KTM anuncia mota de pista, edicao limitada inspirada na moto 2
#21

(21-07-2021 às 14:40)Liquid_Fire Escreveu:  
(21-07-2021 às 11:19)Mr.Ricky Escreveu:  ...
Gosto da filosofia da KTM, pena que tenho em ser pobre.....

Não é filosofia é marketing, a aposta no motogp, na edição limitada superduke 1290 RR, e agora nesta RC8C não se trata de serem uma marca fofinha que encara a competição e os clientes como objectivo primario, eles à semelhança do que ducati tem vindo a fazer, e que a H&D já faz aos anos, perceberam que existem benefícios de venderem uma imagem e cativarem clientes num nicho, no caso da KTM é o "Ready To Race" quando na realidade têm zero motas no portfólio prontas a correr, a não ser talvez no enduro ou motocross, não conheço a linha deles nessas gamas suficientemente bem para falar. O que é certo é que os putos que comem gelados com a testa idolizam a marca, compram resmas de 125 e 390 que vêm a cheirar a caril da bajaj por tuta e meia e são vendidas a preço premium como se fossem feitas na Austria, Em tempos num grupo do facebook da KTM 125/390 tive os putos todos a cair-me em cima por afirmar isso, que a gama 390 tinha um preço ridiculo para a qualidade, que havia N casos reportados online que a jante da frente "explodia" em andamento do nada, quase me executaram em praça publica por dizer isto lol.
O mesmo com a Husqvarna, de marca falida para marca de culto.
Na realidade temos de lhes dar credito, de marca quase a cair na obscuridão na epoca do bruto 990, para uma marca de grande sucesso com uma linha extensa que abrange asfalto e terra com modelos muito interessantes, eu tenho uma relação de amor odio com a KTM, num minuto estou a colocar posts a dizer "olhem para esta KTM linda" no outro estou a dizer "Kem Tem Muda, nunca comprem desta merda, isto é pior que Ducati" smiletroll

Quando um gajo não sabe, não fala! devil

O Ready to Race nasce precisamente de quando a KTM tinha prácticamente única e exclusivamente, no seu catálogo motos que, basicamente, estavam prontas para fazer parte de uma corrida!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#22

(21-07-2021 às 21:01)dfelix Escreveu:  
(21-07-2021 às 15:03)carlos-kb Escreveu:  A Ducati teve a D16RR por 80 mil ...

Era 63 mil.
Mesmo com o Termignoni oficial não chegava a esse valor.

Números que há 12 anos atrás eram pornográficos.
Mas que agora até parece algo "acessível" considerado preços de algumas versões especiais de motos de série que têm surgido nos últimos anos.

era 63k quando uma R1 custava 13k, e nao existi nenhuma marca sem ser mv agusta h&d ou outra de nicho a vender motas acima de 20k, hoje em dia por 63k por uma replica de motogp e um gaijo fica a pensar "hummm isto sao apenas 3 bmw gs1200, nao é mau negocio."

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#23

(21-07-2021 às 23:07)Liquid_Fire Escreveu:  era 63k quando uma R1 custava 13k, e nao existi nenhuma marca sem ser mv agusta h&d ou outra de nicho a vender motas acima de 20k, hoje em dia por 63k por uma replica de motogp e um gaijo fica a pensar "hummm isto sao apenas 3 bmw gs1200, nao é mau negocio."

Exacto.
Aliás, hoje em dia a evolução de muitas das soluções adoptadas na D16RR estão implementadas de forma civilizada na Panigale V4.
Algo que começa nos 25K.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#24

(21-07-2021 às 21:22)LoneRider Escreveu:  Quando um gajo não sabe, não fala! devil

O Ready to Race nasce precisamente de quando a KTM tinha prácticamente única e exclusivamente, no seu catálogo motos que, basicamente, estavam prontas para fazer parte de uma corrida!

Tem piada, ia jurar que o #ReadyToRace tinha sido desenvolvido em meados de 2003 quando o Gerald Kiska tomou conta conta do branding e design de produtos da KTM, sendo que a primeira vez que o slogan foi usado num evento oficial KTM foi na apresentação do prototipo da RC8 no Tokyo Motor Show de 2003, de forma a mostrar que a Marca iria apostar em novos modelos arrojados e "prontos para correr", e ainda que a RC8 estivesse perto, actualmente ou nos ultimos anos desde que a descontinuaram, desconheço algum modelo (sem ser de terra) capaz de cumprir com esse slogan.
Antes desse slogan eram simplesmente "KTM - Sport Motorcyles", ou então o mais velhinho dos anos 90 "KTM - Fun In motion".
Mas isso sou e que não sei, logo não vou falar.

[Imagem: KTM_Logo-1991.jpg]

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#25

Sim, em 2003 o catálogo da Kem Tem Muda era dominado por pseudo motos de estrada... lol
Responder
#26

(20-07-2021 às 08:31)LoneRider Escreveu:  
(20-07-2021 às 07:44)MotardFeio Escreveu:  Sim, e ainda falta a hipotética versão da Husky, se bem que acho que essa continuará a ficar-se pelo off-road, com umas versões para a estrada como actualmente, mais modelo de nicho.

Mas a SAR continua a ser uma Naked, e uma "RC8" será sempre uma moto de pista, sem concessões a conforto ou a ergonomia, afina da e focada para o cronómetro, o que não acontece com a SAR, que está mais para a diversão.

Pelo menos seria a ssim que eu o faria. bigsmile

Também concordo no que acabas de dizer mas, perdoa-me pelo papismo, dizer que uma SuperAdventurer - R (SAR) é uma Naked deixou-me algo deslocado.

Estarei a perder alguma coisa?

Enganei-me!!!  Era para ser SDR - DUKE!!!!  lol
Responder
#27

(22-07-2021 às 07:59)LoneRider Escreveu:  Sim, em 2003 o catálogo da Kem Tem Muda era dominado por pseudo motos de estrada... lol

Devias seguir os teus próprios conselhos, neste caso ao não saberes calares-te, mas não te censuro porque os teus conselhos (quando não são meramente bocas parvas pobres de espirito) costumam ser inúteis, por isso percebo que também não os sigas.
Mas para ficares feliz toma:

[Imagem: FVY0Pxw.jpeg]

[Imagem: 3a28d74fcda810d6526bb56e69702394.jpg]
Responder
#28

Já aprendi alguma coisa («ready to race»).

Não são apenas as KTM made-in-india que estão a preços elevados.
As médias e grandes cilindradas das KTM por vezes têm preços competitivos, mas nem sempre.

Por exemplo a 890 Duke-R quando apareceu estava a 14.9k€+ despesas o que era exagerado. Depois baixou, mas mesmo assim continua com um preço acima de ofertas que não ficam atrás em componentes.

É a aura da competição e a eficácia do marketing.

O insignificante
Responder
#29

Isso também se aplica ao #bearacer da Aprilia?

[Imagem: foto2.jpg]

[Imagem: muhz7is.jpg]
Responder
#30

Puro marketing... vale o que vale... mas gosto mais do "motto" da BMW...

[Imagem: maxresdefault.jpg]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)