Inverno
#1

Boas! 
Estou a pensar comprar uma moto para fazer a minha deslocação diária para o trabalho. 
Gostava de ter algum input sobre conduzir à chuva, qual a vossa opinião e conselhos em relação a se o devo ou não fazer.
Obrigado
Responder
#2

Já conduziste a seco?
Responder
#3

(19-12-2019 às 12:58)dcbarros Escreveu:  Boas! 
Estou a pensar comprar uma moto para fazer a minha deslocação diária para o trabalho. 
Gostava de ter algum input sobre conduzir à chuva, qual a vossa opinião e conselhos em relação a se o devo ou não fazer.
Obrigado


Bem vindo.

Que mota(s)?

Sem grandes truques...fazer tudo com muita calma...curvas como o verissimo, a direito sem grande ciência, pneus mais apropriados para isso (touring...michelin), oleados, luvas quentes, espirito positivo que mesmo que esteja a chover pedra da calçada tens que fazer ao contrário do kb e trazer a mota a ver a luz do dia....

É um resumo da coisa thumbsup

Velasquez87
Responder
#4

Conduzir à chuva?

Não obrigado. À chuva a mota fica em casa a não ser que seja impreterivelmente necessário deslocar-me (e uma vez que é o meu unico meio de transporte, lá terá que ser...)
Responder
#5

(19-12-2019 às 13:02)Gonzalez Escreveu:  Já conduziste a seco?

Este é um ponto de partida.

Já andas de mota?

Tens que dividir a coisa por dois lados.

Primeiro o comportamento da mota, independentemente do tipo de piso, do estado do mesmo e da capacidade de drenagem do mesmo. O estado da mota é dos pneus são muito importantes.

Segundo, o nível de equipamento necesario para se manter seco e com os reflexos necessários. O problema em si até nem é a água...
Ou seja, se a água estivesse a nossa temperatura corporal talvez não fosse tão complicado andar à chuva. Mas, como isso não acontece, o facto de manter-se seco é também importante para manter a temperatura corporal e, em consequência, os reflexos e tempos de resposta.
Para isso convém ter uma capa impermeável e uma capa térmica, sendo que, para manter a temperatura do corpo o mais constante, o melhor será que a capa impermeável este por cima de todas as outras capas.
Com o tempo vais perceber que os casacos impermeáveis, por bons que sejam, acabam sempre por permitir que a água entre por contaminação.
Claro que isso depende de a quantidade de tempo e distância a que estas exposto à chuva, assim como a intensidade da mesma.
Por isso, mesmo que o equipamento seja impermeável, o melhor mesmo é um fato de chuva por cima de todas as capas.
Luvas e botas podem ser excepção ao que te acabei de dizer, bastando que sejam impermeáveis, mas leva em conta que requerem mais cuidados para evitar romper a membrana impermeável.

Não vale a pena estar a dar mais informação porque acaba por ser demasiado densa e gerar alguma confusão.

Curte bué!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#6

De quantos km é o trajecto diário? Que CC de mota estás a pensar?
Responder
#7

Acima de tudo... uma postura totalmente defensiva e uma condução atenta, precavendo e antevendo situações de maior perigo... e bom equipamento (incluindo calçado estanque), são a solução. E tempo... para toda a logística do veste impermeável, despe impermeável.
Convém ainda teres no teu destino um bom local aonde deixar o equipamento impermeável a secar ao longo do dia. Nada é mais incómodo que voltar a vestir um fato de chuva encharcado ou umas botas alagadas, ao regresso a casa.

Levei anos a conduzir mota todos os dias, sob as mais diversas condições atmosféricas, para Lisboa. Depois e mais tarde, comecei a fazê-lo para Santarém (aonde trabalhei durante 3 anos), com 120 kms diários de ida e volta.

Desde há alguns anos, tenho a "benesse" de no meu percurso de casa-trabalho-casa, na periferia de Lisboa, não apanhar congestionamentos de maior... e ainda ter estacionamento no interior das instalações da empresa. O que me permite, caso o tempo aparente que vai descarregar a mínima pinga de água, deixar mesmo a mota sem "ver a luz do dia". tong

Andar de mota com chuva... só se for mesmo apanhado desprevenido, por ela (amíude... ainda acontece). proud
Responder
#8

(19-12-2019 às 15:31)carlos-kb Escreveu:  Acima de tudo... uma postura totalmente defensiva e uma condução atenta, precavendo e antevendo situações de maior perigo... e bom equipamento (incluindo calçado estanque), são a solução. E tempo... para toda a logística do veste impermeável, despe impermeável.
Convém ainda teres no teu destino um bom local aonde deixar o equipamento impermeável a secar ao longo do dia. Nada é mais incómodo que voltar a vestir um fato de chuva encharcado ou umas botas alagadas, ao regresso a casa.

Levei anos a conduzir mota todos os dias, sob as mais diversas condições atmosféricas, para Lisboa. Depois e mais tarde, comecei a fazê-lo para Santarém (aonde trabalhei durante 3 anos), com 120 kms diários de ida e volta.

Desde há alguns anos, tenho a "benesse" de no meu percurso de casa-trabalho-casa, na periferia de Lisboa, não apanhar congestionamentos de maior... e ainda ter estacionamento no interior das instalações da empresa. O que me permite, caso o tempo aparente que vai descarregar a mínima pinga de água, deixar mesmo a mota sem "ver a luz do dia". tong

Andar de mota com chuva... só se for mesmo apanhado desprevenido, por ela (amíude... ainda acontece). proud

Irrepreensível utilização da Língua:

Responder
#9

(19-12-2019 às 16:40)pareias Escreveu:  Irrepreensível utilização da Língua:


Nunca ouviste por aí um tenrinho a dizer que "o importante é lamber a coisa convenientemente"?

Para lamber, o que precisas de usar?

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#10

Só comecei a andar à 3 meses mas esta é a minha experiência:

1 - Se fores conduzir mota pela primeira vez pratica primeiro durante umas semanas num local de pouco transito (tive sorte de o conseguir fazer durante tempo seco).
2 - A condução vai ter de ser mais defensiva e lenta. Nunca arrisques.
3 - Com gear adequado conduzir à chuva não é tão desconfortável como pensava, mas requer mais preparação.
4 - Pneus! Se os da minha chinoca até pareciam decentes em tempo seco, no primeiro dia que andei com eles à chuva quase me espetei contra um Fiesta what ... parece que a estrada esta besuntada em manteiga.

Vou de mota todos os dias para o trabalho (único meio de transporte), e até agora o unico azar que tive, foi ao parar ter apoiado o pé em cima de uma tampa de esgoto e ter escorregado, para não dar cabo das costas pousei suavemente a moça no chão  bigsmile
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)