Maiores sustos
#11

Há muitos anos atrás fui dar uma volta com a Pan-European do meu pai à auto-estrada. Era um dia com vento, mas até certa altura não me havia incomodado muito.
A partir de um certo ponto, à saída de uma curva muito larga, em recta, o vento ficou tão, mas tão forte que tive de fazer cerca de 2 km de recta completamente inclinado para a direita, a rezar para que o vento não mudasse de direcção e eu me matasse. Consegui sair da auto-estrada e nunca mais peguei naquela mota até hoje.
Responder
#12

Sustos? Acho que é o dia a dia de quem anda de mota... Uma trajetória completamente ao lado, uma derrapagem, óleo na estrada, carros em contra mão... já lhes vou perdendo a conta.

A última que me deixou o coração a bater mais rápido foi ali na N222 de regresso do Porto, antes de chegar a Castelo de Paiva onde apanhei um velho numa carrinha que se meteu em contra mão numa das partes que tem separador e achou por bem seguir em frente até o separador acabar ou levar alguém à frente. Por sorte não fui eu porque felizmente quando a meio da curva me apercebo do idiota e como tinha duas faixas consegui fazer a curva na faixa de rodagem oposta, mas acabei por não ter tempo de lhe buzinar e mandá-lo para o caralho. Foi algures aqui:

N222
Responder
#13

Sustos? Já foram tantos, tão diversos e em tanto tempo... que a maior parte já caiu nas catacumbas do esquecimento. E um ou outro agora até dão histórias mais ou menos divertidas para contar.

Mas que ao menos sirvam sempre como ensinamento e lição futura.

[Imagem: QKmafvp.png]
Responder
#14

'tou como diz o manteigas...

Sustos é praticamente todos os dias. Não há como evitar. É um exercício de concentração constante. Espero que continue a ficar-se pelos sustos.
Responder
#15

Também já tive tantos que nem vale a pena.
Em princípio chega outro por correio daqui a uns dias.
Responder
#16

Já apanhei alguns sustos de carro e um de motorizada.

No fim dos sustos de carro, estranhamente, o carro foi para a sucata.
Responder
#17

(17-10-2019 às 15:15)Fz1000 Escreveu:  Também já tive tantos que nem vale a pena.
Em princípio chega outro por correio daqui a uns dias.

Ahah lol

[Imagem: muhz7is.jpg]
Responder
#18

Apenas e só um susto de mota oh areias? Bem tambem, é certo que para apanhar sustos, é preciso efectivamente tambem andar na mota mas pronto tambem entendo, é uma mota low cost, custou apenas 12 ou 13k. Nao tem piada dar aquela imagem do pobretanas das 2 rodas!
Responder
#19

Apanhei imensos sustos com a mota parada na garagem. Noutro dia tive de ir ver se ela ainda lá estava. Assustei-me, pensei que a tinham roubado.
Responder
#20

(17-10-2019 às 03:05)Gonzalez Escreveu:  O meu maior susto, foi quando tive o meu "primeiro" acidente grave. Levei com uma toyota hilux de lado e quando olho para o meu joelho, vejo um buraco com carne para fora. A primeira coisa que pensei, foi que me tinha fudido todo, a segunda foi que não poderia mais andar de mota. Felizmente foi so uma rotura de ligamentos no tornozelo e o joelho era so um buraco pq bati na junçao do para-choques com o capô.

De resto, os sustos habituais da cidade de Lisboa!

Caray, o trânsito daí em nada tem haver com o de Vila Real! Quando aí vou, nem sei como consigo vir embora com o carro inteiro xD de mota deve ser mesmo cada saída seu susto confused
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)