[Mota seguinte] Qual a mais adequada?
#41

(13-04-2017 às 15:23)AguiarMota Escreveu:  
(13-04-2017 às 15:02)nelsonajm Escreveu:  Uma Deauvile a 200  ?!?! a sério...

São 15H e estás em Lisboa e tens de estar às 15:25H em Évora... não precisas duma mota... precisas é de organizar o teu tempo...

Já estava a ficar baralhado... e então voltei ao início do tópico...onde diz... que não é a primeira moto...

Então que motos já tiveste... talvez assim possa dar o meu sábio conselho... ou não... a parte do sábio...

pensei que seria perceptivel que o exemplo era apenas uma brincadeira, mas parece que não..

não pretendo andar sempre de roda no ar, nem vou andar sempre no redline, mas pretendo uma mota que, se for necessário, me leve depressa.
se assim fosse era pegar numa blackbird ou numa bking

tive uma cb500 que vendi entretanto e há alguns anos que 2 rodas só btt
cb500 essa que chegar aos 160 era um ai jesus, mas era o que dava para ter e portanto lá andava como ela deixava

como já disse estou virado para a vfr, mas ainda n esqueci a bandit
qualquer uma delas me permite andar a 200 sem stress, talvez a bandit seja mais molenga, talvez a vfr seja menos confortável, mas é isso que estou a tentar decidir.

Tens de ter em conta a porrada do vento que levas, numa ou noutra, na VFR penso que terás um melhor conforto aerodinâmico, o que por si torna as viagens em auto-estrada bem mais confortáveis.

"V"

Mototurismo a Dois | | Andar de mota é uma arte e cair... faz parte!! | | Motos & Destinos
Responder
#42

(13-04-2017 às 15:23)AguiarMota Escreveu:  cb500 essa que chegar aos 160 era um ai jesus

Ou tinha o motor achanatado, ou então não sei. Porque uma CB500 (das twin antigas), em condições e afinada consegue chegar a bem mais que isso (toca nos 190 Km/h já a esmifrar).
Há aqui pessoal que já fez viagens acompanhando "uma dada" CB500, e que te pode comprovar que foram permanentemente com cruzeiros de 160 / 170 Km/h (e nota que estou a falar de veloc. de cruzeiro e não veloc. de ponta). smile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#43

(13-04-2017 às 15:31)carlos-kb Escreveu:  
(13-04-2017 às 15:23)AguiarMota Escreveu:  cb500 essa que chegar aos 160 era um ai jesus

Ou tinha o motor achanatado, ou então não sei. Porque uma CB500 (das twin antigas), em condições e afinada consegue chegar a bem mais que isso (toca nos 190 Km/h já a esmifrar).
Há aqui pessoal que já fez viagens acompanhando "uma dada" CB500, e que te pode comprovar que foram permanentemente com cruzeiros de 160 / 170 Km/h. smile

Pelo menos, quando andava a tirar a carta, foi numa CB500 e o instrutor a dada altura disse-me assim: "Aproveita pá, enrola o punho a fundo, experimenta a adrenalina."

E eu enrolei, aquilo não fez esforço nenhum para chegar aos 140 km/h e ia continuar a subir, por isso penso que passe os 160 km/h com relativa facilidade.

"V"

Mototurismo a Dois | | Andar de mota é uma arte e cair... faz parte!! | | Motos & Destinos
Responder
#44

(13-04-2017 às 15:31)carlos-kb Escreveu:  Há aqui pessoal que já fez viagens acompanhando "uma dada" CB500, e que te pode comprovar que foram permanentemente com cruzeiros de 160 / 170 Km/h (e nota que estou a falar de veloc. de cruzeiro e não veloc. de ponta). smile

Íam bem acima disso... mas não se pode é escrever quanto... tanto que um deles até ficou sem gasolina... foi desde e entrada na Vasco da Gama... até Montegordo... ouvi dizer... que eu não sei de nada...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#45

Como disse anteriormente.. Uma Mota que me permita andar confortável, rápido quando precisar, que quando precisar ultrapassar não tenha que ponderar se consigo ou não.
Sozinho ou com a mulher.

Não vou andar a 200 por desporto, não vou andar de roda no ar, não vou andar a fazer burnout.
Responder
#46

(13-04-2017 às 19:20)AguiarMota Escreveu:  Como disse anteriormente.. Uma Mota que me permita andar confortável, rápido quando precisar, que quando precisar ultrapassar não tenha que ponderar se consigo ou não.
Sozinho ou com a mulher.

Não vou andar a 200 por desporto, não vou andar de roda no ar, não vou andar a fazer burnout.

Então qualquer cb500 e/ou do mesmo tipo serve para isso...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#47

(13-04-2017 às 19:20)AguiarMota Escreveu:  Como disse anteriormente.. Uma Mota que me permita andar confortável, rápido quando precisar, que quando precisar ultrapassar não tenha que ponderar se consigo ou não.
Sozinho ou com a mulher.

Não vou andar a 200 por desporto, não vou andar de roda no ar, não vou andar a fazer burnout.

Então tens a Yamaha Fazer 600, não são caras, são seguras, boa aceleração e confortáveis.

"V"

Mototurismo a Dois | | Andar de mota é uma arte e cair... faz parte!! | | Motos & Destinos
Responder
#48

Se equacionas dar umas voltas maiores, escolhe uma carenada.

Se é importante o conforto da patroa, vê se o lugar de trás tem uma almofada decente. Elas dão importância a essas coisas! smile
Responder
#49

A minha CB500S andava mais que a Deuville!

Parece que não aquela mini saia (carenagem) ajudava de katano.
E eu escondia-me la atrás a olhar pela marquise.....

Aguiar pá!

De todas a falaste pá a 800Fi é a melhor pá!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#50

A tua cb500 devia ter algum problema, a que eu tive não tinha dificuldade nenhuma para chegar aos 160...
Para ti, uma igual a que tenho agora era ideal...para andar a 200 chega e sobra, não precisas de nenhuma 1000...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)