EICMA 2018 -
#11
A única coisa que posso dizer é que é um R sem qualquer tipo de vergonha.
Mas com 105cv não pode ser limitada, não é possível vê-la a competir num campeonato, é demasiado exigente para quem não tem experiência e quem tem experiência também tem (normalmente) capacidade económica para comprar uma mil.
Ou seja, fica em terra de ninguém e condenada a ser mal amada.
Depois, mesmo que seja metade de um motor que se tem como fiável, o normal na casa de Noale é que as motorizações novas dêem problemas e a coisa fique por um mero exercício de estilo....
I just don't run with the crowd!

http://www.loneriderendlessroad.com
#12
Acho engraçada essa coisa do "meio motor" (que até remete para uma dada moto que até é campeã de vendas por cá, mas foi um termo que surgiu como graçola de um dos seus desenvolvedores, aquando da sua apresentação).

Como se fosse possível serrar um inline 4 e esperar que o mesmo mantenha pelo menos metade da sua eficiência e traduzir metade dos seus números... a coisas não são tão simples e lineares assim!
Imagem
Autorizo que possam mandar piadolas à minha pessoa / moto, no forúm.
Reservo-me ao direito de o poder fazer reciprocamente a todo e qualquer membro que use desse direito para comigo.
#13
Alem disso, o motor em questão é um V4...
I just don't run with the crowd!

http://www.loneriderendlessroad.com
#14
(08-11-2018 às 12:05)LoneRider Escreveu: Alem disso, o motor em questão é um V4...

Exacto.... no caso específico da RSV / Tuono!

O que complica a tarefa de o cortar ao meio... a não ser que o "cortem" no sentido longitudinal ao eixo da cambota deitem para o lixo a cabeça de trás!!! lol
Imagem
Autorizo que possam mandar piadolas à minha pessoa / moto, no forúm.
Reservo-me ao direito de o poder fazer reciprocamente a todo e qualquer membro que use desse direito para comigo.
#15
Nos videos a cabeça parece ser a da rsv4, portanto assumo que o cilindro e piston e biela são os mesmos, muda-se o bloco e a cambota e com custos de R&D ligeiramente reduzidos tem-se um motor "novo", o que faz sentido na economia actual e com alguns supostos problemas financeiros que a aprilia anda a atravessar.
#16
Boas;
Acho perfeitamente normal o fabrico modular de motores e sempre foi muito comum na indústria, não foi preciso esperar pela "amostra de moto grande" que referem.
Um dos casos de maior sucesso recente foi a Triumph da geração John Bloor.
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)