Discussão sobre o uso de mochilas
#21

(24-12-2015 às 19:10)xiko_dsg Escreveu:  Levas lá um integral? Mas dentro ou fora? Pena o preço... wtf

Dentro, claro! E ainda sobra algum espaço. blink (Mesmo não acrescentando qq um dos packs suplementares que adicionam mais 5 ou 10L de espaço. blink)

E claro que não há milagres porque sente-se sempre peso e volume mas aquele sistema de fecho ajuda mesmo muito já que não só distribui o peso pelo peito em vez de o deixar nos ombros mas ainda porque, quando bem regulado, a mochila não "sente" o vento já que fica como que um prolongamento do tronco. O que é realmente uma mais valia quando comparado com uma "Puma" baratuncha e genérica que usava antes e que, mesmo a velocidades relativamente baixas, me andava a "dançar" nas costas.

Já agora, e mais por curiosidade, o jovem "reviewer" da Revzilla no clip acima não está totalmente correcto.
A função primária da bolsa interior na R35 (e na R25 e R20) é de levar uma protecção suplementar das costas vendida como acessório.

[Imagem: Forcefield_MED_fitting_zoom_90812_1353060718_900.jpg]

Não se optando por essa protecção adicional então a "tal" bolsa fica "genérica" como consta naquela "Revzilla's review". smile

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder
#22

Por estas e por outras.... eu sei lá... só sei que durante toda a minha vida usei mochila às costas... e continuo a usar... nunca se pensou que a coisa podia ser perigosa... ou sei lá mais o quê... e quando digo mochila... refiro-me a uma mochila bem cheia... que mais parecia um saco cama da tropa... mesmo no tempo em que tive a BMW, que tinham malas, cheguei a usar mochla... pois era bem mais fácil de conduzir a moto sem as malas...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#23

Quando em 2012 mandei a minha Hornet para a sucata, viajava com uma reles mochila da Berg comprada na Sportzone. Lá dentro trazia um portátil que ficou feito em merd@, uma vez que caí de costas e fui de arrojo por umas boas dezenas de metros, deitado em cima dele. Curiosamente não me aconteceu nada a nível da coluna, pelo que diria que funcionou como uma espécie de estranha proteção lombar. Mas imagino que possa funcionar também contra em vez de a favor... Hoje em dia sou mais adepto do top case, apesar de me dar vontade de chorar de cada vez que olho para aquela aberração em cima da mota...

[Imagem: hornet_zpsk4epwv8t.jpg]
Responder
#24

(30-12-2015 às 00:11)marco.clara Escreveu:  Hoje em dia sou mais adepto do top case, apesar de me dar vontade de chorar de cada vez que olho para aquela aberração em cima da mota...

Como eu te compreendo!!!

Durante o verão tiro a top-case e ando com uma mochila às costas, apenas com carteira, TM, oculos, e outras pequenas tralhas... A top-case volta apenas nos dias que preciso de transportar portátil (felizmente só preciso de andar com ele, nas prevenções), ou no inverno para transportar o material da chuva!
Com estas pequenas tralhas acho que as mochilas não são perigosas, mas carregadas sim, já tenho ouvido relatos de coisas graves...
Até umas chaves de casa no bolso das calças pode trazer complicações numa queda!!!

Ricardo - Honda CB500X
[Imagem: latest?cb=20150510093035]
Responder
#25

Também só levava top case quando era estritamente necessário...levava mesmo muita coisa ou andava com pendura, de resto era muito raro...com esta, essa questão nem se coloca lol

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#26

Noobie essa do integral parece apelativa, ainda para mais agora... blink

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#27

cada pessoa com a sua experiencia, a meu ver é bom levar coisas as costas,

mas que não sobrecaregar as costas, uma vez com a ginja250, ia a mala de deposito cheia, enchi depois a mochila com algum peso, a viagem era grande, aquela pora ia carregada, a mochila, ao fim de 50km nesta tortura de descansar costas, puxando para tras, acelarar mais, ir o peso todo da mochila nas costas, foi horivel, parece que fiz 1000km, em vez dos 250

as costas somente peso de um portatil, ou se for volumoso, apenas vestuario, ou capa da mota, como foi dito em cima

Load ""
Responder
#28

Eu em 95% do tempo ando sempre com a top case. Nem é tanto para levar a tralha, mas sim para não ter de andar com o capacete e luvas atrás.

Maioria das vezes nem precisava dela, em primeiro tenho o met-in que dá para o capacete e luvas, em segundo na faculdade tenho cacifo...

Mas como noutras deslocações ando muitas vezes com "m€rdas" no met-in e/ou na top case (tipo fato chuva, capacete a mais, pasta, material de estudo) etc apesar de ficar feia como tudo, acabo por não a andar sempre a tirar e fica.

Nas voltinhas então, que ando com mais tralha, dá imenso jeito.

Curiosamente só costumo usar mochila precisamente para o portátil, isto porque acho que o portátil na top case está muito mais sujeito a choques e a vibrações e isso não lhe dá propriamente saúde (na mochila bem justa sempre são amortecidas por mim).

Mas a minha mochila até se ajusta bem as costas e tem umas tiras que a permitem ajustar e ficar mais "fininha" se só levar mesmo o PC
Mochila Targus (prende à frente no peito também)

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)