[Mota seguinte] Depois da MT07 vem o quê?
#71

Pelo que escreveste, eu acho que a mota está escolhida. Agora, tens é que ter juízo.
Responder
#72

Pelo menos já sabes o que queres. Juizo e bola pa frente! blink
Responder
#73

Epa.... não percebo muito bem essa do "Ah e tal, tenho medo de uma R6 porque sou um perigo, posso-me entusiasmar e dar asneira!" confused

Tirando a possibilidade de eventualmente rodar um pouco mais o punho, vais fazer algo na R6 que já não faças com a MT-07?
A R6 faz o mesmo que a MT.... só anda um pouquinho mais (que é algo que dependerá apenas e só de ti).... mas igualmente trava melhor, tem maior estabilidade nas mais variadas situações, etc.
Não te parece que essa adoração pela R6 pode ser motivo o bastante para te moderares?

Não é por teres de repente mais 50cv debaixo de ti, que és obrigado a adoptar posturas que tu próprio assumes que podem ser de risco.

Eu passei recentemente de uma mota de 90cv para uma de 170cv. E não é por isso que acho que tenha de mudar posturas na estrada e modos de conduzir. Para abusar existirão sempre locais e momentos próprios.

Just think about that!!!!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#74

Por me conhecer é que acho que a R6 pode não ser uma boa ideia. Nas primeiras semanas vou andar com calma, mas depois começo a testar alguns limites (foi o que aconteceu com a MT07), e esta não perdoa tanto.
Às vezes puxo um bocado pela MT07, mas também sei andar devagar. Ainda hoje estava a caminho do trabalho a 100km/h na MT07 e a pensar "será que consigo fazer isto na R6? Ou vou andar sempre a partir?"

Acho que estou a tentar arranjar uma razão para não fazer o que o coração quer...

Enviado do meu ONEPLUS A3003 através de Tapatalk
Responder
#75

Tudo isso é uma questão de punho.

Esse discurso do "ah e tal eu com uma 1000cc mato-me".....ora, não deixa de ser uma hipotese. lol

Mas tendo tu o controlo da rotação do punho, podes sempre minimizar essa situação.

Situação igual num carro, por mais merdoso que seja , se andares sempre prego a fundo aumentas exponencialmente a hipotese do sono eterno.

A meu ver é tudo uma questão de perspectiva. Só andas rápido e abusas se quiseres.

A questão de perdoar deslizes é algo que com a a experiencia vais minimizando, conhecendo melhor os limites da mesma.

Podes sempre ter de ir ao chão ao explorar esses limites mas....se mandares umas valentes carvalhadas no momento do perigo consegues de certeza evitar essa situação. lol

[Imagem: images?q=tbn%3AANd9GcT4XLIkYtQDw11iDiKFM...g&usqp=CAU]


Responder
#76

A tua mota tem meses... talvez o inferno seja ainda mais chato de R6... espera pelo próximo ano e apuras as ideias e a tua prática. smile
Responder
#77

Sim, isso é verdade. Se calhar até é mais provável te lixares numa 125cc que numa 1000cc (travões, suspensão e por aí).

Na minha cabeça de matraquilho uma R6 é para puxar de vez em quando (com espaço e condições climatéricas), coisa que faço já na MT07 e irei fazer na Ducati (se for por esse caminho). Com a diferença de que a R6 puxa a sério... Já estiquei a MT07 e sei que vou esticar também a próxima mota que tiver... A Ducati dá 250 (?) e a R6 perto dos 300...

Enviado do meu ONEPLUS A3003 através de Tapatalk
Responder
#78

Eu partilho o ponto de vista do kb. Eu passei de uma CBF500 (56cv) para uma FZ1 (150cv). E dou comigo a circular mais ou menos às mesmas velocidades, excetuando um sítio ou outro onde dantes esticava a CBF à velocidade máxima (tipo uma AE "vazia" ia aos 180, 190) e nesta consigo ir um bocado mais, mas sem esforço. Em contrapartida, tenho uma mota mais estável, que trava infinitamente melhor e muito mais confortável. Parecendo que não, ao fim de alguns km, estar fisicamente ok em vez de todo dorido faz diferença na segurança.
Portanto, não é tão preto e branco como estás a pôr. blink
Responder
#79

A R6 dá 300? não me cheira muito wtf
Responder
#80

Para ver e ouvir...

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)