Cheiro a gasolina
#1

Boas minha gente. 

   Ultimamente tenho notado um forte cheiro a gasolina quando ligo a mota, e este é mais forte quando o motor ainda está frio. Com o calor do andamento o cheiro diminui. Estou curioso, em termos de performance não notei qualquer problema, seja no andamento, ou nos consumos. Ela está para ir à revisão brevemente, no entanto também tenho medo que esteja relacionado com um barulho (tipo zumbido) que produz, aparentemente do interior do deposito, penso que seja da bomba injectora, e a intensidade varia conforme a aceleração do motor. Mais curioso fico, pois o barulho praticamente ou na totalidade desaparece, quando o depósito começa a ficar mais vazio.
Sendo eu uma pessoa que não percebe muito de mecânica, coloco aqui estas questões, pode ser que alguém já tenha passado por algo parecido ou tenha conhecimento, e me elucide antes de ir com ela à oficina.

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#2

Eu ia à oficina quanto antes… A última mota com sintomas parecidos entrou em autocombustão…

As minhas máquinas (e ex):
Kawasaki Versys 1000 / KTM 1290 Super Duke GT
Yamaha FZS 600 Fazer

[Imagem: censorship2.jpg]

Responder
#3

É a mota a facilitar-te a vida.

Assim... é só chegares-lhe o fósforo! Nem precisas do jerrican...


Responder
#4

(07-05-2018 às 11:35)michelfpinto Escreveu:  Eu ia à oficina quanto antes… A última mota com sintomas parecidos entrou em autocombustão

Por acaso foi disso mesmo que me lembrei.

Cheiro intenso a gasolina é comum nas carburadas. Numa injectada não.

Prontamente, analisa a olho todo o sistema de alimentação, tubos de gasolina, colectores de admissão... vê se detectas alguma fuga, fissura, zona manchada por trás da cabeça do motor, etc...

De qualquer modo, uma verificação por alguém "habilitado" não é mesmo de descartar.

E fá-lo quanto antes. Como o Michel disse, a última vez que alguém se queixou de ter sentido um cheiro intenso a gasolina, instantes depois de ter estacionado a mota, ela incendiou-se.

[Imagem: zX4Kq81.png]

Responder
#5

A minha Kawasaki em andamento durante passeios longos tem um barulho/zumbido típico e quando paro para abastecer tenho de carregar para baixo a tampa e virar a chave tal a pressão dentro do deposito.
Mas não noto qualquer cheiro a combustível…

Filtros entupidos e sujos podem originar esses cheiros? [mas não há alteração de rendimento/performance… não deve ser]

Bomba combustível avariada ou tubo solto no deposito? [Teria de haver combustível derramado pela moto e no chão, não?! - daí a origem de incêndios/auto-combustão?]

E problemas (ou configurações) de CDI/ECU com excesso de combustível para apenas um escape de origem quando a moto pode ter já tido um escape de rendimento? [poderá haver má gestão de combustível, maior consumo e daí o cheiro?]
Responder
#6

(07-05-2018 às 12:17)2low Escreveu:  A minha Kawasaki em andamento durante passeios longos tem um barulho/zumbido típico e quando paro para abastecer tenho de carregar para baixo a tampa e virar a chave tal a pressão dentro do deposito.
Mas não noto qualquer cheiro a combustível…

Filtros entupidos e sujos podem originar esses cheiros? [mas não há alteração de rendimento/performance… não deve ser]

Bomba combustível avariada ou tubo solto no deposito? [Teria de haver combustível derramado pela moto e no chão, não?! - daí a origem de incêndios/auto-combustão?]

E problemas (ou configurações) de CDI/ECU com excesso de combustível para apenas um escape de origem quando a moto pode ter já tido um escape de rendimento? [poderá haver má gestão de combustível, maior consumo e daí o cheiro?]

Epa exacto ela esta para ir a revisão agora, mas fuga não detectei, consumos estão na média, não sinto qualquer disparidade, a não ser que seja algo tão pequeno e fique escondido...e não se note. Não percebendo muito da coisa, tenho juntado este sintoma ao zumbido, que tenho quase a certeza que seja da bomba injectora, ou algo relacionado. No entanto também fico curiosos pois o zumbido desaparece praticamente quando o depósito começa a ficar vazio.

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#7

(07-05-2018 às 12:07)carlos-kb Escreveu:  
(07-05-2018 às 11:35)michelfpinto Escreveu:  Eu ia à oficina quanto antes… A última mota com sintomas parecidos entrou em autocombustão

Por acaso foi disso mesmo que me lembrei.

Cheiro intenso a gasolina é comum nas carburadas. Numa injectada não.

Prontamente, analisa a olho todo o sistema de alimentação, tubos de gasolina, colectores de admissão... vê se detectas alguma fuga, fissura, zona manchada por trás da cabeça do motor, etc...

De qualquer modo, uma verificação por alguém "habilitado" não é mesmo de descartar.

E fá-lo quanto antes. Como o Michel disse, a última vez que alguém se queixou de ter sentido um cheiro intenso a gasolina, instantes depois de ter estacionado a mota, ela incendiou-se.

Epá não risco qualquer possibilidade, até porque se realmente houver uma fuga deve ser bem minúscula, no entanto não é assim um cheiro tão intenso, por vezes parece-me quase o carburar de uma mota mais antiga,

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#8

Vai levar um investimento, que tá quieto, revisão, kit de transmissão, fora o que poderá ser estes problemas. Ainda por cima a minha oficina de confiança fechou. 
.

[Imagem: ibVN1KS.jpg]
Responder
#9

Mas de onde vem o cheiro? Da mota em geral ou do escape?

XJ 600 Diversion Owner!
Responder
#10

A tua mota não tem bomba injectora pá..

O zumbido teoricamente seria a bomba de gasolina a trabalhar.... Mas que deveria ser mais audível com o depósito vazio, e cheio deveria ouvir-se menos.

Eu acho que deve ser um problema de juntas.

[Imagem: SM4eYt9.png]
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 1 Visitante(s)