DÚVIDA REFLETOR
#11

(10-01-2017 às 12:49)Fz1000 Escreveu:  A policia sabe lá o que é a euro4, há tanta coisa por onde pegar na minha mota que os reflectores sabem a pouco  lol

Acredita que a policia sabe tudo o que é necessário para te sacar dinheiro.
Têm mínimos de facturação a cumprir.

Por acaso há muito tempo que não apanho uma operação stop daquelas em que andam à volta da moto como se fossem tubarões...
Mas, também ultimas motos que tive, aparte do escape, não havia grande coisa onde pegar.
Não sei como são as coisas aí pelos Algarves... mas aqui há uns anos era quase assédio!

Se tens a moto só pra dar umas voltinhas, caga nisso...
O problema é quanto maior a regularidade com que as utilizamos mais expostos estamos aos tubarões.
Responder
#12

(10-01-2017 às 12:38)dfelix Escreveu:  Passou a ser obrigatório nas motos a partir do dia 1 de Janeiro deste ano de 2017.

Fazem parte das normas Euro 4.


Desconhecia por completo.... mas a sê-lo, tal como havia suposto, só poderia vir mesmo com a Euro4 .  rolleyes

O que vem a seguir? Voltar a ser obrigatório colar duas tiras vermelhas no capacete, como era nos anos 80 e 90?!   O_O   wtf

(10-01-2017 às 12:57)dfelix Escreveu:  Têm mínimos de facturação a cumprir.
(...)
Se tens a moto só pra dar umas voltinhas, caga nisso...
O problema é quanto maior a regularidade com que as utilizamos mais expostos estamos aos tubarões.

Que o digam os "habitués" da Roca, que a mota só sai aos domingos com sol para lá ir.... e das incursões feitas pelos Xôres da farda, de quando em quando, ao local, com esses objectivos de facturação! lol

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#13

(10-01-2017 às 12:57)dfelix Escreveu:  
(10-01-2017 às 12:49)Fz1000 Escreveu:  A policia sabe lá o que é a euro4, há tanta coisa por onde pegar na minha mota que os reflectores sabem a pouco  lol

Acredita que a policia sabe tudo o que é necessário para te sacar dinheiro.
Têm mínimos de facturação a cumprir.

Por acaso há muito tempo que não apanho uma operação stop daquelas em que andam à volta da moto como se fossem tubarões...
Mas, também ultimas motos que tive, aparte do escape, não havia grande coisa onde pegar.
Não sei como são as coisas aí pelos Algarves... mas aqui há uns anos era quase assédio!

Se tens a moto só pra dar umas voltinhas, caga nisso...
O problema é quanto maior a regularidade com que as utilizamos mais expostos estamos aos tubarões.

Já fui parado algumas vezes em operações stop e apenas me pedem documentação.

Nas motas noto uma certa toleração, nos carros nem tanto.

Mas acredito mesmo que a maior parte deles, pelo menos aqui, ou é desconhecedor dessas leis mais recentes ou então não quer saber.

Pessoalmente até que me apanhem de lado lá vou metendo a mota cada vez mais ilegal.
Responder
#14

(10-01-2017 às 13:08)Fz1000 Escreveu:  
(10-01-2017 às 12:57)dfelix Escreveu:  
(10-01-2017 às 12:49)Fz1000 Escreveu:  A policia sabe lá o que é a euro4, há tanta coisa por onde pegar na minha mota que os reflectores sabem a pouco  lol

Acredita que a policia sabe tudo o que é necessário para te sacar dinheiro.
Têm mínimos de facturação a cumprir.

Por acaso há muito tempo que não apanho uma operação stop daquelas em que andam à volta da moto como se fossem tubarões...
Mas, também ultimas motos que tive, aparte do escape, não havia grande coisa onde pegar.
Não sei como são as coisas aí pelos Algarves... mas aqui há uns anos era quase assédio!

Se tens a moto só pra dar umas voltinhas, caga nisso...
O problema é quanto maior a regularidade com que as utilizamos mais expostos estamos aos tubarões.

Já fui parado algumas vezes em operações stop e apenas me pedem documentação.

Nas motas noto uma certa toleração, nos carros nem tanto.

Mas acredito mesmo que a maior parte deles, pelo menos aqui, ou é desconhecedor dessas leis mais recentes ou então não quer saber.

Pessoalmente até que me apanhem de lado lá vou metendo a mota cada vez mais ilegal.

É o que disseste, nas motas nota se uma certa tolerancia quando comparado com os carros, é que esse acessório na minha antiga mota nao tinha e era de 2014, eu vou tirar pode ser que não me cheteiem a cabeça
Responder
#15

(10-01-2017 às 13:14)jhonathan97 Escreveu:  ... é que esse acessório na minha antiga mota nao tinha e era de 2014, eu vou tirar pode ser que não me cheteiem a cabeça

Qual a parte de só se ter tornado obrigatório para as motos matrículadas a partir de 2017 que não entendeste?

O facto de já existirem bastantes a circular ha algum tempo é porque os respectivos construtores já as tinham preparado para isso.

Muito provavelmente o que escrevi foi gerado automágicamente através do Moto Lero
Responder
#16

(10-01-2017 às 13:08)Fz1000 Escreveu:  Pessoalmente até que me apanhem de lado lá vou metendo a mota cada vez mais ilegal.

FZ.... Quando esse dia chegar, no carro patrulha vai soar uma campainha e aparecer no visor algo tipo isto... lol

[Imagem: zAqhoXA.png]

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#17

Tira isso jhonatan que eu empresto o martelo.

Se te mandarem parar o segredo é não parar, ainda por cima essa R3 chega fácil aos 200. devil
Responder
#18

Credo...

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder
#19

(10-01-2017 às 13:00)carlos-kb Escreveu:  Desconhecia por completo.... mas a sê-lo, tal como havia suposto, só poderia vir mesmo com a Euro4 .  rolleyes

Também só descobri há pouco tempo.
Pois além das emissões nunca foi divulgada nenhuma lista que permitisse ter uma noção clara das alterações.

A meio do ano passado usado experimentei a Street Twin no ano passado achei estranho já trazer...
Mas como a maioria das Triumph são actualmente produzidas na Tailandia e enviadas para todo o mundo, achei que para facilitar produzissem igual para tudo... até porque no mercado americano (que é dos principais da marca) isto é obrigatório há décadas.

O que me chamou a atenção inicialmente foi isto...

[Imagem: standards_zpsfl1mmqgw.jpg]

Depois pesquisando um pouco deu para perceber que faz parte do pacote...

(10-01-2017 às 13:00)carlos-kb Escreveu:  O que vem a seguir? Voltar a ser obrigatório colar duas tiras vermelhas no capacete, como era nos anos 80 e 90?!   O_O   wtf

Se existir um mínimo de bom senso, os reflectores laterais devem chegar e sobrar.
Até agora a visibilidade lateral do motociclo dependia de hipotéticos reflectores no restante equipamento.
Com isto deixa de se colocar isso em causa.

Os reflectores no capacete deixaram de fazer sentido quando passou a ser obrigatório reflectores nas traseiras motos.
Certamente te recordas que nos anos 90 muitas tinham um reflector vermelho aparafusado por baixo da matricula.
Porque muitas nem o traziam de fábrica.
Entretanto como se foi tornando um standard, passou a se incluído de forma mais ou menos discreta e hoje já não nos incomoda tanto.

A França é que continua a ser um país altamente repressor para com os motociclistas.
Pode ter levantado a restrição dos 100cv recentemente, mas mantém todo um conjunto de regras apertadas que inclui um kit de autocolantes que torna o capacete folclórico.

Com a euforia em torna da visibilidade que assisto por parte de uns quantos motociclistas tugas (que certamente eram dos que vestiam colete reflector a no banco do automóvel ha tempos atrás) certamente que haverá quem deseje e aplauda se medidas destas forem pra frente. lol


(10-01-2017 às 14:05)Fz1000 Escreveu:  Se te mandarem parar o segredo é não parar, ainda por cima essa R3 chega fácil aos 200.

Hoje em dia já não se dão ao trabalho de ir atrás...
Os CTT depois notificam...  lol
Responder
#20

(10-01-2017 às 14:05)Fz1000 Escreveu:  Se te mandarem parar o segredo é não parar, ainda por cima essa R3 chega fácil aos 200. devil

Hum..... só com uma mera opinião, não acredito muito nisso! Fico à espera de uma segunda opinião, especialmente se for a do Vindaloo! bigsmile

(10-01-2017 às 15:16)dfelix Escreveu:  O que me chamou a atenção inicialmente foi isto...

[Imagem: standards_zpsfl1mmqgw.jpg]
Mas andas a pesquisar sobre a RNineT?
Ânsia de juntar na mesma moto, uma mamalhuda e uma com veia "flanelista"? rolleyes

(10-01-2017 às 15:16)dfelix Escreveu:  
(10-01-2017 às 13:00)carlos-kb Escreveu:  O que vem a seguir? Voltar a ser obrigatório colar duas tiras vermelhas no capacete, como era nos anos 80 e 90?!   O_O   wtf

Se existir um mínimo de bom senso, os reflectores laterais devem chegar e sobrar.

Ainda que por norma e pelo que temos sentido na pele nos últimos anos, bom senso é coisa que tem faltado q.b. aos legisladores nesta matéria de fazer leis para motos.... a juntar ao facto que certamente muitos deles nunca devem sentado o lustroso traseiro de calças de fazenda em cima de uma.
Não sei porquê, mas começa a pairar no ar algo do tipo do que se respirava algures pelos 90's e que culminou nas Eurodemos...
Com o receio que se a coisa começar a estrangular, e face aquilo que actualmente é a maioria da comunidade motociclística, não sei se  haverá "tomates" para repetir o que se passou nesses tempos e que impediu que hoje andássemos todos com motos tipo NC.

(10-01-2017 às 15:16)dfelix Escreveu:  Os reflectores no capacete deixaram de fazer sentido quando passou a ser obrigatório reflectores nas traseiras motos.
Certamente te recordas que nos anos 90 muitas tinham um reflector vermelho aparafusado por baixo da matricula.
Porque muitas nem o traziam de fábrica.
Entretanto como se foi tornando um standard, passou a se incluído de forma mais ou menos discreta e hoje já não nos incomoda tanto.

Em 1992 na minha 1ª. motorizada, uma Famel XF25S, já trazia o reflector embutido no farolim traseiro. E até mesmo a anterior XF17 dos anos 80 o contemplava! bigsmile

[Imagem: nI6DUwG.jpg]

[Imagem: 8UATaK3.jpg]

E nas rodas era obrigatório ter os ditos reflectores laterais amarelos ou laranja, que podiam ser circulares ou rectangulares.

Curiosamente, na CB Two Fifty, que comprei em 1995, contemplava o reflector á parte e pendurado no "bacalhau".

Porém, até finais de 90, era acto continuo, na compra de um capacete, a aquisição também das duas tiras rectangulares vermelhas reflectoras, para colar atrás na calota. E ter essas faixas reflectoras, para os senhores da farda, era tão ou mais importante que ter os documentos em ordem! lol

De qualquer forma, percebe-se, pois era raro haver ainda equipamento para motociclistas com zonas reflectoras e/ou fotoluminescentes. e digamos que a iluminação  nas motos (naquelas que a tinham a funcionar minimamente em condições), ainda era algo difuso.

(10-01-2017 às 15:16)dfelix Escreveu:  A França é que continua a ser um país altamente repressor para com os motociclistas.
Pode ter levantado a restrição dos 100cv recentemente, mas mantém todo um conjunto de regras apertadas que inclui um kit de autocolantes que torna o capacete folclórico.

E ainda assim, com todas as condicionantes rígidas e "contornos feitos" às normativas europeias na matéria, ter e andar de moto em França, é algo muito mais abrangente, comum e natural, que em Portugal.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)