K1200S vs. XX Blackbird
#21

(08-04-2021 às 22:26)nelsonajm Escreveu:  É assim que nascem os mitos... é que a Honda não é assim tão fiável.. é igual às outras... lol

Alto lá com isso.. a XX nunca foi a melhor em nada quando comparada com a concorência... aliás... a Honda ficava sempre uns bons furos a trás da concorrência em termos de performance...

Houve até uma historia hilariante, onde o "Falcão Peregrino" tinha como piteu habitual..papar "Melros"...

Nelson, acho que nao leste bem o que escrevi ou nao interpretaste corretamente as minhas palavras.

Nao sou como aqueles fanboys que dizem que Honda é Honda, provavelmente uma das afirmações mais desprovidas de qualquer conteúdo que o pessoal gosta do usar e abusar. E nao defendo nenhuma marca em particular, não faz nem nunca fez parte do meu perfil esse tipo de posições.

Nelson, aqui estamos a comparar 2 modelos, 2 modelos em especifico, nao generalizei ao dizer que a Honda é mais fiável que a Bmw. Neste caso, esse modelo da Bmw tem bastante má fama, mas nao é só má fama ou má língua, tem também infelizmente o proveito. Porque casos sobre diversas avarias, umas quantas delas bastante dispendiosas nao faltam por ai descritas por essa net fora. Alias quando se escreve Bmw k1200s no google e antes de carregarmos enter, aparece uma lista abaixo das sugestões mais procuradas, uma delas são os problemas, e outra abs module! Nao é bom sinal, isso ou o meu google está a ser faccioso! lol Certo que existem também problemas graves que aparecem quanto a Cbr XX, alias uma vez li um relacionado com a rampa dos carburadores que nao parecia nada famoso. Mas resumindo e concluindo a fiabilidade na Cbr XX parece estar uns ponto a frente da K1200s neste caso, mas lá está este caso nao serve para dizer que Honda é mais Fiavel que a Bmw. Nem essa afirmação faz sentido tendo em conta que apenas se está a comparar estes 2 modelos apenas.

Nelson, camarada! Sei que nao gostas da Honda, mas não vamos simplesmente também fingir que quando a mota saiu me 96 era apenas mais uma e nao tinha qualidades para se destacar da concorrência. Foi e para mim ainda continua a ser uma grande mota, nao é um desportiva dos pés a cabeça, é uma sports tour. E para uma sports tour é uma grande maquina, mas não é só no seu segmento que se destacam as suas qualidades.

Quando a Cbr XX saiu em 1996 foi introduzida na lista como: "world's fastest production motorcycle" que naturalmente com a evolução e a progressão da tecnologia, mecânica e tudo mais, foi destronada em 1999 quando saiu a Hayabusa, mas isso nao retira ou mérito desse feito no ano que ela saiu. Mas isto é a minha maneira de ver.
Responder
#22

(08-04-2021 às 09:08)carlos-kb Escreveu:  As "más línguas" afirmam que a BMW se inspirou na XX, para o desenho das K/S. Pelo menos as semelhanças na frente de ambas, bem como aquela óptica em forma bi-trapezoidal, são evidentes.

Acho que nunca houve grande dúvida que estas K surgiram numa fase em que a BMW decidiu ir um pouco de encontro ao que o mercado procurava e não o que eles achavam que o mercado deveria ser.

Na altura as sport-tourers mais sport estavam na berra.
E a XX sofria já alguma desactualização, pelo que todos anos na silly season surgiam photoshops do bezzi a sugerir a tão esperada XX busa-killer.

Aliás... estamos a falar de 2003.
A BMW estava longe de ser "mainstream" como é hoje devido ao fenómeno GS.
Apesar que vejo muita malta a tentar reescrever a história da BMW por linhas diferentes das reais.

(08-04-2021 às 22:24)nelsonajm Escreveu:  É assim que nascem os mitos... é que a Honda não é assim tão fiável.. é igual às outras... lol

Exacto.

(09-04-2021 às 01:23)KaWOWsaki Escreveu:  Em termos de update, amanha vou ver uma Sprint ST 1050, muito bonita, azul escura. Se nao avancar com esta, tenho outras 2 Honda que poderao ser opcoes (uma cinza e uma preta).

A Sprint foi a tentativa da Triumph atacar as sport-tourers mais sport numa altura de forte investimento.
Provavelmente uma das melhores coisas que aconteceu à marca foi a fábrica ter ardido em 2002.
Porque imediatamente ressurgiu muito forte e com novos modelos bem competitivos face ao que o mercado oferecia na altura.

O objectivo desta Sprint era concorrer com a VFR800 na altura.
E comparativamente a essa oferecia muito mais.
Mas não era uma "hypersport" como a XX e as que mais tarde vieram desafiar.
Refiro-me a busas, ZX12, ZZR, etc.
Porque as K1*00S também não tiveram intenção de jogar nas hypersport, mas ser sport-tourers mais sport que tourers.

Só que... a Sprint foi talvez a mais mal-parida dessa época.
Apesar que o motor oferecia prestações para ser uma sport-tourer mais sport... o conjunto dinamicamente não estava à altura.
E algumas opções de design, como o escape por baixo, levavam a que a moto aquecesse a ponto de se tornar desconfortável para o condutor.

Foi provavelmente das primeiras sport-touring a evidenciar o que levou ao declínio deste segmento, em que todas as marcas que tinham ST's acabaram por as transforma em GT's.. até o tempo provar que o que inicialmente pretendia ser o melhor de dois mundos só evidenciava o pior de ambos.

A Triumph é das marcas que tenho maior predilecção. Mas nunca compraria uma Sprint.
Sobretudo depois de ter andado duas semanas com uma. (Mas também nunca compraria a VFR800 e entre as duas prefiro a Sprint)

(09-04-2021 às 09:12)Nfilipe Escreveu:  Mas resumindo e concluindo a fiabilidade na Cbr XX parece estar uns ponto a frente da K1200s neste caso, mas lá está este caso nao serve para dizer que Honda é mais Fiavel que a Bmw. Nem essa afirmação faz sentido tendo em conta que apenas se está a comparar estes 2 modelos apenas.

O problema é que focas sobretudo a questão da fiabilidade.
E pareces ignorar a experiência de utilização que uma moto proporciona.
Algo que está presente em todos os quilómetros que se faz enquanto elas não estão a dar problemas. Que pode ser bem mais do que o google indica.

E se tiveres oportunidade de conduzir uma e outra... rapidamente te apercebes que a K é uma delícia de se conduzir ao lado da XX.
Com isto não quer dizer que a XX seja uma má moto. Apenas que surgiram separadas por um período de tempo em que se assistiu a um enorme desenvolvimento ao nível de ciclistica e naturalmente a K beneficia disso.

Relativamente a comprar motos colocando a imagem de fiabilidade no topo da lista... é algo que acho sempre imensa piada.
Porque depois vamos a ver e acaba por ser sobretudo malta que depois até não anda assim tanto com elas.

Relativamente a comprar motos por serem um "ícone"... até faz sentido, caso se tenha uma paixão por determinado modelo desde infância ou mesmo mais tarde. E se pretenda lá ter em casa para dar umas voltas ocasionalmente.
Mas depois vamos a ver e a maioria da malta que continua a defender o seu "ícone" é sempre os que não experimentaram mais nada e/ou querem justificar-se a si próprios aquilo que têm.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#23

(09-04-2021 às 19:53)dfelix Escreveu:  Mas depois vamos a ver e a maioria da malta que continua a defender o seu "ícone" é sempre os que não experimentaram mais nada e/ou querem justificar-se a si próprios aquilo que têm.

Nao vou mentir, era uma mota que nao me importava de dar umas valentes voltas mas é mota a mais para mim, nao me vejo a usufrui de maneira indicada de uma mas é uma mota que até está bastante acessível, inclusive para carteiras com menos meios, por 3 mil paus ja se arranja uma. E é muita mota por 3 mil paus por assim dizer. Já tive uma panca que queria arranjar uma mas depois passou-me, nao é uma mota que venero mas lá que tem uma historia interessante associada, lá isso tem, e uma grande legião de fãs, maioritariamente pessoal já com alguma idade, isso é certo também.
Responder
#24

Boas malta.

Quando se trata de opiniões não é fácil, vai sempre haver discordância.

Mas ajuda a tomar decisões e a ter outros pontos de vista. E agradeço-vos por isso.

Em termos de condução e conforto só mesmo experimentando.
É demasiado subjectivo. Tenho amigos que adoram Ducati, quase não interessa o modelo, e as que eu conduzi (excepção à V4) achei sempre que não eram motas para mim, demasiado desconfortáveis e no caso da Streetfighter consegue cozer os tomates a um gajo no pára-arranca. Nunca ouvi gajos com estas motas a queixarem-se disto. Porquê? Não sei.
Toda a gente diz que a k13 é muito melhor de conduzir que uma k12. O dfelix diz que a k12 é uma delícia em relação à XX. A XX é horrível? Não sei, com certeza é mais velha, mas só experimentando (eu acho que iria gostar, mas teria mesmo de experimentar para sentir o peso e as dimensões).
Outro exemplo, nunca ouvi ninguém falar do quão quente a S1000R ficam na zona dos pés. Mas quando andei numa e depois de ouvir o dono a queixar-se várias vezes, confirmei que é verdade. Ninguém fala, que eu saiba. Não é que seja insuportável, mas não é uma boa surpresa para quem nunca experimentou isso noutra mota.

Em relação à Sprint, nunca li nada sobre o ficar quente devido ao escape debaixo do banco, nem quando falei com donos de algumas. Mas faz sentido. E depois de referires isso, podes ter a certeza que vou ter atenção quando a for ver.

@Malvo
Essas Kawasaki não estão na minha lista. ZX-12 (espectáculo) para mim é uma desportiva mais do que outra coisa e não enquadra no que procuro neste momento e ZZR em geral são velhas e não estão mesmo nos meus planos.

Cumprimentos.
Tiago
Responder
#25

Comprada.

Está tratado. Uma Sprint ST para a garagem.
Espero que se porte bem e não me dê muitas dores de cabeça.

A mota parece-me em boas condições, bem mantida, tem quase 28.000km e o dono foi sempre honesto nas conversas que tivemos e também confirmou o que o dfelix referiu: em dias quentes, a baixa velocidade, a mota aquece bastante.

Vou buscar amanhã.
Em 2 semanas vai já fazer a primeira viagem.

Continuo com vontade de comprar uma XX.


Obrigado pela ajuda!

Cumprimentos,
Tiago
Responder
#26

O Félix esqueceu-se de mensionar que isso de aquecer bué o traseiro não é só um problema da Sprint GT.
É um problema generalizado quando se fala de motos que montam escapes superiores ao estilo 916, como uma BMW que ele mesmo tem na garagem.

Mas aquilo que mais me chateia pá, não é que a tua moto te aqueça a tomatada (existe um estudo qualquer sobre isso e fertilidade), mas sim o facto de o escape ter três saídas.
Se com duas saídas já é difícil saber por qual deita mais fumo...

Já agora....

Num fórum onde falar com base na sua experiência e sem ter andado nas motas em questão já foi um argumento muito criticado, resulta curioso o silêncio existente neste tópico....

Andava por aí um user que teve uma 1200 R com um Dominator montado e que a vendeu avariada a BMW em troca de uma S.
Mas isso era na altura em que não era tabu falar sobre a suas motas...
Houve também um outro que teve uma Sprint (se mal me lembro) e que a vendeu baixo o lema (foi a única moto que tive que me deu prejuízo).
O Motard Feio tem uma XX e pode dizer da sua sentença.
Eu...
Eu tenho uma X11, a Maria das Curvas, com 160000kms e...




...e cada vez que saio nela vivo aquele dilema de não saber porque escape sai mais fumo!


(acho que é devido a isso que a minha toxicidade aumenta)
Responder
#27

Nao é a sprint que tem o retificador num sitio pouco adequado e com o calor queima com frequência? O 2slow tinha uma e acho que mencionou esse facto. Ficar sem retificador seja onde for dá direito a chamar reboque obrigatoriamente porque a mota dali nao sai, bem, a nao ser que seja empurrada! lol

Atenção que nao estou a por em causa a fiabilidade da mota! Porque não conheço o suficiente sobre esse modelo para ter uma opinião formada acerca da mesma. Estou só a alertar para um componente que costuma ir a vida com frequência pelo que percebi e que até foi mencionado por um proprietário que costumava andar por aqui.

KaWOWsaki era uma coisa que eu provavelmente via, porque se der para mudar o retificador para um sitio que menos risco, era o que eu faria.
Responder
#28

(07-04-2021 às 10:53)marco.clara Escreveu:  Sem grande racionalidade envolvida (porque para mim a compra de uma mota tem pouco de racional e muito de emocional), se o problema nao forem os €€€, eu iria pela K.

(09-04-2021 às 19:53)dfelix Escreveu:  
(09-04-2021 às 09:12)Nfilipe Escreveu:  Mas resumindo e concluindo a fiabilidade na Cbr XX parece estar uns ponto a frente da K1200s neste caso, mas lá está este caso nao serve para dizer que Honda é mais Fiavel que a Bmw. Nem essa afirmação faz sentido tendo em conta que apenas se está a comparar estes 2 modelos apenas.

O problema é que focas sobretudo a questão da fiabilidade.
E pareces ignorar a experiência de utilização que uma moto proporciona.

Exactly my point! A compra de uma mota não pode ser só "razão", senão andava tudo de PCX. smile

(09-04-2021 às 21:46)KaWOWsaki Escreveu:  Toda a gente diz que a k13 é muito melhor de conduzir que uma k12. O dfelix diz que a k12 é uma delícia em relação à XX. A XX é horrível? Não sei, com certeza é mais velha, mas só experimentando (eu acho que iria gostar, mas teria mesmo de experimentar para sentir o peso e as dimensões).

A XX não pode nunca ser considerada "horrível". É uma mota que foi lançada nos meados da década de 90, com a respetiva distância da K (posterior a 2000). Isso apenas resulta que, em termos de comparação (e considerando que os construtores fizeram o devido trabalho) a K tem obrigação de dar uma melhor experiência de condução. Eu pessoalmente tive oportunidade de fazer o mesmo tipo de constatação entre duas motas que tive e que muita gente correlaciona: uma ZZR 1100 (de 97, ainda que pouco diferente dos modelos iniciais de 90) e uma Hayabusa (lançada em 99). Assim que experimentei a Hayabusa... nada a ver, fiquei apaixonado! Mas gostei na mesma de ter uma ZZR.

( às 08:46)Nfilipe Escreveu:  KaWOWsaki era uma coisa que eu provavelmente via, porque se der para mudar o retificador para um sitio que menos risco, era o que eu faria.

Mudar uma peça antes de ela dar problemas só porque "é sabido que por vezes dão problemas" não faz muito sentido, até porque não existe garantia que com um novo tal não aconteça.

( às 04:49)KaWOWsaki Escreveu:  Comprada.

Está tratado. Uma Sprint ST para a garagem.

Muitos parabéns, e que seja tudo aquilo que esperas e mais!

Nota adicional: é um gosto ver alguém que vem aqui falar de comprar uma mota e pedir algumas opiniões, e depois - para variar - compra mesmo! Parabéns também por isso.
Responder
#29

( às 12:34)marco.clara Escreveu:  Mudar uma peça antes de ela dar problemas só porque "é sabido que por vezes dão problemas" não faz muito sentido, até porque não existe garantia que com um novo tal não aconteça.

Nao faz é nenhum sentido! lol mas também nao foi isso que eu sugeri. Ver se me explico melhor, eu nao sugeri mudar o retificador, sugeri mudar a posição do retificador. Pelo que entendi, a posição onde foi colocado originalmente o retificador parece ser a principal causa de ele queimar, devido ao calor a que ele está sujeito. Mas posso estar errado no que estou a dizer, afinal de contas, falo do que me lembro do 2 slow ter dito sobre este problema.

Quanto a razão vs emoção, nao vou negar, sou 90% razão, ou talvez ainda mais que isso. Alias dai a minha conversa de ja ter desejado uma cbr xx, se fosse a emoção que mandasse, ja tinha uma a tempo mas quando penso melhor, rapidamente chego a conclusão que nao preciso de uma, existem motas mais adequadas para o uso que eu normalmente dou a mota.

Mas lá está, isto acaba por ser tudo opiniões pessoais baseadas nos critérios que cada um tem. Nao estamos a sugerir tanto o que KaWOWsaki deve fazer mas o que nós faríamos se tivéssemos na posição dele, dai não é de estranhar que nao haja unanimidade nas opiniões, de estranhar seria se houvesse, e deixava também de ter o seu interesse e as discussões tornavam-se monótonas.
Responder
#30

Boas.

O que foi referido em relação ao rectificador é 100% correcto. É um dos problemas conhecidos deste modelo, que pode ser resolvido com a instalação de um rectificador melhor (mosfet para a ST 1050). Está na to-do list. Discuti isso com o proprietário também. Nunca o chegou a fazer porque nunca teve problemas, mas explicou-me o que verificar enquanto não faço essa mudança, para monitorizar o seu estado. Outra das coisa que irei fazer upgrade são os cabos da bateria, mas estes ele já os tinha comprado mas nunca instalou. Deu-mos para eu poder instalar quando necessitar.

Tal como disse antes, ele parece-me ser sincero e boa gente. Nunca se esquivou a discutir nenhum assunto e isso deu-me confiança para avançar com a compra.

Em relação à XX ser “horrível”, foi só uma má escolha de palavras da minha parte. Estava só a tentar passar uma ideia, mas pode não ter resultado. Aliás, o dfelix nem nunca referiu que a XX fosse uma má mota, pelo contrário.

@marco.clara
Desta vez comprei, mas já discuti aqui no fórum várias motas em que acabei por não avançar com nenhuma compra. Assim de cabeça, Daytona 675, R1200S (ainda hei-de comprar uma, e o dfelix ajudou-me a perceber algumas coisas acerca delas quando tinha uma na calha). Faz parte smile

Quando for buscar a mota vou tentar postar umas fotos. Já estive a limpar as malas, estão em excelente estado!

Cumprimentos,
Tiago
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)