Des-respeito Motard
#31
(26-03-2019 às 22:08)el_Bosco Escreveu:
(26-03-2019 às 20:58)Thiago Silva Escreveu: o que me deixa bem f** e a queles que nao dao pisca

E nós quando andamos de 4 patas, damos sempre os piscas?

Quando ando de 4 patas só quero é "loiras" baba
Responder
#32
(26-03-2019 às 22:08)el_Bosco Escreveu:
(26-03-2019 às 20:58)Thiago Silva Escreveu: o que me deixa bem f** e a queles que nao dao pisca

E nós quando andamos de 4 patas, damos sempre os piscas?

fala por ti...só ando com tracção às 4 quando estou com uma valente tosga e tem de ser "do caixão à cova"!
Responder
#33
Eu nunca ando de 4 patas porque só tenho carta de mota noface

Só para relatar uma das coisas mais ridículas que vi nos últimos tempos, parado atrás de um jipe para entrar numa rotunda na zona da Malveira.
Não vinha trânsito nenhum, mas reparei que o homem lá estava entretido com qualquer coisa no carro. Eu nem sequer tinha pressa, estava com a patroa atrás e era apenas um belo passeio domingueiro., por isso dei uma apitadela daquelas que é só mesmo um BIP seguido de um "Anda amigo".

Foi como ver o Hulk a transformar-se. O homem tentou tirar o cinto de segurança à pressa enquanto barafustava, eu ali atrás, sem reacção.
A mulher que ia no jipe (nota, ia também uma criança) a tentar acalmá-lo, e eu ali atrás sem reacção.
Não é que o tipo manda uma de esquerda à mulher e salta para a estrada?
Primeira engatada e siga. Se o fulado espeta uma murraça na mulher, nem ia dialogar comigo.. think

Quanto a desrespeito para com os motards, é engraçado porque eu vivo numa terriola, mas trabalho no Marquês de Pombal, e é engraçado ver os loucos stressados da rotunda do marquês/caminho para a ponte versus os loucos da terriola que saem dos estacionamentos/cruzamentos sem sequer olhar e enquanto metem o cinto.

Em relação a espelhos partidos, o uníco que tem o meu nome foi quando uma senhora ao telémovel me abalroou de lado e eu tive de acelerar para não ficar esborrachado. Parámos os dois, ela olhou para mim e disse "sabe, eu tambem costumo andar de mota mas não o vi". Claro que não, estava ao telemóvel. O espelho dela estava partido. Eu não tinha nada nem em mim nem na mota, nem dei conversa. Segui para casa.
Responder
  




Utilizadores a ver este tópico:
1 Visitante(s)