Kawasaki H2 e H2R
#21

Ouvi dizer que a H2R não tem garantia... alguém confirma...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#22

(07-12-2014 às 22:51)nelsonajm Escreveu:  Ouvi dizer que a H2R não tem garantia... alguém confirma...


Para ficar no meio da sala a enfeitar, não faz mal não ter garantia lol

Penso que para o efeito e para as situações que foi produzida até pode ter um fundo de verdade wtf wtf
Responder
#23

Boas;
É perfeitamente aceitável que uma moto para uso exclusivo em circuito fechado, em princípio sujeita a condições extremas (afinal é para isso que foi feita) não tenha garantia.
Se tivesse oportunidade, não seria essa a condicionante que me impediria de a ter no estábulo.
Responder
#24

(04-12-2014 às 00:25)BroLy Escreveu:  .. acho que só quem for competir oficialmente é que não escolhe a Kawasaki com os regulamentos actuais ( não permitem sobrealimentação ),...

Para todos os efeitos, aquilo é uma pseudo-concept-bike...
Não acredito que a moto venha servir para algo mais do que gerar buzz na imprensa.

E mesmo assim, de imediato ficou abafada pelos outros canhões anunciados.
Sobretudo pela R1, que é a única orientada ao mundo real.

Embora a sobrealimentação parece que se está a tornar mainstream...
Claro que é preciso mãozinhas para domar aquilo.

http://youtu.be/MW20-y4a-sI

Sejam mãozinhas de piloto...
Seam mãozinhas de mecânico. (e quem não teve oportunidade de assustir ao documentario do Guy em Pikes Peak, a Martek Turbo nunca esteve a 100%)


(07-12-2014 às 22:51)nelsonajm Escreveu:  Ouvi dizer que a H2R não tem garantia... alguém confirma...

Estás a pensar comprar uma... e isso é receio de ficar empanado?
lol
Responder
#25

Boas;
A H2R terá, provavelmente, mais hipóteses de sucesso que a H2 "normal". Que mais não seja por ser um produto exclusivo e que pode transformar-se num alvo de gajos carregados de pasta.

A H2 "normal" nunca roubará protagonismo às SBK, será sempre apenas uma moto diferente que poucos estarão dispostos a comprar.
Mas o potencial está lá e como já referiu o Broly, será muito mais fácil de envenenar que as convencionais aspiradas.

Pela parte que me toca, só não corro atrás duma porque não tenho pasta para isso. disapointed
Responder
#26

Mas Pikes Peak é um evento exclusivo, não é uma competição de massas para N marcas diferentes competirem com N equipas distintas como Superbikes, Superstocks e afins .. nessas competições em circuito fechado ( não estradas públicas fechadas ) não permitem sobrealimentação logo a Kawasaki H2 não-homologada não pode entrar.

A Martek provavelmente não funcionou a 100% por causa da disparidade de altitude que acontece em Pikes Peak, no topo atinge-se os 4300 metros e eles arrancam do sopé.

Pelo que percebi, a Martek é baseada num motor GSX-R 1100 com big-bore kit de 1380cc e depois ainda instalaram o turbo, como o motor era originalmente de carburadores, presumo que tenham tido algum trabalho e complicações para adaptar uma eletrónica / injeção de jeito que funcione com turbo, mas depois tem que ter a comum MAF etc para ir ajustando os parâmetros de injeção à medida que a altitude varia .. talvez não tenha funcionado a 100% nesse aspecto ..

Já as 2T que participam em Pikes Peak, nos últimos 2 - 3 anos há malta a utilizar carburadores "SmartCarb" que vão ajustando a carburação à medida que a altitude varia e aparentemente com muito bons resultados ( sem gripanços e com performance sempre aceitável )
Responder
#27

(09-12-2014 às 17:37)Johnny_1056 Escreveu:  A H2R terá, provavelmente, mais hipóteses de sucesso que a H2 "normal". Que mais não seja por ser um produto exclusivo e que pode transformar-se num alvo de gajos carregados de pasta.

Sim, mas esse é um mercado de "bolha"...
Ou seja, tens uma corrida por parte de quem tem poder de compra. E de imediato passa.

Foi o que aconteceu com a D16RR.
A Ducati anunciou 1500 unidades e houve uma correria de imediato.
Mas de imediato esse efeito abrandou, e provavelmente nem se venderam todas... pois um ano depois apareceram umas quantas por estrear mais baratas no ebay.
(provavelmente malta que comprou mais do que uma achando que seria investimento)

E a D16RR aparte da sua exclusividade, tem a vantagem de ser Ducati e ser "road legal".

A H2 "normal" pelo price tag mais adequado ao mundo real de certeza que terá mais sucesso entre posers que a ZX10.

(09-12-2014 às 18:24)BroLy Escreveu:  Mas Pikes Peak é um evento exclusivo, não é uma competição de massas para N marcas diferentes...

Sim, aquilo não tem grande definição entre categorias.
E o próprio conceito de competição é um bocado alternativo. Aquilo é mais uma festa para ver quem lá chega mais rápido...

Adoptar um turbo numa moto bastante caseira tem o seu lado mágico.
Daí ter feito referência.

(09-12-2014 às 18:24)BroLy Escreveu:  A Martek provavelmente não funcionou a 100% por causa da disparidade de altitude que acontece em Pikes Peak, no topo atinge-se os 4300 metros e eles arrancam do sopé.

Esse problema ainda seria mais gritante num motor completamente atmosférico.
Mas ali o problema foi mesmo o facto de ser algum bastante "artesanal" e com imensas falhas no que diz respeito à afinação.
Nos primeiros treinos a moto mal funcionava, mesmo lá em baixo.

Nos episódios que a Channel 4 fez com o Guy Martin, um deles é uma reportagem sobre a participação.
Procurando no youtube costuma-se encontrar, embora estão sempre a aparecer e desaparecer por causa dos direitos de autor-

(09-12-2014 às 18:24)BroLy Escreveu:  Pelo que percebi, a Martek é baseada num motor GSX-R 1100 com big-bore kit de 1380cc e depois ainda instalaram o turbo, como o motor era originalmente de carburadores, presumo que tenham tido algum trabalho e complicações para adaptar uma eletrónica / injeção de jeito que funcione com turbo, mas depois tem que ter a comum MAF etc para ir ajustando os parâmetros de injeção à medida que a altitude varia .. talvez não tenha funcionado a 100% nesse aspecto ..

Procura o video pois és capaz de gostar.
Sim, aquilo tem uma injecção adaptada. Pelos vistos é um mod bastante comum naquele motor.
Mas alí foi trabalhado por um individuo que fez uma obra prima com os colectores.
Ainda assim, lá está... é algo bastante artesana e falível.
Responder
#28

Boas;
Essa Martek Gixxer dá cabo de mim. Uma verdadeira Streetfighter da velha escola com tudo o que de melhor se produz na actualidade.
A maior parte das motos "inglesas" com turbos usa injecções. Há uns anos era comum usarem apenas um carburador enorme, mas com a "democratização" das injecções estas passaram a ser usadas quase na generalidade.

Se quiserem, podem dar uma vista de olhos e fazer umas compras!!devil

http://www.bigccracing.com/
Responder
#29

dfelix membro honorário de poesia!
(tou tentar nao ser offtopic)
Responder
#30

(09-12-2014 às 17:06)dfelix Escreveu:  http://youtu.be/MW20-y4a-sI

Só podia ser um SACS.... lol

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 2 Visitante(s)