Combustível para moto: Qual o mais indicado? 95 octanas ou 98 octanas?
#31

Pois, era o que dizia. Será rara a mota que tenha no manual a dizer para levar preferencialmente 98.

Gostava de saber como fazem nos EUA com gasolina de 91 octanas rolleyes
Responder
#32

Não sei onde viajaste nos EUA, mas é muito comum na costa este encontrares inclusive shell, bp 100 RON em vias mais movimentadas e de maior tráfego.

Desce a octanagem quando mais remoto for o local. Princípio este verificado por mim nas (poucas) viagens que tenho feito.

Em Portugal, curiosamente tem-se dificuldade em arranjar 98 em Lisboa - dizem, mas em Leiria (concelho e freguesia) acho que ainda não reparei num posto onde não se disponibilizasse 98 e curiosamente ontem, até perdido no meio da serra atestei com 98.

Em motociclismo aventura, o problema da octanagem e qualidade geral do combustível é muito recorrente e de maior expressão do que nós andarmos no meio da cidade com 98 ou 95.

Há relatos de postos na américa do sul, russia, mongolia etc a disponibilizarem como única opção 77, 80 Ron e afins, por vezes directamente de um jerrican de um revendedor local. Sem tanques próprios, sem bombas certificadas etc...  lol 

Mas as motas andam na mesma. Menos bem mas andam. Como já o referi algures noutro contexto, em geral o dono é mais hipocondríaco que a mota em si.

Não quer dizer que não tentemos tratar as nossas motas o melhor possível.

Portugal é possivelmente dos países do Mundo onde a qualidade do combustível é melhor, onde encontramos mais frequentemente postos de abastecimento e onde os preços são mais homogéneos entre marcas.

Aparte o preço (sempre questionável) estamos muito bem servidos.


Responder
#33

Nos EUA a normal é 91 e 93 premium, e realmente consegue-se arranjar 100 (cá em Portugal a shell tb chegou a ter a 100).

Nao percebo a dificuldade de arranjar 98 em lisboa. Pelo Porto consegues arranjar 98 em qualquer bomba desde que não seja Galp, na Galp só tem 98 se o posto tiver mais de 6 bombas.
Responder
#34

(04-09-2016 às 14:45)OFFICER Escreveu:  Pois, era o que dizia. Será rara a mota que tenha no manual a dizer para levar preferencialmente 98.

Gostava de saber como fazem nos EUA com gasolina de 91 octanas rolleyes
K1200r tem no manual e na boca do depósito a informar que se deve colocar 98
Responder
#35

Mitos urbanos à parte (ou não) no que diz respeito às caraterísticas e qualidades dos diferentes tipos de gasolina, uso 98, e quando não há, 95. É um regra simples que defini para mim mesmo. E a burra não sei queixa. smile
Responder
#36

Officer lá as medições de octanas são mais rigorosas. A 98 aqui é uma 93/91 lá.
E 98 acho que tem mais a ver com a menor probabilidade de auto-detonação, que acontece com pressões e temperaturas elevadas sim.

Your opinion?! Shit i don't give a fuck
Responder
#37

(04-09-2016 às 17:37)ClaXav Escreveu:  
(04-09-2016 às 14:45)OFFICER Escreveu:  Pois, era o que dizia. Será rara a mota que tenha no manual a dizer para levar preferencialmente 98.

Gostava de saber como fazem nos EUA com gasolina de 91 octanas rolleyes
K1200r  tem no manual e na boca do depósito a informar que se deve colocar 98

Olha desconhecia essa, que taxa de compressão tem a tua mota?
Responder
#38

(04-09-2016 às 19:48)OFFICER Escreveu:  
(04-09-2016 às 17:37)ClaXav Escreveu:  
(04-09-2016 às 14:45)OFFICER Escreveu:  Pois, era o que dizia. Será rara a mota que tenha no manual a dizer para levar preferencialmente 98.

Gostava de saber como fazem nos EUA com gasolina de 91 octanas rolleyes
K1200r  tem no manual e na boca do depósito a informar que se deve colocar 98

Olha desconhecia essa, que taxa de compressão tem a tua mota?

As K12 têm C.R. 13.0:1.

Mesmo as boxer, recomendam o uso de I.O.98.

Aliás, em motores com taxas de compressão a partir de 12, tem todo o sentido usar maior índice octano.

Na minha (C.R 12.0:1), apesar do manual referir que posso usar 95 ou superior, noto que ela "trabalha" melhor com 98. E quando posso e há.... é desta que leva.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#39

Em Lisboa e tendo a facilidade de chegar ao eixo central (segunda circular) todos os postos dispõem de s/ chumbo 98, mesmo para os passeios domingueiros a BP do Ramalhao dispõe desse sagrado líquido, as restantes cepsa e afins da N9 é que salvo erro não dispõem. Eu, apesar da TLS ser bastante comedida de taxa de compressão de avanços de ignição sempre me habituei a mimá-la com 98 e das vezes que meti 95 não notei grandes diferenças

Enviado do meu D2303 através de Tapatalk
Responder
#40

(04-09-2016 às 12:25)ClaXav Escreveu:  Resumidamente a 95 explode a uma compressão mais baixa e a 98 explode a uma compressão mais alta (mais violenta = mais potência).

Isso é um bocado confuso.
Penso que fica mais fácil entendermos desta forma:

A gasolina é suposto detonar com a faísca da vela. (ignição)
Se por alguma razão o motor detonar antes da ignição, será necessário aumentar a resistência do combustível elevando a concentração de aditivos anti-detonantes.
(+ octanas)

Não referi especificamente a compressão porque outros tais como depósitos de carvão podem ter o mesmo efeito.

(04-09-2016 às 12:25)ClaXav Escreveu:  Por vezes quando se anda em locais com elevada altitude, onde o ar é mais rarefeito é recomendável usar 98 mesmo que o fabricante indique 95.

É suposto ser o contrário.

Elevadas altitudes implica menor pressão, menores temperaturas e menor menor quantidade de oxigénio. Até uma menor humidade relativa.
A lógica será necessitar menos aditivos, até porque o meio é já por si anti-detonante.

(04-09-2016 às 15:17)vindaloo Escreveu:  Em Portugal, curiosamente tem-se dificuldade em arranjar 98 em Lisboa - dizem, ...

Não percebo de onde surgiu este mito, porque em regra geral todas têm.
Eu estava bem tramado... já que duas das minhas motos são 98+!

Os únicos locais que me recordo não encontrar 98 são algumas estações de serviço do interior que normalmente têm apenas duas máquinas o que implica apenas 4 mangueiras.
Nesses locais o 98 passou só muito recentemente a dar lugar ao diesel "simples".

(04-09-2016 às 15:17)vindaloo Escreveu:  Há relatos de postos na américa do sul, russia, mongolia etc a disponibilizarem como única opção 77, 80 Ron e afins, por vezes directamente de um jerrican de um revendedor local. Sem tanques próprios, sem bombas certificadas etc... 

Nesses locais também é recorrente aditiva-las com água...
bigsmile


Mudando de assunto,
Aparte do que escrevi atrás... partilho ainda uma análise interessante:
Ao contrário das outras que tenho na garagem que por indicação do manual são 98+... a Scrambler que adquiri recentemente tem como requisito 92+.

Optei propositadamente abastecer com 98 durante um período de tempo.
Utilizei sempre a mesma e Galp 98 do mesmo posto de abastecimento. O tipo de utilização foi semelhante e tirando um pico resultante dum "esguicho" desperdiçado a abastecer, os consumos foram homogéneos. Até que mudei para Galp 95 exactamente do mesmo posto de abastecimento... e os consumos desceram!

[Imagem: Untitled_zpsc7lgokzk.png]

Não era o resultado que estava à espera.
Contava que a única diferença fosse o custo do abastecimento já que um motor 92+ dificilmente iria tirar proveito da 98.
Porém... houve redução de consumo de combustível.

É uma análise que vale o que vale. Mas no caso deste motor em especifico... os resultados foram estes.
Hoje em dia com smartphones e ferramentas como o fuelly fica tão fácil experimentar e tirar conclusões válidas...
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)