FJR 2020 ultimate edition
#1

Adeus FJR!

Citar:Devido à chegada da norma EURO 5, a Yamaha irá lançar a última geração desta moto icónica, a FJR1300AS/AE Ultimate Edition, prestando especial homenagem a esta lendária máquina, quase 20 anos após o seu lançamento.
Com um acabamento exclusivo e equipados com uma gama de características de alta qualidade, os dois novos modelos de 2020 proporcionam a experiência de condução mais requintada, emocionante e gratificante da classe Sport Touring.

Fonte: Yamaha

Velasquez87
Responder
#2

[Imagem: jjVmndq.jpg]

[Imagem: cv17VAw.jpg]
Responder
#3

Já faz mais que tempo eles largarem a FJR e lançarem no catalogo uma Tracer com um motor derivado da R1/MT-10 mas que não gaste 10L/100...
Responder
#4

O pouco tempo que andei neste "bisonte" deu para perceber que é de uma suavidade, e protecção de vento ao alcance de quase nenhuma mota no mercado, incluindo uma certa agilidade que pensava que não tinha, mesmo com este peso. A entrega é suave com um motor bem redondo mas que lá em cima mostra bastante ar da sua graça, acredita David. Mas o mercado pede algo diferente...é o que é...e a norma 5 também veio para matar algun modelos, este incluido.

Gostava que a Yamaha ao lançar um upgrade, fosse pelo menos tão boa quanto esta mota foi V
Responder
#5

Falas com os Gendarmes na França sobre a à FJR e os gajos babam-se todos!

Falas das novas Tracer que vieram ocupar o lugar deixado pelas já veteranas FJR e...

(not) poop
Responder
#6

O unico barco de 2 rodas que nao me importava de ter!
Responder
#7

A FJR não se pode negar que é uma turistica bastante eficaz...

Se o motor não acompanha os tempos, de facto o motor derivado da MT10 fazia sentido, e a Yamaha fazia uma FJR1000 mais moderna...

...se calhar vão suspenser a produção durante uns 2 anos para depois relançarem o modelo com grande aparato de quem faz renascer um icon.... thumbsup

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#8

(04-11-2019 às 11:02)Velasquez87 Escreveu:  O pouco tempo que andei neste "bisonte" deu para perceber que é de uma suavidade, e protecção de vento ao alcance de quase nenhuma mota no mercado, incluindo uma certa agilidade que pensava que não tinha, mesmo com este peso. A entrega é suave com um motor bem redondo mas que lá em cima mostra bastante ar da sua graça, acredita David. Mas o mercado pede algo diferente...é o que é...e a norma 5 também veio para matar algun modelos, este incluido.

Gostava que a Yamaha ao lançar um upgrade, fosse pelo menos tão boa quanto esta mota foi V

Também tive um curto contacto com uma de 2016 recentemente e não lhe tiro os méritos da parte "tourer" e se quisesse ir ao Cazaquistão de forma rápida, confortável e sempre em estrada aberta era a minha 2ª alternativa logo a seguir ao Honda Civic! O problema é a parte "Sport"... sim, até se pode considerar ágil para o peso que tem, mas está bem longe da agilidade das "atuais" sport tourer. Além de que está bastante limitada pois com inclinações de 25º já deves estar a raspar a peseira ou muito perto disso. O problema não é o motor, é mesmo a categoria da mota. A versão AS do Bisonte já vai para quase 20k. Por este preço podes comprar uma S1000XR ou uma Multistrada que não só cumprem na perfeição na vertente "touring" como o nível "Sport" está num patamar completamente diferente.

Por isso é que a FJR e motas semelhantes são bichos abandonados pelas marcas em detrimento das Tracers, XR, Multistradas e provavelmente depois desta "ultimate edition" a Yamaha vai ser mais uma a deixar cair os bisontes do catalogo.

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#9

(04-11-2019 às 13:54)Mr.Ricky Escreveu:  A FJR não se pode negar que é uma turistica bastante eficaz...

Se o motor não acompanha os tempos, de facto o motor derivado da MT10 fazia sentido, e a Yamaha fazia uma FJR1000 mais moderna...

...se calhar vão suspenser a produção durante uns 2 anos para depois relançarem o modelo com grande aparato de quem faz renascer um icon.... thumbsup


Isso seria incrivel thumbsup

Velasquez87
Responder
#10

(04-11-2019 às 13:32)LoneRider Escreveu:  Falas com os Gendarmes na França sobre a à FJR e os gajos babam-se todos!

Falas das novas Tracer que vieram ocupar o lugar deixado pelas já veteranas FJR e...

(not) poop

Pois...
Também falas com actuais e ainda proprietários de máquinas do género, por exemplo os das Pan e sentem-se abandonados...mas no caso da Honda ainda percebo, pois não houve uma sucessora, nem que fosse ao estilo Sport/touring/adventure...tirando a VFR...que também já foi descatalogada...é que ao menos a Yamaha, Kawasaki, mesmo a Suzy (GSXS1000F) etc mesmo não tendo sucessoras no verdadeiro sentido da palavra, teem alternativas bastante válidas...e uma dessas até se chama Tracer GT/ Versys 1000 thumbsup

Velasquez87
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)