Morreu (mas já voltou dos mortos)
#1

Tão simples quanto isso, ia a andar na minha CB500 e do nada, morreu.
Vou a entrar numa rotunda, e ela engasgou-se (como se de falta de gasolina) e foi abaixo no espaço de 2 segundos apenas.
Encostei à berma, já o sabia mas fui verificar e ainda tinha gasolina..
Continuei a tentar ligá-la, depois de várias tentativas finalmente pegou. Ponho capacete, luvas, arranco, anda dois metros e desliga outra vez.

Entretanto nisto vem o meu pai, dá um encosto na bateria da mota e ela assim passa a pegar à primeira, mas com um trabalhar estranho. E de cada vez que tento andar, nunca anda mais que 3 ou 4 metros até desligar.
Reparei também que ao acelerar em ponto morto (já que a andar desligava) que ela parece que prende nas 4.000 rotações e não quer subir a partir das 6.000.
Acabei por ir a conduzir para casa a 20km/h (literalmente) e aguentou-se. Já perto de casa acelerei mais para ver o que acontecia, continuava com um trabalhar e andar estúpido, exemplo: a subir a minha rua a acelerar bem, mas ela ia devagar e a fazer barulho, nas 4/6.000 rotações, do nada decide acelerar bem por 1 segundo e quase que sacava um cavalo.

Alguém faz ideia do que possa ser?
Fiz upload deste vídeo, talvez dê para terem uma ideia:

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#2

Isso está a trabalhar com um cilindro... E os sons são muito estranhos... Vindos de uma honda... Não gostei nada... É melhor levares a moto para ser vista por um mecânico... Entretanto não a metas a trabalhar sequer...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#3

É o medo que tenho também,  se bem que quando a comprei tive um problema parecido em que ela ficava a trabalhar a um cilindro, mas era diferente. Perdia aceleração, e a vir da Expo para Loures por exemplo, em vez de 120kmh não passava nos 60kmh, mas não ia abaixo como agora, e tinha um trabalhar mais "certo"  salvo erro
Mas a parte do "do nada decide acelerar bem por 1 segundo e quase que sacava um cavalo" coincide, podia bem ser o segundo cilindro a voltar a trabalhar por segundos.

Mas é que este já nem é o mesmo motor que teve esse problema quando a comprei, era muito azar..

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder
#4

Ao apertares na embraiagem ve se o ruido muda...a cesta da embraiagem quando esta nas couves faz um chavascal assim quando da o berro...é um problema muito comum nesta mota...

[Imagem: 7STkQ4B.jpg]
Responder
#5

Uma CB500 a dar problemas..... o mundo está perdido!!! disapointed

Mas a sério, esse ruído que ela está a fazer é assustador! Se ela está a 1 cilindro, evita andar com ela e leva-a o mais rápido possível a uma oficina. Isso pode ser várias coisas, desde problemas na admissão a algo mais grave, no motor.

O problema da cremalheira de embraiagem só foi comum nas made in Japan (1994-1996). A partir de 1997 (quando passaram a ser montadas em Itália) essa questão foi (alegadamente) corrigida. Aliás, a minha que era de 1996, quando veio para a minha mão, ainda ao abrigo da garantia, sem precisar, mas como segurança, mudei o tensor e a cremalheira de embraiagem.

[Imagem: QKmafvp.png]
Responder
#6

concordo com o nelson esta num cilindro.
dê olhada em velas, e pode ser válvulas presas também.

[Imagem: Qfzl0I1.png]
Responder
#7

Bem, Diogo grande treta!
Curiosamente a minha fez-me algo semelhante - por duas vezes - no passado Inverno: após ficar uns dias valentes sem ser usada quando a ponha a trabalhar ela estava só a um cilindro (que é justamente o que me parece estar a acontecer com a tua). Pensei poder ser humidade nos cachimbos/velas e o que fiz foi pô-la em 2ª acelerar um pouco até essas 6-7000 rpm e manter a 2ª e subitamente - e depois de uns quantos rateres -grande coice de força e o 2 cilindro voltava a trabalhar. Em qualquer dos casos ela não voltou a fazer isso e a última vez que mo fez foi há cerca de 1 ano atras.
No teu caso parece-me ser qualquer coisa deste género, uma questão elétrica e não fisica do motor pois o teu motor voltou a estar com os 2 cilindros a trabalhar.
Agora das duas uma:
Ou fazes o que eu fiz e podes ter sorte e ele voltar a ficar um relógio ou és mais prudente e passas por uma oficina e pedes para te verem que tal está a vela e o cachimbo pois desconfio muito da possibilidade de ser alguma avaria interna do motor!

Edit: também te pode ter entrado alguma treta para o carburador.

Vai dando noticias e boa sorte com ela blink

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#8

Já que estamos de fim de semana, antes de iniciares a semana a levar isso ao mecânico, tenta verificar as velas a as respetivas ligações. Entretanto tudo o que forem fichas de ligação verifica se está tudo bem ligado. Não perdes em tentar, desde que não te metas a puxar coisas com força. A ideia é encaixar, não é desencaixar nem partir lol 

Se isto não funcionar, se tiveres um multímetro, verifica a tensão dos terminais da bateria quando a mota está desligada e quando está ligada.

XJ 600 Diversion Owner!
Responder
#9

Então Diogo, já temas novidades da cbzona? blink

Suzuki SV1000S '04  cool
Responder
#10

[Imagem: it-lives.jpg]
lol

Depois de falhar ao tentar descobrir o que tinha, decidi pedir uma carrinha emprestada para levar a mota ao mecânico, shor Tó Zé para quem conhece.
E acabou por ser uma coisa estúpida, e simples. Água.
Pelo que percebi, entrou água pelos respiradores do depósito. Isto só por si não seria um problema, só que o tubo que drena a água está (ou pelo menos é essa a explicação lógica) roto, daí que houve água que foi parar ao interior do depósito, e como a mota ainda não anda a água..
A única coisa que se fez foi drenar a água e trocar uma peça na torneia de gasolina (que estava a perder o vácuo), e ficou a andar  thumbsup

Agora não a posso é deixar à chuva, ou pelo menos com os respiros do depósito sem nada por cima.
Ou isso, ou passo a andar com uma chave de fendas para a drenar sempre que chover  lol

Já agora...
CB500 vs Aquela Cujo Nome Não Deve Ser Pronunciado

[Imagem: RwtqB8G.gif]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)