Da bicicleta para um bom motor
#31

...Se, a stripes se reformar, ou arranjar uma amiga para partilhar o quarto, certamente será uma italiana.

Um amigo meu já teve 2 Ducatis, e infelizmente não apregoa maravilhas delas, no entanto apesar dos dissabores que teve com elas, tem de manter recordações penduradas na garagem para não cair em tentação novamente... segundo ele, nunca teve outras que o satisfizessem tanto como as italianas ( teve uma monster e a outra acho sem certeza que era uma 899).

Para quem quer exclusividade sem duvida a Ducati é a solução... ninguém fica indiferente a uma Ducati, muito menos pilotada por uma miuda smile

eu podia ser muiiiito feliz com uma monster ou uma diavel, mas é melhor falar baixinho que a stripes já anda emburrada e ainda pode deixar-me apeada em qualquer lado
Responder
#32

Essa(s) ducati(s) por acaso são bem giras, quanto a fiabilidade e assim não posso falar.

Só para pôr mais lenha para a fogueira, uma europeia que também não é muito pesada, não é tão banal quanto isso e tem o seu Q de interessante seria uma Duke ( neste caso estou-me a referir à 390)... há é coisas mais baratas, enfim é mais uma ideia.

Blog com fotos de passeios de mota em: http://naosougajodefazerblogs.blogspot.pt/
Cumprimentos "V"!
--Cláudio A. B. Silva--
Responder
#33

No outro dia quando fui ao pão de "bandit"... está cá fora uma diável estacionada... antes de entrar e comprar o pão fiquei cá fora a olhar para a moto... não sei porquê mas não me faz lembrar em nada uma "Ducati".... entretanto o dono sai da padaria.... e mete logo conversa comigo...estivemos para ali a falar sobre a moto dele... que era preta... e a minha que era japonesa,  tinha a cor correcta... vermelha.... e bem mais estimada que a dele.... entretanto ele lá foi à vida dele, e eu vou ao pão... e uma coisa muito estranha.... o som da moto então é que não era mesmo nada som duma Ducati.... aquele som típico de pregos à solta dentro do motor, e que em algumas ainda era mais evidente por meterem tampas de embraiagem abertas, apesar de tudo é muito engraçado... esta Diavel não fazia esse som.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#34

era assim Nelson?




esta fala italiano... <3

e sim confirma-se.... acho que ate conseguia por o meu batimento cardíaco em sincronia com este motor
Responder
#35

Eu sentei-me na Diavel e na sua congénere V-Max 1700, agora nesta motoshow da FIL! Epa.... e aquilo (a Diavel) assenta-me mesmo bem... ou eu é que assento mesmo bem nela blink cool .
Tal como a V-Max, ambas são largas como tudo, mesmo na zona do banco... mas por incrível que pareça, na V-Max não gostei de ficar todo "escancarado" com uma perna para cada lado (imagino que uma horita em cima daquilo dê um andar novo).... e na Diavel, embora escancarado, era um "escancaramento" diferente, que não causava incómodo. Vá-se lá perceber isto!

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#36

Vá... não há necessidade de vires para aqui meter inveja aos pobres mad

a vmax é engraçada... mas eu não trocava a minha velha stripes por uma. a posição de condução é quase a mesma da minha, ou seja com os pés avançados, o que já não noto na diavel, que permite uma posição de condução mais vertical ( que será para mim um fator de decisão na escolha da próxima miúda, já que em viagens maiores castiga menos a coluna). Além de esteticamente a diavel ficar muito à frente da vmax (na minha opinião), o que me fascina mesmo na diavel é todo aquele tamanhão, digno de uma verdadeira muscle cruiser, que ainda por cima (segundo vou lendo porque nunca sentei o meu real traseiro numa cry ) é uma mota muito manobrável, que permite grandes 'deitanços' nas curvas...ora e toda a gente sabe que isso é sinonimo de grande diversão, e neste caso em grande estilo.


.... e prontos é oficial, quanto mais falo ou ouço falar dela mais me apaixono....
Responder
#37

(13-04-2015 às 16:14)tarasofia Escreveu:  Vá... não há necessidade de vires para aqui meter inveja aos pobres mad

Inveja porquê? Eu também não tenho nenhuma....  lol

(13-04-2015 às 16:14)tarasofia Escreveu:  a vmax é engraçada... mas eu não trocava a minha velha stripes por uma. a posição de condução é quase a mesma da minha, ou seja com os pés avançados, o que já não noto na diavel, que permite uma posição de condução mais vertical ( que será para mim um fator de decisão na escolha da próxima miúda, já que em viagens maiores castiga menos a coluna). Além de esteticamente a diavel ficar muito à frente da vmax (na minha opinião), o que me fascina mesmo na diavel é todo aquele tamanhão, digno de uma verdadeira muscle cruiser,[

Falei na V-Max pelo "conceito".... acaba por ser a mesma "escola"! Embora a V-Max siga uma tendência mais classicista, em relação à Diavel. E tive oportunidade na FIL, de sentar numa.... e noutra (sem nunca ter conduzido qualquer uma delas  cry) ! Mas a Diavel, como disse, apesar de larga e robusta, tal como a V-Max, no entanto dá outro "feeling"... (A)Senta melhor em relação á japonesa lol !

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#38

Sim, a Diavel que vi fazia esse som, ou muito parecido... mas esse som não é som de ducati... é um som igual a qualuqer outra bicilindrica normal...

Este é que é o som típico da Ducati.



Das motos mais bonitas de sempre... a 916/748

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#39

Mas olhem que a Diavel tem o mesmo testastretta 11º 1198cc da Multistrada, Panigale R ou Monster 1200. Também com a distribuição desmodrómica.

Claro que o som das Ducs da era 748 / 916 / 996 / 998 era inconfundível... aquela embraiagem a seco e o desmo.... fizeram com que ficassem conhecidas como as "caixas de pregos".

(O som gravado num video perde muito. Experimentem fazê-lo com a vossa moto.... e depois ouçam. Vão dizer que é outra mota.)

Olhem lá esta Panigale a trabalhar....


[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#40

... acho que andamos a destruir o tópico da Lynx...

Esta semana quase matei a minha estagiária de susto, numa saida da rotunda do cerca do Alentejo vi uma diavel vermelha e soltei um sonoro ahhhhh ( daqueles mesmo de surpresa e espanto)  
simultaneamente ao ahhh parei a carrinha antes de uma passadeira e fiquei a olhar para o estacionamento por longos segundos... nisto aproximam-se 4 guardas da GNR, e eu para não ficar ali a ser acusada de atravancar o transito (inexistente) lá abalei, com um sorriso de orelha a orelha.
No altos dos seus 18 anitos, diz-me ela: - Bolas, assustei-me... mas é verdade os guardas eram bem giros

Eu ainda tive para lhe perguntar 'que guardas???'... mas depois de me rir para dentro, lá decidi deixa-la ficar a pensar que tinham sido eles os responsáveis pelo ahhh
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)