Deposito com ferrugem
#11

Olá Carlos.

Todos os depósitos têm um respiro por onde passa ar (rico em Oxigénio) para evitar vácuo dentro do depósito.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#12

(26-11-2018 às 11:22)LoneRider Escreveu:  Olá Carlos.

Todos os depósitos têm um respiro por onde passa ar (rico em Oxigénio) para evitar vácuo dentro do depósito.

Yep... e nas primeiras BMW F800ST/S esse respiro teve de ser mudado, ao abrigo de um recall. blink

Houve casos em algumas, em que o depósito (de plástico), inchou (foi isso que despoletou esse recall). bigsmile

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#13

(26-11-2018 às 00:39)marco.clara Escreveu:  Pedro, os químicos que referes ao fim ao cabo são uma espécie de primário, que por um lado convertem a ferrugem num tipo de metal e por outro fixam-no mediante o processo de aplicação a que estão sujeitos.

Se estivéssemos a falar de uma superfície exterior na qual pudesse ser aplicado este processo, seria excelente.

Neste caso, e dado que a ferrugem existe no interior de um depósito, é extremamente difícil tentar aplicar o que quer que seja, daí o meu comentário e a minha sugestão anterior que, ainda que não seja perfeita na remoção da ferrugem, é eventualmente uma das mais exequíveis e eficazes.

Os que convertem a ferrugem e servem de primário são mesmo tintas, não é isso que falo. Se fosse esses em spray concordava contigo a 110%, mas tens em líquido que é mesmo ácido. Metes no depósito, tudo bem fechado e abanar e deixar atuar durante uns 10min. E depois passar água para anular o ácido. Eu se fosse ao dono faria o que disseste, E (como complemento), fazia isto do ácido.
Lone como o betão armado que se encontra submerso tem diferentes exigências a nível de carbonatação, um metal que se encontra submerso grande parte da sua vida e selado (sem acesso a humidade) não exige grande protecção contra ferrugem. Por isso é que se deve encher o depósito antes de parar a mota algum tempo. Um depósito ganhar ferrugem pelo interior é difícil.
Responder
#14

(26-11-2018 às 11:06)carlos-kb Escreveu:  Mas então como é que ele oxidou antes???  think

Quando não se tem dinheiro para encher o depósito até ao topo lol
Qualquer metal dentro de um depósito tem melhor protecção que no exterior, mas basta deixar uma mota para 1 ano na reserva para acontecer ferrugem no interior do depósito. Agora um mota que seja guardada de depósito cheio, ou ande minimamente, nunca vai criar ferrugem.
Responder
#15

Pedro, não é assim tão linear pá!
A gasolina degrada-se com o tempo é, também tem efeitos nocivos para os metais.

Sim, é um mal menor obviamente, mas a oxidação existe de todas as formas.

Sobre o betão armado pá, mas tu estás armado em quê!? tong
Todos sabemos, ou pelo menos devíamos saber, que um metal que não está exposto directamente ao ar ou à água, resiste muito mais tempo sem sofrer os efeitos corrosivos da oxidação.
Mas nada é perpétuo!
No caso das motas, sendo bem cuidadas ou não, ao fim de 20, 25 anos é inevitável que não haja sinais de corrosão/oxidação em sítios como pode ser o interior de um depósito de combustível.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#16

Mas já há depósitos de combustível para motas, em betão armado? think devil

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)