uma mota que saca cavalo só aceleração em quarta. Não é difícil, com 52 dentes de cremalheira até a Artax o fazia, mas vais ter uma dificuldade acrescida em controlar todo esse impetuo e depois o desgaste mecanico que isso acarreta.
Eu se fosse a ti pensava melhor!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#27

(11-02-2016 às 21:16)LoneRider Escreveu:  Pensa!
Quantos km vais fazer num dia?
30? 40?
Imagina que 50 (que nao é muito difícil)

Ao fim de um mes tinhas 1500km feitos.
Ao fim de 2 meses 3000.....

Depois se tens uma "pata negra" vais ter uma mota que saca cavalo só aceleração em quarta. Não é difícil,  com 52 dentes de cremalheira até a Artax o fazia, mas vais ter uma dificuldade acrescida em controlar todo esse impetuo e depois o desgaste mecanico que isso acarreta.
Eu se fosse a ti pensava melhor!

Epá, ia ao Porto pelo menos de 3 em 3 semanas, são 30 km, e ia andar aqui pela cidade e nos montes, por isso é que acho que não preciso de outro tipo de moto, pelo menos agora, não vou fazer viagens longas nem nada disso, gosto tanto das Enduro :/ O que queres dizer com desgaste mecânico?
Responder
#28

O desgaste mecanico de um sistema de transmissão com tanto atrito, que se suja com frequência, gerando ainda mais atrito. Das descargas que o motor tem sobre este.
Uma 250 de enduro não vai alem dos 110/120km de ponta, para que ganhe velocidade rapidamente tens que puxar muitas relações porque ao teres a uma transmissão reduzida, as mudanças esgotam num instante.
Isso significa sofrimento para o motor e claro o desgaste aparece mais cedo.
Ja procuraste na net as imagens para a CRF250L e a CRF250X?
Apesar sas diferenças esteticas vês mais alguma?
Vai la ver anda!  blink

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#29

(11-02-2016 às 21:49)ChicoMPM Escreveu:  
(11-02-2016 às 21:42)LoneRider Escreveu:  O desgaste mecanico de um sistema de transmissão com tanto atrito, que se suja com frequência, gerando ainda mais atrito. Das descargas que o motor tem sobre este.
Uma 250 de enduro não vai alem dos 110/120km de ponta, para que ganhe velocidade rapidamente tens que puxar muitas relações porque ao teres a uma transmissão reduzida, as mudanças esgotam num instante.
Isso significa sofrimento para o motor e claro o desgaste aparece mais cedo.
Ja procuraste na net as imagens para a CRF250L e a CRF250X?
Apesar sas diferenças esteticas vês mais alguma?
Vai la ver anda!  blink

O Motor e a suspensão são diferentes pelo que vi, e uma é mais feia que a outra.. mas isso é outra questão, eu sei que a 250l deve ser mais económica, mas e se não tiver um bom desempenho fora da estrada? Eu estou-me a ver a ir para praias, sítios com relva, florestas..
Responder
#30

se queres mesmo mesmo mesmo enduro, tens a ktm 525 exc que é fiavel, mas como o lone te disse, isto são motas de manutenção mais agressiva e que é preciso bolso algo fundos. eu tou no processo de arranjar dinheiro para uma 525 mas irei dar uso esporadico, se for mais uso diario é preciso mesmo bolsos fundos.
para poupares dinheiro e fazeres mato uma nx4 dá perfeitamente, ou uma crf250l tambem, se quiseres algo mais agressivo tens a xr400. as WR e CRF mesmo de enduro é como te disse, é preciso bolsos mais fundos blink isto são os meus .02 cent bigsmile
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)