EBR 1190RX
#11

Boas;
Penso que o grande problema das EBR tenha sido a actual conjuntura, apareceu num mau momento. Basta ver que nem os grandes construtores se aventuraram em apresentar super-desportivas nos últimos anos.
Nos States é normal acontecer este tipo de reduções de preço e fiascos comerciais. Nos anos 80 a Honda devolvia o dinheiro na íntegra a quem se sentisse descontente com as VF, a Yamaha também o fez no fim de admitir que a R6 não atingia 17500 rpm.

Pelos vistos vão continuar presentes no Mundial de SBK, pode ser que apareça um investidor.
Responder
#12

EBR entra em processo de falência

[Imagem: 160415buellh.jpg]

Segundo informações avançadas pelo jornal local “Milwaukee Journal Sentinel”, a Erik Buell Racing cessou atividade esta semana e está em vias de iniciar o processo de falência junto dos tribunais Norte-Americanos.

A empresa foi fundada por Erik Buell em 2009 no seguimento da decisão da Harley-Davidson em deixar de comercializar os modelos “Buell”. Em 2013, a EBR apresentou ao público dois novos modelos desportivos, a 1190RX e a 1190SX, que geraram algum entusiasmo junto do público e da imprensa., mas que acabaria por não se materializar em vendas com os concessionários Norte-Americanos a serem mesmo obrigados a oferecer enormes descontos sobre o preço de venda para conseguir escoar a produção. Com reduzidas receitas, os investidores da empresa indiana Hero Motor Corporation, detentora de uma percentagem da EBR, decidiram cortar o financiamento o que levou Erik Buell a encerrar a operação.

[Imagem: 160415buell2h.jpg]

“Depois de pensarmos que estávamos no bom caminho, este contratempo foi totalmente inesperado” – Revela Erik Buell ao “Milwaukee Journal Sentinel” – “Pensámos que tínhamos resolvido a questão do financiamento mas no fim de contas não conseguimos. Agora só nos resta tentar honrar os compromissos com as partes envolvidas”.

Segundo as leis Norte-Americanas, a empresa pode agora entrar em tribunal com um pedido de proteção contra os credores após o qual será nomeado um gestor para tentar vender a defunta empresa. Caso isso não seja possível, os bens serão leiloados de forma a recuperar algum do dinheiro dos credores.

No meio desta questão desconhece-se o futuro da equipa Hero EBR, atualmente a competir no Campeonato do Mundo de SBK, que contava com o apoio direto da fábrica. Espera-se no entanto que a situação da equipa fique esclarecida neste fim-de-semana por ocasião da prova de Assen.


fonte

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#13

E pronto, agora vai a equipa de WSBK... dead
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)