Dúvidas de um tenrinho
#21

(25-02-2019 às 12:00)Fz1000 Escreveu:  
(25-02-2019 às 10:54)vindaloo Escreveu:  
(25-02-2019 às 10:28)Fz1000 Escreveu:  Para evitar barulhos e desgaste necessário na caixa, é praticar revmatch, principalmente a descer de 2 para 1, que é quando o motor mais trava e mais disturba a coisa.

Estás a ver... já eu acho que a primeira é para arrancar, logo em andamento nunca a meto e largo a embraiagem. A ter de a pôr, mantenho embraiagem até parar.


Só em desportivas longas (mais antiguinhas) é que é preciso recorrer à primeira para circular normalmente.


Se tiver de pôr a primeira nas curvas... é muito bom sinal! devil

Isso é porque não usas revmatch.

A maior parte das desportivas usas a 1 rolar até 50kmh pelo menos, em condução citadina, meter a 2 abaixo disso vai a mota a morrer.

Em menor cilindrada sim meto quase logo a 2 depois de arrancar.


Já me aborrece um pouco o preço elevado da gasolina, pelo que andar a rodar punho sem traduzir esse movimento em aceleração efectiva acho perfeitamente evitável até porque na maioria das vezes acabas a queimar um pouco mais de embraiagem que o estritamente necessário.


Responder
#22

Sou só eu que arranco em segunda boa parte das vezes!?

As vezes, quando sei o timing dos semáforos, vou fazendo compassos de espera e quase nem meto a primeira!

Aproveito as inercias para ir pouco à pouco, controlando o tempo do semáforo e quando cai o verde já vai o LoneRider em terceira!

Claro que só possível em circuitos que conheces bem.

Mas mesmo assim, em motos com binário do bom (não essa mariquice do Master of torque é darks sides e tal) uma segunda é um bom manuseamento da manete esquerda basta.

É pá, mas não me liguem nenhuma que eu não sei nada sobre conduzir, sou um sepo que aqui ando e tal...

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#23

(25-02-2019 às 12:27)LoneRider Escreveu:  Sou só eu que arranco em segunda boa parte das vezes!?

As vezes, quando sei o timing dos semáforos, vou fazendo compassos de espera e quase nem meto a primeira!

Aproveito as inercias para ir pouco à pouco, controlando o tempo do semáforo e quando cai o verde já vai o LoneRider em terceira!

Claro que só possível em circuitos que conheces bem.

Mas mesmo assim, em motos com binário do bom (não essa mariquice do Master of torque é darks sides e tal) uma segunda é um bom manuseamento da manete esquerda basta.

É pá, mas não me liguem nenhuma que eu não sei nada sobre conduzir, sou um sepo que aqui ando e tal...
Em Lisboa, arrancar assin que cai o verde, é pedir festa.

Um amigo, fazia isso por sistema, e fiou-se na "virgem", mota para a sucata, 3 meses de hospital, e ainda hj lhe dói.

Já demasiada gente queima o vermelho, para ser seguro arrancar logo logo, pelo menos sem a total confirmação que os abutres do outro lado, vão parar.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
Responder
#24

(25-02-2019 às 12:27)LoneRider Escreveu:  Sou só eu que arranco em segunda boa parte das vezes!?

As vezes, quando sei o timing dos semáforos, vou fazendo compassos de espera e quase nem meto a primeira!

Aproveito as inercias para ir pouco à pouco, controlando o tempo do semáforo e quando cai o verde já vai o LoneRider em terceira!

Claro que só possível em circuitos que conheces bem.

Mas mesmo assim, em motos com binário do bom (não essa mariquice do Master of torque é darks sides e tal) uma segunda é um bom manuseamento da manete esquerda basta.

É pá, mas não me liguem nenhuma que eu não sei nada sobre conduzir, sou um sepo que aqui ando e tal...

Provavelmente és. Eu como gosto de sair dos semaforos em cavalinho é sempre primeira a fundo enquanto faço um pirete às PCX.

Ditadura dos Flocos de Neve
Responder
#25

(25-02-2019 às 12:27)LoneRider Escreveu:  Sou só eu que arranco em segunda boa parte das vezes!?

As vezes, quando sei o timing dos semáforos, vou fazendo compassos de espera e quase nem meto a primeira!

Aproveito as inercias para ir pouco à pouco, controlando o tempo do semáforo e quando cai o verde já vai o LoneRider em terceira!

Claro que só possível em circuitos que conheces bem.

Mas mesmo assim, em motos com binário do bom (não essa mariquice do Master of torque é darks sides e tal) uma segunda é um bom manuseamento da manete esquerda basta.

É pá, mas não me liguem nenhuma que eu não sei nada sobre conduzir, sou um sepo que aqui ando e tal...
Já arranquei múltiplas vezes em 2ª sem me aperceber. Deve ser da 07 ter um motor fraquito bigsmile
Responder
#26

(25-02-2019 às 12:20)vindaloo Escreveu:  
(25-02-2019 às 12:00)Fz1000 Escreveu:  
(25-02-2019 às 10:54)vindaloo Escreveu:  Estás a ver... já eu acho que a primeira é para arrancar, logo em andamento nunca a meto e largo a embraiagem. A ter de a pôr, mantenho embraiagem até parar.


Só em desportivas longas (mais antiguinhas) é que é preciso recorrer à primeira para circular normalmente.


Se tiver de pôr a primeira nas curvas... é muito bom sinal! devil

Isso é porque não usas revmatch.

A maior parte das desportivas usas a 1 rolar até 50kmh pelo menos, em condução citadina, meter a 2 abaixo disso vai a mota a morrer.

Em menor cilindrada sim meto quase logo a 2 depois de arrancar.


Já me aborrece um pouco o preço elevado da gasolina, pelo que andar a rodar punho sem traduzir esse movimento em aceleração efectiva acho perfeitamente evitável até porque na maioria das vezes acabas a queimar um pouco mais de embraiagem que o estritamente necessário.

A diferença é mínima no consumo, e visto que a condução fica mais suave acho que é algo que todos deviam aprender.

E o objectivo principal da técnica, se for bem feita, é mesmo desgastar menos a embraiagem e caixa.
Responder
#27

Ps: lone, as dark side arrancam em 3 sem problemas. São motas, como estas habituado a ter que desfazer o nó antes de meter a embarcação em movimento não sabes o que é.
Responder
#28

(25-02-2019 às 12:33)dmanteigas Escreveu:  
(25-02-2019 às 12:27)LoneRider Escreveu:  Sou só eu que arranco em segunda boa parte das vezes!?

As vezes, quando sei o timing dos semáforos, vou fazendo compassos de espera e quase nem meto a primeira!

Aproveito as inercias para ir pouco à pouco, controlando o tempo do semáforo e quando cai o verde já vai o LoneRider em terceira!

Claro que só possível em circuitos que conheces bem.

Mas mesmo assim, em motos com binário do bom (não essa mariquice do Master of torque é darks sides e tal) uma segunda é um bom manuseamento da manete esquerda basta.

É pá, mas não me liguem nenhuma que eu não sei nada sobre conduzir, sou um sepo que aqui ando e tal...

Provavelmente és. Eu como gosto de sair dos semaforos em cavalinho é sempre primeira a fundo enquanto faço um pirete às PCX.
Conheces a expressão "mais vale um cobarde vivo, que um herói morto"?

Em condução urbana, é o lema.

Ser o primeiro a saltar o semáforo, tem algumas vantagens, mas em cruzamentos grandes, e/ou quando o lado oposto tem malta que vem "largada"... Tem mais desvantagens e um pouco chatas.

Um exemplo clássico é a praça de entrecampos.

Quem vem do semáforo da Estados Unidos da América, tem pela esquerda a malta que vem a fundo da avenida da República, e são 3/4 sempre a queimar o vermelho.
Até de carro já ia tendo aí molho pq arranquei rápido.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
Responder
#29

(25-02-2019 às 12:37)Fz1000 Escreveu:  
(25-02-2019 às 12:20)vindaloo Escreveu:  
(25-02-2019 às 12:00)Fz1000 Escreveu:  Isso é porque não usas revmatch.

A maior parte das desportivas usas a 1 rolar até 50kmh pelo menos, em condução citadina, meter a 2 abaixo disso vai a mota a morrer.

Em menor cilindrada sim meto quase logo a 2 depois de arrancar.


Já me aborrece um pouco o preço elevado da gasolina, pelo que andar a rodar punho sem traduzir esse movimento em aceleração efectiva acho perfeitamente evitável até porque na maioria das vezes acabas a queimar um pouco mais de embraiagem que o estritamente necessário.

A diferença é mínima no consumo, e visto que a condução fica mais suave acho que é algo que todos deviam aprender.

E o objectivo principal da técnica, se for bem feita, é mesmo desgastar menos a embraiagem e caixa.
E nem é exclusivo das motas.

Em uso agressivo, a ideia é evitar não só travares demasiado com o motor, evitar trancar as rodas e em simultâneo transferir tanto peso para a frente.

Não poupa so embraiagem, poupa toda a transmissão.

Sent from my Mi A1 using Tapatalk
Responder
#30

(25-02-2019 às 12:50)JPedrosa Escreveu:  Não poupa so embraiagem, poupa toda a transmissão.

Isto é importante.
Pois evita chatices antes dos 40 mil, altura em que a moto já é velha e após tantos anos com ela está na altura de ser trocada.
cool

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)