Honda E-Bike (Self-Balancing Riding Assist)
#1

A nova moto eléctrica da Honda não cai.

As motos, como qualquer veículo de apenas duas rodas, têm uma tendência, pouco ou nada apreciada, para cair para o lado sempre que se pára. Mas não a Honda E-Bike, que se mantém na vertical sozinha.

As motos tendem a “deitar-se” e não apenas nas curvas, quando é pressuposto. Assim que a velocidade é reduzida para valores mínimos, eis que as motos colocam à prova o equilíbrio dos seus condutores, ou as suas pernas longas, pois só um destes dois argumentos as pode impedir de trocar a sua habitual postura vertical, por outra horizontal bem menos interessante. Mas deste mal não enferma a nova E-Bike da Honda.

[Imagem: honda-riding-assist-e.jpg]

O novo modelo, que deverá ser apresentado no Salão Automóvel de Tóquio deste ano, certame que abre as suas portas a 27 de Outubro, surge com várias características, que o tornam particularmente interessante. E inovador. Para começar é eléctrico, ou seja, não poluente, com a Honda a estender às duas rodas as soluções amigas do ambiente que já pratica nos automóveis. Depois, a E-Bike oferece igualmente o Riding Assist-e, destinado a manter a moto direita, mesmo quando a velocidade é reduzida ou até quando o veículo pára. Isto abre as duas rodas a condutores que nunca utilizaram esta classe de veículos e procuram uma maior mobilidade, e até a indivíduos mais idosos ou com qualquer tipo de limitação física que, até aqui, os tenha impedido de utilizar veículos de duas rodas. Veja aqui o potencial do sistema Riding Assist-e, num veículo anterior à nova E-Bike:

A E-Bike foi concebida sem protecções aerodinâmicas e com um posicionamento algures entre uma moto citadina e outra de motocross, visando nitidamente uma maior agilidade em meio urbano. A bateria está em baixo, entre as rodas, com o motor, por ser menos pesado, a subir e a ficar colocado sobre ela. Os giroscópios que mantêm a moto de pé estão igualmente colocados sob o assento, bem como os restantes sistemas de gestão da carga e alimentação da bateria.

Dados relativos à potência e autonomia, provavelmente só depois da apresentação, em final de Outubro.

Fonte: Observador
Responder
#2

Para já, que não tenho tempo de escrever mais:

Honda, the Power of Dreams!
Responder
#3

Ganda pesadelo....

E eu que gosto de me atirar ao chão, agora como é que faço?

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#4

(12-10-2017 às 08:04)LoneRider Escreveu:  Ganda pesadelo....

E eu que gosto de me atirar ao chão, agora como é que faço?

Mergulhas! lol lol lol

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#5

Há tempos já se tinha falado disto...

http://motonliners.pt/topico-honda-riding-assist

Para mim, só me vem à mente isto:

[Imagem: 6KdwC4B.jpg]

Nunca cai.... e é para newbies.  devil
Responder
#6

Boas;
Nitidamente vou ter que arranjar maneira de stockar motos velhas antes que seja obrigado a andar de electrodoméstico...
Responder
#7

(12-10-2017 às 22:14)Johnny_1056 Escreveu:  Boas;
Nitidamente vou ter que arranjar maneira de stockar motos velhas antes que seja obrigado a andar de electrodoméstico...

As avozinhas têm um charme que nunca mais acaba...

Honda CX 400 '83 Eurosport
Responder
#8

(12-10-2017 às 22:14)Johnny_1056 Escreveu:  Nitidamente vou ter que arranjar maneira de stockar motos velhas antes que seja obrigado a andar de electrodoméstico...

Por falar em motas antigas... "The first electric bicycle patent was filed in Boston on October 8, 1895".  blink

[Imagem: socovel-electric-motorbike.jpg]
Socovel Electric Motorcycle, 1941

Fonte: Electric Vehicle Institute
Responder
#9

(12-10-2017 às 22:23)MagJet Escreveu:  As avozinhas têm um charme que nunca mais acaba...

devil lol lol

Quanto à mota, é Honda...

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#10

(12-10-2017 às 22:14)Johnny_1056 Escreveu:  Boas;
Nitidamente vou ter que arranjar maneira de stockar motos velhas antes que seja obrigado a andar de electrodoméstico...

Muito do pessoal que andou de mota em 1950 diria o mesmo das nossas. Não podemos ser velhos do Restelo. Os tempos estão a mudar. E ainda bem! thumbsup
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)