Discussão sobre o uso de mochilas
#11

Isso das lesões em caso de queda vai depender do que levas na mochila. Se for para levar material rígido esquece, é para te aleijares. Eu ando sempre de mochila, seja para o trabalho, seja para jogar futebol, mas não ando com nada muito duro dentro.
Responder
#12

Quando a mochila está com coisas suficientes, prendo-a com a aranha. Quando não, lá gramo com ela, mas especialmente de verão, não gosto muito de andar com mochila.
Responder
#13

Na R35 por vezes levo um integral... E mais umas quantas coisas... Porque aquela mochila é tipo eléctrico da Carris.... Cabe sempre mais qq... blink

[Imagem: wrong-bike.jpg]
Responder
#14

(24-12-2015 às 15:52)n00b1e Escreveu:  Na R35 por vezes levo um integral... E mais umas quantas coisas... Porque aquela mochila é tipo eléctrico da Carris.... Cabe sempre mais qq...  blink

Levas lá um integral? Mas dentro ou fora? Pena o preço... wtf

Ex Suzuki GS500
Ex Yamaha YZF600R - Thundercat
Ex Yamaha R1
Suzuki GSX-R 750
Responder
#15

Para os que não têm outra opção (e não, topcase numa desportiva nunca é opção thumbsdown), a mochila é quase obrigatório para o transporte de "coisas".
Também há o saco de depósito, mas não é tão prático.

Quanto a mochilas, tenho uma pequena que serve para levar muitas coisas. Já levou calças, sapatilhas, impermeáveis e até chegou a levar routers e lentes.
Também tive uma maior que usei uma vez numa viagem de 550 Km com montes de roupa e tralha. Foi graças a essa mochila que decidi comprar o saco de depósito. O raio da mochila ia tão pesada e era tão incómoda que quase que ia directo prá cama era tal as dores que mal me aguentava em pé.
Responder
#16

Eu ando sempre com uma mochila da CAT onde transporto pequenas coisas como a carteira, a máquina fotográfica, chaves de casa,  o saco do capacete e pouco mais...e depois uso pra guardar as luvas e os óculos de sol.

Better to be first in hell than second in heaven.
Responder
#17

Eu uso uma da AlpineStars , normalmente para transportar máquina fotográfica , telemovel e assim

http://www.outletmoto.com/pt/mochila-alp...-2056.html
Responder
#18

Bem.. eu tenho uma história curiosa...

Sempre li (e faz sentido) que andar com a mochila às costas pode ser perigoso em caso de queda. Eu, no dia-a-dia, não quero saber do que dizem, o trajeto é curto e a velocidade não passa dos 60 devido ao tipo de percurso que é, portanto o computador vai dentro da mochila que vai nas costas. Mas em viagens maiores evito e levo toda a carga no lugar do pendura presa com uma ou duas redes.

Agora a história:

Um dia ia eu à praia, levava na mochila duas toalhas de praia e então decidi colocar a mochila presa com uma rede no lugar do pendura. à saída de uma rotunda, não sei o que me deu, rodei o punho e puxei ali 3 ou 4 mudanças a fundo. Depois disto senti que algo não estava bem... parecia que o motor estava a travar mais do que o normal.. mas a mota era nova, ignorei... mas passado um bocado olho para o retrovisor e deixei de ver a mochila... parei logo de imediato a pensar que tinha caído... quando fui a ver, a rede tinha partido e, embora não saiba explicar como, a mochila agarrou-se ao pneu e ficou a raspar entre o pneu e o amortecedor durante uns 500 metros a mais de 120km/h...

Fica uma foto do resultado:

[Imagem: dbpb4p.jpg]


Reparem que ficou praticamente cortada ao meio! A parte de baixo faz parte das costas e a parte de cima faz parte do interior lol 

A toalha também não ficou lá em muito bom estado. Esta era a toalha mais bonita que tinha... agora já nem à praia consigo ir com ela cry  Nesta foto não se vêm os estragos completos.


Mas voltando ao tópico a minha opinião é: Se o trajeto for curto e de velocidade reduzida, eu arrisco e levo às costas, independentemente do volume. Se o trajeto for mais longo ou de velocidade superior e se o volume ou peso for considerável, levo no lugar do pendura (já comprei umas redes mais fortes  cool )
Para quem tem TopCase, não faz sequer sentido andar com ela vazia e com uma mochila às costas!

XJ 600 Diversion Owner!
Responder
#19

(29-12-2015 às 17:44)MrOverclock Escreveu:  ... quando fui a ver, a rede tinha partido e, embora não saiba explicar como,...

As redes são um bocado falíveis...

A começar logo pelo facto de serem feitas de elásticos...
Novos já são imprevisíveis. Não sabemos ao certo que tensão aguentam com a moto parada. Quanto mais com ela em andamento.
E velhos... começam a ficar relaxados!

Nas motos com escapes debaixo do banco também costuma ter resultados engraçados.

(29-12-2015 às 17:44)MrOverclock Escreveu:  Para quem tem TopCase, não faz sequer sentido andar com ela vazia e com uma mochila às costas!

Antes uma hérnia que uma top case!
Responder
#20

Vou dar o meu feedback, uma vez precisei de ir passar um fim de semana à margem sul e a mota ia dormir na rua, decidi levar a capa da mesma numa mochila. Mochila essa que era a minha melhor companheira na mota. Ao passar a ponte vasco da gama a 220 senti um turbilhão atras de mim, a mochila abriu e a capa fez de paraquedas voando por cima do tejo. Tive sorte, mas foi um caso esporadico. Comecei a usar trancas nos fechos da mochila, mas um dia esqueci me de os colocar e perdi um sapato que ia la dentro a 180 no eixo norte sul, que podia ter feito estragos a serio no carro de alguem.

Deixo outro lembrete, conheco uma pendura que é paraplegica porque ia para Faro com o marido e levava as tipicas mochilas cheia de tralha, quando eles cairam, a conta dos objectos que ela levava as vertebras da coluna partiram com o impacto, ate hoje anda numa cadeira de rodas, nao pela queda mas pela mochila que carregava.
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)