Exame código - dúvidas
#91

(26-11-2015 às 10:41)carlos-kb Escreveu:  do mesmo modo como ainda hoje acontece na categoria B, em que se tira a carta num Clio ou Corsa e depois de ter a aprovação em exame, podemos pegar num Veyron ou num Aventador sem qualquer tipo de restrição!

Curioso, é um bom ponto de vista, nunca tinha pensado nisso dessa forma. Realmente se há escalonamento para motos, porque não há para carro?
Responder
#92

Vai aparecer CB's e GS's 500 à venda ao pontapé... lol
Responder
#93

Já se vêem algumas...no outro dia vi uma a venda no olx...apenas 8.000 kms...reparei que era de escola porque numa das fotos notava-se a plaquinha do L...
Um colega meu estava todo lixado...porque a Gs500 dele não entrava na A2 por 0,5 kw a mais...o gajo estava possesso...

[Imagem: 7STkQ4B.jpg]
Responder
#94

Acho que decidi tirar a carta muito cedo... Devia esperar pela 400cc lol
Responder
#95

(26-11-2015 às 11:13)OFFICER Escreveu:  Vai aparecer CB's e GS's 500 à venda ao pontapé...  lol


As CB500 e GS500 podem guardá-las para dar as aulas de A2. Ali diz mínimo de 400cc. O que vai aparecer à venda serão as 250cc, que eram usadas para a antiga AL.
Responder
#96

Diz minimo 400cc mas não pode ter mais que 35kw e a maioria das GS500 e todas as CB500 têm mais que 35 lol

Isto obriga as escolas a adquirir 2 motas novas, basicamente. Sejam usadas ou não, é uma despesa valente.
Responder
#97

Deixem-se lá de histórias, que agora as motas que existem para instrução acabam por ser "fofinhas" e amiguinhas (XJ6, ER6, NC, CB500F, etc...).... ou até mesmo as mais antigas CB500 e congéneres!

Queria ver muitos, que se intimidam com as motos de instrução actuais, a terem mãozinhas para uma MZ 250, Jawa 350 ou RD 350, todas a dois tempos, com motores de funcionamento inconstante, arranque por pedal, pneus finíssimos, maus travões, uma geometria que não facilitava a condução ou ainda mais, um tormento para fazer 8's .... e não esqueçam que nos anos 80/90, para se tirar a carta de mota, não eram de todo permitidos os usos dos piscas (nas que já os traziam)... tudo sinalizadinho com os braços. Tenho amigos meus que foi numa destas aonde fizeram instrução e exame.

Por acaso eu já apanhei uma mais "user friendly" Suzy GN250. Mas na escola aonde andei, ainda havia uma GSXF1100... eu sempre mortinho para lhe meter as manápulas em cima.

A questão é que nem sequer aulas de mota tive. A poucos dias do exame, estenderam-me 1000$00 para meter gasosa, ir dar uma volta sozinho para me habituar à GN, e se fosse apanhado por uma brigada, dizer que me tinha perdido do carro da instrução (ninguém tinha ainda telemóveis em 1994). Depois na véspera de exame apenas treinei os 8's, com o ralentim da GN intencionalmente acelerado para as 2 mil rpm, para que nem sequer tivesse de recorrer ao acelerador, para fazer os 8's.... e no dia do exame tive de levar a mota para o centro de exames e quando acabei o meu exame, tinha um recado do meu instrutor, a dizer para levar a mota de volta para a sede da escola, em Moscavide, independentemente de ter passado ou chumbado (que por acaso passei).

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#98

Tenho um familiar meu que aprendeu numa Jawa350...ele dizia que era um pesadelo...que agora temos muita sorte de ter motas tão boas...

A cb500 já era uma excelente mota para aulas...a xj então...é um mimo...ainda não tive um aluno que dissesse mal dela...da cb já...a maior queixa na cb tem a ver com o facto de ter 2 cilindros e nos 8 se deixar cair a rotação começa a bater muito...para aqueles mais assustadiços é o suficiente para armar barraca e atrapalharem-se todos...a xj sendo tetra...0 vibrações...adoro aquela mota para fazer 8.

[Imagem: 7STkQ4B.jpg]
Responder
#99

Ainda na 3ª feira passada passei em frente à escola onde tiramos a carta... virou gabinete de estética...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder

Sofreu uma operação estetica! blink

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)