Honda - Posição Variável de Condução
#11

A última moto interessante da Honda foi a CB1300 Super Bol D'Or.

[Imagem: 60244149_10218248262294464_3572395784965...e=5D546591]

Quantos são?
Responder
#12

(16-05-2019 às 10:02)Johnny_1056 Escreveu:  Qual foi a última moto que a Honda lançou que se tornou uma referência? Tento lembrar-me, mas está difícil...

Ser uma moto de referência não significa apenas potências desmesuradas e prestações puramente desportivas em relação ás demais. Uma moto acaba a tornar-se referência, quando se destaca pelas suas características, em dado segmento.

E nisto a NC é um bom (mau) exemplo. Goste-se ou não, seja molengona, pouco potente, sensaborona, visualmente pouco atractiva... mas acaba a ser a referência actual para a moto de média cilindrada citadina para uso diário. Porque apesar de todos aqueles atributos negativos, depois oferece tudo (ou quase) o que o "daily commuter" citadino procura... preço, fiabilidade, robustez, polivalência, facilidade de condução e economia. E por isso, vende!

E de igaul modo podemos falar da PCX, que com atributos semelhantes, dentro do segmento das scooter 125, se torna a moto de referência. De certeza que se perguntarmos à maioria dos motociclistas, qual a primeira 125 que lhe vem de imediato à cabeça? Aposto que a PCX ganharia!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#13

Foda-se oh Carlos, até me veio o almoço à boca...

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#14

(16-05-2019 às 14:51)marco.clara Escreveu:  Foda-se oh Carlos, até me veio o almoço à boca...

Eu não gosto nem da NC nem da PCX... (possivelmente) tu também não (pelo menos enquanto estás sóbrio... if you know what I mean! devil lol )! Mas é um facto que elas se tornaram referência nos seus segmentos.

As tabelas de vendas atestam-no! : proud

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#15

(16-05-2019 às 14:55)carlos-kb Escreveu:  Eu não gosto nem da NC nem da PCX... (possivelmente) tu também não (pelo menos enquanto estás sóbrio... if you know what I mean! devil lol )!

Pshhhht cala-te... zipper

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#16

A PCX pelo menos não tem aquele braço traseiro Neandertalesco da NC.

Quantos são?
Responder
#17

(16-05-2019 às 14:49)carlos-kb Escreveu:  
(16-05-2019 às 10:02)Johnny_1056 Escreveu:  Qual foi a última moto que a Honda lançou que se tornou uma referência? Tento lembrar-me, mas está difícil...

Ser uma moto de referência não significa apenas potências desmesuradas e prestações puramente desportivas em relação ás demais. Uma moto acaba a tornar-se referência, quando se destaca pelas suas características, em dado segmento.

E nisto a NC é um bom (mau) exemplo. Goste-se ou não, seja molengona, pouco potente, sensaborona, visualmente pouco atractiva... mas acaba a ser a referência actual para a moto de média cilindrada citadina para uso diário. Porque apesar de todos aqueles atributos negativos, depois oferece tudo (ou quase) o que o "daily commuter" citadino procura... preço, fiabilidade, robustez, polivalência, facilidade de condução e economia. E por isso, vende!

E de igaul modo podemos falar da PCX, que com atributos semelhantes, dentro do segmento das scooter 125, se torna a moto de referência. De certeza que se perguntarmos à maioria dos motociclistas, qual a primeira 125 que lhe vem de imediato à cabeça? Aposto que a PCX ganharia!

Ora aí está... a malta fala mal mas a verdade é que se se pode falar de um modelo referência da última década, é sem dúvida a NC.

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#18

Uma referência pode sê-lo, quer pela positiva como pela negativa...

[Imagem: f800r_long.jpg?raw=1]
Suzuki GSX1300R * BMW F800R * ex-Kawasaki ZZR 1100 * ex-Honda Hornet 600 * ex-Honda CBF 125 * ex-Yamaha DT 50 LC (x2)
Responder
#19

O que é "falar mal"? Uma Kawasaki H2SX SE é um sonho de moto, mas é pesada e gasta muito.

Dizer que é pesada e gasta muito é "falar mal"?

Quem me dera a mim ter uma. Se tivesse não ficaria agastado por me dizerem que é pesada e gasta muito.

Se é a verdade, qual é o problema? Estou a ficar velho para estes conceitos difusos como "falar mal".

Quantos são?
Responder
#20

(16-05-2019 às 14:49)carlos-kb Escreveu:  
(16-05-2019 às 10:02)Johnny_1056 Escreveu:  Qual foi a última moto que a Honda lançou que se tornou uma referência? Tento lembrar-me, mas está difícil...

Ser uma moto de referência não significa apenas potências desmesuradas e prestações puramente desportivas em relação ás demais. Uma moto acaba a tornar-se referência, quando se destaca pelas suas características, em dado segmento.

E nisto a NC é um bom (mau) exemplo. Goste-se ou não, seja molengona, pouco potente, sensaborona, visualmente pouco atractiva... mas acaba a ser a referência actual para a moto de média cilindrada citadina para uso diário. Porque apesar de todos aqueles atributos negativos, depois oferece tudo (ou quase) o que o "daily commuter" citadino procura... preço, fiabilidade, robustez, polivalência, facilidade de condução e economia. E por isso, vende!

E de igaul modo podemos falar da PCX, que com atributos semelhantes, dentro do segmento das scooter 125, se torna a moto de referência. De certeza que se perguntarmos à maioria dos motociclistas, qual a primeira 125 que lhe vem de imediato à cabeça? Aposto que a PCX ganharia!

Boas;
À conta disto, não te admito mais que venhas com o c#brão do discurso da "Superbike do Século e afins". mad

A sério Carlos-kb?? Ainda estás com mais dificuldade em encontrar uma referência da marca??
Confirma-se!! Está tudo perdido!!!
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)