CF Moto 650 MT/GT
#1

Alguns de vocês já devem ter visto , mas deixo aqui o link do contacto que a revista Andar de Moto fez com estes dois modelos da marca asiatica.

É bastante interessante pois eu próprio em tempos andei a espreitar e a recolher informações acerca de dois modelos desta marca, NK400 e 650.

Pelo o que se vai lendo, parece realmente uma marca prometedora e com qualidade.

https://www.andardemoto.pt/moto-news/484...oto-gt650/
Responder
#2

(14-04-2020 às 09:13)Malvo Escreveu:  Alguns de vocês já devem ter visto , mas deixo aqui o link do contacto que a revista Andar de Moto fez com estes dois modelos da marca asiatica.

É bastante interessante pois eu próprio em tempos andei a espreitar e a recolher informações acerca de dois modelos desta marca, NK400 e 650.

Pelo o que se vai lendo, parece realmente uma marca prometedora e com qualidade.

https://www.andardemoto.pt/moto-news/484...oto-gt650/

Vais comprar??

Compravas uma destas em vez de uma MT-07/Tracer?
Responder
#3

(14-04-2020 às 10:11)midnightblack Escreveu:  
(14-04-2020 às 09:13)Malvo Escreveu:  Alguns de vocês já devem ter visto , mas deixo aqui o link do contacto que a revista Andar de Moto fez com estes dois modelos da marca asiatica.

É bastante interessante pois eu próprio em tempos andei a espreitar e a recolher informações acerca de dois modelos desta marca, NK400 e 650.

Pelo o que se vai lendo, parece realmente uma marca prometedora e com qualidade.

https://www.andardemoto.pt/moto-news/484...oto-gt650/

Vais comprar??

Compravas uma destas em vez de uma MT-07/Tracer?

Confesso que a moto chegou a despertar alguma curiosidade, principalmente a NK400, pois me pareceu uma interessante mota com um preço bastante bom (cerca de 5000€ mais papelada). Parece ter uma boa qualidade pelo que tenho lido, mesmo a nivel de motor, que contam os rumores tem por base o motor 400cc de origem Kawasaki, (o 650cc tem por base o da ER-6) o que será sempre uma boa base, mas acabei por nem sequer as ir ver.
Responder
#4

Em relação a Mt-07 etc, para mim ( assim como para quase toda a gente) tem a ver muito com gostos e como te sentes pelo menos em cima de uma. Eu não vou muito por marcas, até porque para mim (e é só a minha opinião) sou um bocado do contra, e as grandes marcas japonesas (com a excepção da Kawa) para mim, estão a produzir motos um bocado "aborrecidas" do ponto de vista estético, e portanto tenho sempre a tendência e teimosia de tentar fugir, e optar e procurar coisas mais alternativas ou diferentes.

Não estou a dizer que são motos más, ou algo do género, nada disso, japonesas são sempre de certa forma o standard a seguir em termos de fiabilidade etc, apenas não me puxam...

Dai ter optado por exemplo pela minha chinoca, que do ponto de vista do motociclista estabelecido, é uma "bosta", mas como não ligo a essas coisas, sigo em frente e compro e ando no que quero e gosto blink.
:
Se comprava em vez de uma MT-07, não sei, como disse nunca as fui ver sequer, mas tinha que ser uma moto realmente porreira (edit: no caso da Nk650) ,  ja estive numa Mt-07 e gostei bastante smile .
Responder
#5

Compreendo muito bem o que o Malvo quer dizer... e até tenho de concordar com ele de certa forma... até porque se fosse comprar outra moto actualmente, até escolheria certamente uma RE Continental GT 650, algo que vai um bocado contra a corrente...
Responder
#6

(14-04-2020 às 12:04)nelsonajm Escreveu:  Compreendo muito bem o que o Malvo quer dizer... e até tenho de concordar com ele de certa forma... até porque se fosse comprar outra moto actualmente, até escolheria certamente uma RE Continental GT 650, algo que vai um bocado contra a corrente...

Ainda bem que não estou sozinho nisto. Como deves perceber não vou aqui especificar marcas ou modelos, mas muitas das motos hoje produzidas por empresas Japonesas, olho para elas e sinto uma sensação de "meh". Sei que são excelentes maquinas, velozes, potentes, confortáveis (ou não depende do estilo), muito avançadas etc, mas em termos de design, muitas delas são muito "sem sal".

As vezes penso que eles nesse aspecto são muito 8 ou 80, ou fazem coisas muito contidas e/ou apáticas, ou completamente loucas (exemplo, a Honda quando a uns anos lançou a Vultus, uma mota completamente alucinada em termos estéticos) ou com escolhas estéticas muito polarizantes (como a Suzete B-King e as suas loucas saídas de escape).

Mas não são os únicos claro, alguém se lembra da Bimota mantra, ou a Aprilia 6.5??  what

Mas pronto, é apenas a minha opinião e os meus gostos, certamente muitos discordarão, mas é por isso que existem muitas marcas/modelos/estilos para todos os gostos!  thumbsup
Responder
#7

(14-04-2020 às 15:03)Malvo Escreveu:  
(14-04-2020 às 12:04)nelsonajm Escreveu:  Compreendo muito bem o que o Malvo quer dizer... e até tenho de concordar com ele de certa forma... até porque se fosse comprar outra moto actualmente, até escolheria certamente uma RE Continental GT 650, algo que vai um bocado contra a corrente...

Ainda bem que não estou sozinho nisto. Como deves perceber não vou aqui especificar marcas ou modelos, mas muitas das motos hoje produzidas por empresas Japonesas, olho para elas e sinto uma sensação de "meh". Sei que são excelentes maquinas, velozes, potentes, confortáveis (ou não depende do estilo), muito avançadas etc, mas em termos de design, muitas delas são muito "sem sal".

As vezes penso que eles nesse aspecto são muito 8 ou 80, ou fazem coisas muito contidas e/ou apáticas, ou completamente loucas (exemplo, a Honda quando a uns anos lançou a Vultus, uma mota completamente alucinada em termos estéticos) ou com escolhas estéticas muito polarizantes (como a Suzete B-King e as suas loucas saídas de escape).

Mas não são os únicos claro, alguém se lembra da Bimota mantra, ou a Aprilia 6.5??  what

Mas pronto, é apenas a minha opinião e os meus gostos, certamente muitos discordarão, mas é por isso que existem muitas marcas/modelos/estilos para todos os gostos!  thumbsup

Todos os exemplos que deste foram exercícios de estilo que, em alguns casos alertam para a existência da marca e em outros casos são exercícios de sondagem para perceber quais são as tendências dos possíveis clientes.


Sobre a marca...

Independentemente de ser ou não um produto de qualidade, o que oferece só é mais do mesmo.

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#8

(14-04-2020 às 15:31)LoneRider Escreveu:  
(14-04-2020 às 15:03)Malvo Escreveu:  
(14-04-2020 às 12:04)nelsonajm Escreveu:  Compreendo muito bem o que o Malvo quer dizer... e até tenho de concordar com ele de certa forma... até porque se fosse comprar outra moto actualmente, até escolheria certamente uma RE Continental GT 650, algo que vai um bocado contra a corrente...

Ainda bem que não estou sozinho nisto. Como deves perceber não vou aqui especificar marcas ou modelos, mas muitas das motos hoje produzidas por empresas Japonesas, olho para elas e sinto uma sensação de "meh". Sei que são excelentes maquinas, velozes, potentes, confortáveis (ou não depende do estilo), muito avançadas etc, mas em termos de design, muitas delas são muito "sem sal".

As vezes penso que eles nesse aspecto são muito 8 ou 80, ou fazem coisas muito contidas e/ou apáticas, ou completamente loucas (exemplo, a Honda quando a uns anos lançou a Vultus, uma mota completamente alucinada em termos estéticos) ou com escolhas estéticas muito polarizantes (como a Suzete B-King e as suas loucas saídas de escape).

Mas não são os únicos claro, alguém se lembra da Bimota mantra, ou a Aprilia 6.5??  what

Mas pronto, é apenas a minha opinião e os meus gostos, certamente muitos discordarão, mas é por isso que existem muitas marcas/modelos/estilos para todos os gostos!  thumbsup

Todos os exemplos que deste foram exercícios de estilo que, em alguns casos alertam para a existência da marca e em outros casos são exercícios de sondagem para perceber quais são as tendências dos possíveis clientes.


Sobre a marca...

Independentemente de ser ou não um produto de qualidade, o que oferece só é mais do mesmo.

Usei estes exemplos precisamente por serem tão extremos e polarizantes, para evitar referir modelos actuais específicos e criar "confusão".

Em relação a serem exercícios de estilo, é uma forte possibilidade.

Em relação a marca, se realmente oferece mais do mesmo, então estão certamente no bom caminho.
Responder
#9

(14-04-2020 às 15:48)Malvo Escreveu:  
(14-04-2020 às 15:31)LoneRider Escreveu:  
(14-04-2020 às 15:03)Malvo Escreveu:  Ainda bem que não estou sozinho nisto. Como deves perceber não vou aqui especificar marcas ou modelos, mas muitas das motos hoje produzidas por empresas Japonesas, olho para elas e sinto uma sensação de "meh". Sei que são excelentes maquinas, velozes, potentes, confortáveis (ou não depende do estilo), muito avançadas etc, mas em termos de design, muitas delas são muito "sem sal".

As vezes penso que eles nesse aspecto são muito 8 ou 80, ou fazem coisas muito contidas e/ou apáticas, ou completamente loucas (exemplo, a Honda quando a uns anos lançou a Vultus, uma mota completamente alucinada em termos estéticos) ou com escolhas estéticas muito polarizantes (como a Suzete B-King e as suas loucas saídas de escape).

Mas não são os únicos claro, alguém se lembra da Bimota mantra, ou a Aprilia 6.5??  what

Mas pronto, é apenas a minha opinião e os meus gostos, certamente muitos discordarão, mas é por isso que existem muitas marcas/modelos/estilos para todos os gostos!  thumbsup

Todos os exemplos que deste foram exercícios de estilo que, em alguns casos alertam para a existência da marca e em outros casos são exercícios de sondagem para perceber quais são as tendências dos possíveis clientes.


Sobre a marca...

Independentemente de ser ou não um produto de qualidade, o que oferece só é mais do mesmo.

Usei estes exemplos precisamente por serem tão extremos e polarizantes, para evitar referir modelos actuais específicos e criar "confusão".

Em relação a serem exercícios de estilo, é uma forte possibilidade.

Em relação a marca, se realmente oferece mais do mesmo, então estão certamente no bom caminho.

Sim!
Depende sempre da perspectiva.

Honda oferece modelos fiáveis, bem construidos e económicos.
Além disso tem uma rede de concessionários capaz de te trazer uma peça em menos de 48h.

A CFMoto oferece um produto fiável, bem construído e mais barato mas depois abandona o cliente porque não tem capacidade de resposta às suas necessidades.

Realmente que serve de alguma coisa oferecer mais do mesmo quando depois tens imensas lacunas?

Vou-te falar se uma outra marca, que contra maré é corrente sempre apostou pelo V2 com um sistema desmo na cabeça.
Sempre tiveram uma péssima fama, componentes de fraca qualidade, sistemas eléctricos caprichosos e os seus proprietários só tinham dois dias de felicidade.
O dia em que as compravam e o dia em que a trocavam por outra na esperança de não voltar a viver o mesmo pesadelo.
É porque é que voltavam a comprar a mesma marca?

Apesar de tudo, ofereciam algo de muito diferente!

I just don't run with the crowd!

www.loneriderendlessroad.com
Responder
#10

Honda é Honda senhores.

O resto é lixo
Responder




Utilizadores a ver este tópico: 2 Visitante(s)